segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Ousadas


Margaret, atriz 'aterrorizante', especializada nos papéis mais perversos de Hollywood; Agnodice, ginecologista da Grécia Antiga que teve de se disfarçar de homem para exercer a profissão; Lozen, mulher Apache, guerreira e xamã...
Pénélope Bagieu traça, com humor e sagacidade, quinze retratos de mulheres excepcionais que enfrentaram a pressão social de seu tempo e se tornaram donas de seus próprios destinos.



Título: Ousadas
Autor (a): Penélope Bagieu
Editora: Nemo
Número de páginas: 144



Já contei aqui pra vocês o meu amor pelas HQs e do quanto elas foram responsáveis pela minha entrada no mundo da leitura desde a infância. E no decorrer dos meus muitos anos de leitora tenho encontrado cada vez mais histórias que, além de me proporcionarem momentos divertidos, trazem também momentos de reflexão. Apesar de gostar muito das histórias mais fofinhas e engraçadas, tenho dado uma atenção maior àquelas que trazem em suas páginas assuntos atuais.E hoje venho falar dessa HQ que me conquistou e acabou se tornando uma das minhas preferidas da vida.
Ousadas traz a história de 15 mulheres a frente do seu tempo, que ousaram ir além e fizeram muito mais do que se esperava delas. Nas 144 páginas dessa HQ, vamos encontrar diferente histórias, algumas mais intensas, outras mais leves, umas que fazem rir, outras que emocionam. Mas todas elas, sem exceção, trazem mulheres fortes, que lutaram pelo que acreditavam e deixaram sua marca na história.

Em uma época onde discutimos com tanto afinco sobre o papel da mulher na sociedade e lutamos pela nossa igualdade, uma HQ como essa acaba se tornando uma forte inspiração para cada uma de nós.

Um dos pontos que eu mais gostei foi a forma como foi apresentada cada uma das personagens. A cada novo capítulo somos apresentadas a uma delas e, embora tudo seja feito de forma sucinta, é bem explicativo e nos permite conhecer não só a história de vida, como também seus ideais. Tudo isso aliado as belíssimas ilustrações da autora, que são um deleite aos olhos.
Conhecia poucas mulheres citadas na HQ e fiquei muito feliz em vê-las ali retratadas. Algumas das histórias se tornaram mais queridas, mas todas me conquistaram de alguma forma, seja pelos seus feitos ou pela personalidade. 
As histórias que mais me chamaram atenção foram as de Agnodice, a primeira ginecologista, Leymah Gbowe, uma trabalhadora social com uma história de vida forte e impactante, e Giorgina Reid, a guardiã do farol. E, nesse ponto, preciso contar a vocês que a história da Giorgina é uma das mais lindas na minha opinião e se tornou a preferida. Obstinada e decidida, ela conseguiu salvar o farol de Long Island da erosão sem ter, ao menos, estudado engenharia. Sabe quando a pessoa simplesmente sabe o que tem que ser feito? É o caso dessa mulher!
Ousadas é uma leitura indispensável e que recomendo para todos. Eu me emocionei bastante em algumas histórias, amei conhecer mais a respeito de tantas mulheres fortes e que tanto fizeram em sua época. Estou ansiosa pelo segundo volume, tenho certeza de que irei me encantar tanto quanto me encantei pelo primeiro.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Leituras de Janeiro

Oi geeeeeente!
Olha eu aqui, um pouco atrasada é verdade, pra conversar com vocês a respeito das minhas leituras de Janeiro. Mês de férias, eu esperava ler bastante e manter o número alto dos dois últimos anos. Porém, as coisas não saíram bem como eu desejava. Não vou dizer a vocês que li pouco porque estaria mentindo, mas a minha expectativa não foi superada e de início até fiquei um tantinho chateada. A gente faz planos, acha que tudo vai ser lindo, mas acaba saindo tudo ao contrário, impossível não ficar um pouco decepcionada, né? Mas superei e cá estou pra mostrar a vocês minhas leituras.
Ao todo foram 8 livros lidos e 3 HQ's.

1-  A Torre do Amor

Foi o primeiro livro do ano e, por pouco, não ia entrar na lista dos piores. A história começou bem, mas com o passar das páginas começou a ficar arrastada, com uma trama que não dizia a que veio e só melhorou quando chegou a metade. Eu havia cogitado abandonar, mas fico feliz por não ter feito isso porque depois que ela engrenou eu adorei! Não foi um livro 5 estrelas, mas foi uma boa leitura.

2- Stalker

Eu já havia tido contato com a escrita da Tarryn antes, portanto sabia que iria encontrar algo inusitado, do jeitinho que ela gosta. Stalker é baseado na história de vida da autora e eu gostei bastante do livro. Novamente não foi um 5 estrelas, mas a leitura me envolveu bastante, ficava curiosa para saber o que aconteceria mais adiante, acabou me surpreendendo.

3- O Segredo de Ahk-Manethon

Esse eu me apaixonei pela edição assim que botei a cara nele. A capa é muito bonita e o livro possui algumas ilustrações que deixam o conjunto ainda mais atrativo. A leitura foi boa e a história, que é uma aventura bem juvenil, é gostosa de acompanhar. Em breve tem resenha dele por aqui e conto mais a respeito da minha experiência.

4- Uma Chance Para o Amor

Tessa Dare não decepciona e esse livro, ai meu coração, que coisinha mais amor da vida! Fiquei muito apaixonada, a história é curta (esse livro é uma das novelas de Spindle Cove), os personagens são ótimos e é uma leitura muito rápida, daquelas que a gente faz em poucas horas. Amei, amei, amei! <3

5- Corações Quebrados

Se você leu minha resenha dele aqui ou no insta, sabe que não foi lá uma história que me conquistou. Eu gostei dos personagens, ele tinha tudo para ser meu queridinho do coração, mas achei que a autora enrolou demais e isso fez com que a trama se arrastasse sem necessidade. É uma história linda, cheia de reflexões maravilhosas, mas se tivesse sido mais concisa eu teria gostado muito mais.

6-  Um Acordo Pecaminoso

Lisa, eu te amo! <3 Um dos melhores do mês, empatado com o livro da Tessa. Eu amei demais esse livro, fiquei totalmente presa a história, me apaixonei pelos personagens e estou ansiosa pelos próximos livros. <3 Aproveita que a resenha dele está aqui embaixo desse post e já dá uma olhadinha. ;)

7- A Chama Dentro de Nós

Finalmente desencalhei esse livro da estante, Glória a Deus e Amém! Tem uns dois anos que comprei, comecei a ler e parei. Voltei a ler agora em Janeiro em uma leitura conjunta com minha amiga Mila e adorei demais! Tinha visto muita gente falando mal desse livro, tanto que estava bem receosa, mas acabei me surpreendendo.

8- #Partiu Vida Nova

Outro que estava meio encalhado na estante e que eu era doida pra ler. Ele foi o meu escolhido para a leitura temática que faço com um grupo de amigas no whatsapp e me rendeu momentos deliciosos e divertidos. Um chick-lit nacional pra ninguém botar defeito, vale a pena demais ler.


1- Desconstruindo Una

HQ autobiográfica que conta a história da Una, que desde muito cedo conheceu de perto a violência. Além de narrar a própria história, ela traz também o caso de um assassino em série de mulheres que aterrorizou uma pequena cidade na Inglaterra nessa época. A história é forte e merece ser conhecida por mais e mais pessoas. Em breve tem resenha dela por aqui e falarei mais a respeito. Mas já adianto que amei!

2- Silêncio

HQ nacional, com uma arte linda e uma história meio confusa, mas que fala sobre depressão. É super curta e achei a leitura ok.

3- Pombos!

Outra HQ nacional, com uma história bem inusitada. A conversa entre a protagonista e o pombo são divertidas, mas também fazem refletir. Gostei!
E vocês, leram muito em Janeiro?
Beijos

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Um Acordo Pecaminoso


Lady Pandora Ravenel é muito diferente das debutantes de sua idade. Enquanto a maioria delas não perde uma festa da temporada londrina e sonha encontrar um marido, Pandora prefere ficar em casa idealizando jogos de tabuleiro e planejando se tornar uma mulher independente.
Mas certa noite, num baile deslumbrante, ela é flagrada numa situação muito comprometedora com um malicioso e lindo estranho.
Gabriel, o lorde St. Vincent, passou anos conseguindo evitar o casamento, até ser conquistado por uma garota rebelde que não quer nada com ele. Só que ele acha Pandora irresistível e fará o que for preciso para possuí-la.
Para alcançar seus objetivos, os dois fazem um acordo curioso, e entram em uma batalha de vontades divertida e sensual, como só Lisa Kleypas é capaz de criar.
Título: Um Acordo Pecaminoso
Série: Os Ravenels #3
Autor (a): Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 304


Se tem uma autora que anda me surpreendendo a cada novo livro, é a Lisa Kleypas. Os Ravenels são meu mais novo amorzinho mais apaixonada eu fico por essa família. Estava muito curiosa com esse livro, afinal eu iria rever personagens da série anterior e tinha certeza que  ele iria entrar na lista dos queridinhos. E foi justamente o que aconteceu.
Pandora nunca desejou se casar. Seu maior sonho é poder lançar seus jogos e se tornar uma mulher bem sucedida, sem precisar ter um homem ao seu lado dizendo-lhe o que deve ou não fazer. Ela não leva o menor jeito para os bailes, seus modos não são os mais adequados, é inquieta e mal sabe dançar. Definitivamente, Pandora Ravenel não é o que classificaríamos como a flor da temporada e seria quase impossível para ela conseguir um bom casamento. Até que ela se mete em uma situação comprometedora.
Tentando ajudar uma amiga, ela vai até um local mais afastado e acaba presa, em uma posição nada convencional, embaixo de um banco. Quem a ajuda é Gabriel, lorde St. Vincen, filho de Evie e Sebastian, protagonistas de Pecados no Inverno (aquela hora em que meu coração de fã surta <3 <3 <3 <3). Ele também não está procurando uma noiva, mas enquanto ajuda Pandora acaba sendo flagrado por mais duas pessoas. E por mais que ambos não tenham sido pegos em situação comprometedora, não deixa de ser um escândalo já que a moça, solteira, está sozinha. É preciso reparar essa situação e só há uma forma possível disso acontecer: com um casamento.
Óbvio que Pandora é contra, principalmente porque se um dia decidisse se casar seria por amor, como aconteceu com Kath e Devon, e Ellen e Winterborne. Ela jamais se casaria com um homem a quem só trocou meia dúzia de palavras, mesmo que ele seja extremamente bonito e charmoso. Ele também não está lá muito satisfeito com a situação, mas sabe que precisa reparar o estrago que, mesmo sem querer, impôs à Pandora.
Claro que existe uma atração mútua e logo fica perceptível ao leitor que a química entre os personagens. Mas há também uma resistência. principalmente da parte dela. Mesmo assim, ela aceita a proposta de Gabriel de passar alguns dias em companhia de sua família e somente depois decidir se casa-se ou não com ele. E o inevitável irá acontecer. Será que Pandora continuará firme em sua decisão de não se casar após provar os doces beijos de Gabriel?
Eu nem sei por onde começar. Sabe quando um livro te arrebata de uma forma tão grande que você termina a leitura com um sorriso de satisfação estampado no rosto?  Pois bem, essa foi a minha reação Não que eu esperasse algo de diferente, afinal de contas os livros anteriores da série foram muito bons e viraram queridinhos da estante. Mas acho que esse ganhou meu coração por trazer Evie e Sebastian, casal que protagoniza um dos meus livros preferidos da Lisa. <3
Um Acordo Pecaminoso traz uma história divertida, personagens carismáticos e um romance não meloso que casou super bem com a personalidade dos protagonistas. Foi uma leitura rápida, super fluida e que trouxe uma trama que, embora não seja inovadora, me prendeu do início ao fim.
Pandora sempre foi uma personagem que eu tinha curiosidade em conhecer melhor. Dona de uma personalidade diferente das irmãs, cheia de energia e com um jeito meio estabanado de ser, ela parecia uma fera indomável. Meu maior medo era que a autora mudasse esse jeito e a transformasse em alguém que ela não era. Fiquei feliz demais ao perceber o quanto ela foi fiel as características iniciais da personagem, não mexeu em sua personalidade e não a domou. Pandora é um espírito livre, algo muito certinho não combinaria com ela.
É claro que ela mereceria alguém à sua altura, que a valorizasse e compreendesse os motivos por trás de suas escolhas. Gabriel é um homem sensato, dono de uma charme natural que muito me lembrou seu pai em Pecados no Inverno. Um dos maiores pontos positivos dele foi o fato de tentar ajudar Pandora a realizar seu maior sonho. Eu amo a maioria dos mocinhos da Lisa porque eles são muito a frente de seu tempo e sempre me surpreendem com sua forma de pensar ou agir. E com ele não foi diferente. Eu rasgaria todas as minhas sedas para esse homem porque ele merece.
Na minha opinião, Um Acordo Pecaminoso foi um livro maravilhoso e as minhas expectativas estão altíssimas para o próximo livro. Como já percebi que Lisa se supera a cada novo livro, tenho certeza que esse será ais um que entrará para a minha lista de queridinhos. Vale a pena demais conhecer os Ravenels, tenho certeza que eles também vão te conquistar.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Prazeres Sombrios

Um soldado vampiro cansado de viver... Sebastian Wroth foi transformado em vampiro contra a própria vontade. Solitário e marcado por um ódio profundo, vê pouco sentido em continuar vivo. Até que uma magnífica criatura, com aparência de fada, surge para matá-lo e acaba, inadvertidamente, salvando-o. Uma Valquíria cuja missão é exterminar vampiros... Kaderin Coração Gelado viu duas irmãs serem mortas por um vampiro no campo de batalha. Uma bênção a privou do luto, de todas as dores, e extinguiu suas emoções. Contudo, ao conhecer Sebastian, a luxúria domina seu ser e, pela primeira vez, ela se vê incapaz de eliminar um inimigo. Competidores numa caçada lendária... Na Corrida do Talismã, o prêmio é extremamente poderoso: um artefato que poderá fazer com que Kaderin modifique o passado e o destino das irmãs. Sebastian também entrará na competição, mas para conquistar o amor de Kaderin. E agora? O que ela escolherá: A paixão pelo vampiro ou sua família de volta?
Título: Prazeres Sombrios
Série: Imortais #2
Autora: Kresley Cole
Editora: Valentina
Número de páginas: 352


Heellooooo gentee!!!
Vamos que vamos para Prazeres Sombrios e põe prazer nisso, heim?
Tudo começa em 1907, quando Sebastian ainda humano é transformado por seus irmãos, Nikolai e Murdoch, em um vampiro contra sua vontade. Desde então ele vive solitário em um castelo sem falar com a família que foi transformada junto. A intenção de Nikolai era que sua família não morresse com a peste da época.
Com um salto na história, entramos em uma missão para matar o vampiro com Kaderin, conhecida por ter o coração gelado e não ter sentimentos e emoções. Isso até ela dá de cara com Sebastian, que não lutou pela sua vida quando a intenção dela era matá-lo. Muito pelo contrário, ele queria morrer pois não aguentava mais viver uma vida de vampiro. Mas Kaderin foi como luz no fim do túnel ou melhor sua noiva. As noivas são a tampa da panela do vampiro por assim dizer. Quando eles encontram uma, seu coração volta a bater. Só que ela não é qualquer noiva, ela é uma Valquíria que vive para matar vampiros. Porém, para sua surpresa, ela também sentiu alguma coisa que nunca sentiu antes. Então vocês já imaginam a guerra que vai ser nesse romance.
Kaderin está se preparando para a Corrida do Talismã, que é uma série de provas onde os participantes vão acumulando pontos e ganha quem fizer uma pontuação maior.  Neste ano o prêmio será a chave que permite mudar o passado. Nessa Corrida participam vários tipos de seres místicos, como sereias, lobisomens, bruxas e vários outros. Quando começa a disputa, nossa protagonista enfrenta vários perigos para conseguir mais uma vitória. Claro que Sebastian não vai deixar sua amada correr riscos sozinha e entra na disputa, não para ganhar e sim para protegê-la. Nesse meio tempo muita paixão e tesão rola com os nossos protagonista e mesmo, sem querer admitir, Kaderin já está caidinha pelo vampiro!
Apesar de não ter lido o primeiro livro da série, Desejo Insaciável, não senti nenhum dificuldade lendo esse segundo volume. Principalmente porque, apesar da história se passar no mesmo mundo do livro anterior, são outros protagonistas e uma trama diferente.
O livro em si é bem legal, tem uma história bem estruturada e muitas cenas quentes do casal, calculada e dosada perfeitamente para não ficar um livro sem desenvolvimento. Ela colocou cada cena muito bem empregada, tornando assim uma leitura fácil e agradável.
Com muito humor e aventura, a história vai roubando toda sua atenção, as cenas de ação foram muito bem escritas (assim como as hots) e, sendo bem sincera, as hots são de tirar o fôlego. Kaderin descreve Sebastian maravilhosamente bem (kkkkk). Contudo teve alguns pontos que eu não gostei muito. Um deles é ter misturado “gírias e costumes humanos” com seres místicos. Achei que ficou forçado. Uma coisa que me incomodou bastante são as Valquírias serem viciadas em TV. Eu até entendo que seja uma forma de conviver no mundo atual, como elas terem celular, mas na minha cabeça não entra que seres desse porte que servem a Odin parem para assistir TV.
A escrita de Kresley Cole é agradável, tranquila de se ler e, como eu falei antes, as cenas são bem detalhadas e eu adoro isso! Embarquei totalmente nas batalhas de Kaderin, assim como no romance entre ela e Sebastian. Entre tantas brigas e amores, eu shippei muito o casal e também teve momentos que eu não queria saber deles, Vai entender, né? (kkkkkk)
Os personagens são bons, mas poderiam ser melhor aproveitados principalmente pela fama que os mesmo já tem nas mitologias. No mais eu gostei do livro achei que ele tem uma história inovadora comparada a história com vampiros. Pra quem gosta de livros hots com uma história inovadora Prazeres Sombrios é o livro certo!
Para finalizar queria dizer que o final é surpreendente, cheio de ação e emoção e é a melhor parte do livro, sem falar dessa capa maravilhosa que é uma cena importante da história!!
Agora como de costume deixo uma passagem do livro para vocês!! Beeijos

“Mesmo com metade do rosto e as mãos queimados, ela ainda se sentia atraída por ele e continuava excitada pelo que acontecera mais cedo. Coração gelado? Já era! Sangue Quente? Ele fizera isso. Só ele poderia…”
Mayana Dórea

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Corações Quebrados

Com mais de um milhão de leituras no Wattpad, chegará às livrarias brasileiras o segundo volume da Série QUEBRADOS.
CORAÇÕES QUEBRADOS aborda a depressão, o luto e a deficiência física.
Entre as dores da perda e a incapacidade de seguir em frente, Emília vive os seus dias numa clínica. Está estagnada. É nesse inferno pessoal que ela conhecerá Diogo, alguém que também foi vitimado por uma tragédia.
Será que é possível dois corações quebrados encontrarem a felicidade?
Numa sociedade onde a nossa aparência continua a valer mais do que a essência, é difícil continuar a jornada da vida quando tudo nos é arrancado.
Passamos os dias a olhar a capa das pessoas. Julgamos sem compreender que nunca conheceremos totalmente uma história sem ler cada página. Sem compreender o seu início, meio e fim.
Duas pessoas fisicamente distantes.
Dois corações quebrados pela vida.
Dois sotaques que se misturam entre a dor, o riso e o amor.
Por isso, olhem sim a capa de cada pessoa, mas virem a página.
Titulo: Corações Quebrados
Série: Quebrados #2
Autor(a): Sofia Silva
Editora: Valentina
Número de páginas: 344


Lembro como se fosse ontem do meu primeiro contato com a escrita da Sofia Silva. O livro em questão foi Sorrisos Quebrados e ele me nocauteou logo na primeira página. Terminei aquele início com os olhos avermelhados, nariz vermelho e coração destruído. E, enquanto lia, só fui me apaixonando mais e mais pela linda história e por aquela escrita poética e cativante. Eu queria mais da Sofia e quando Corações Quebrados chegou, fiquei em festa. Será que ele seria tão bom quanto o primeiro?
Emília era aquele tipo de garota que tinha, aparentemente uma vida perfeita. Vivia bem, tinha pais amorosos, irmãos carinhosos, uma égua a quem amava imensamente e um namorado que era um verdadeiro príncipe. Nada lhe faltava e ela era feliz demais ao lado de todos eles. Até que um acidente de carro mudou sua vida para sempre.Agora, internada na clínica de Rafaela, sua tia, ela tem passado por momentos difíceis, uma depressão profunda e carrega um enorme sentimento de culpa. Sua vida não tem mais sentido e ela não vê mais nenhum motivo para sorrir. Até conhecer Diogo.
Diogo vive em Portugal e, assim como Emília, carrega vários fantasmas do passado. Ele viu vários amigos morrerem na guerra e carrega várias cicatrizes espalhadas pelo corpo e no coração. Desde que voltou para casa ele não é mais o mesmo e não sente mais vontade de fazer as coisas que tanto o alegrava antes. Tudo parece ter perdido o sentido e ele meio que se sente culpado por ter sobrevivido enquanto os amigos não tiveram essa oportunidade. Tudo isso muda quando seu terapeuta lhe faz uma proposta diferente. Ele começaria a conversar, via chat, com Emília. Como ambos tiveram perdas significativas e ainda não conseguiram superar isso, as conversas poderiam ajudá-los a se recuperar.
É uma ideia boa? Com certeza. Mas de início não parece que trará muitos resultados, afinal de contas Emília se encontra muito resistente e não parece fazer muitas questão de dividir algo com Diogo. Contudo, com o tempo, ele vai ganhando sua confiança e os dois passam a trocar cada vez mais mensagens assiduamente. O que começa como amizade logo evolui para uma forte paixão, que logo se torna algo muito mais intenso e belo. Mas será que os dois conseguirão superar todos os problemas do passado e se entregar a esse novo sentimento?
Eu não sei quanto a vocês, mas se eu vejo um drama estampado na sinopse de um livro já me dá um negócio por dentro, uma vontade de agarrar o livro e devorar ele como se não houvesse amanhã. Sou muito chorona, me emociono fácil e basta aparecer um (a) protagonista sofredor (a) que eu já fico com o coração amolecido. Logo, não é de estranhar que os personagens de Corações Quebrados me ganharam logo de cara.
Diogo é aquele tipo de homem que toda mulher deseja (e nesse ponto preciso deixar registrado aqui que a Sofia tem a capacidade de criar os mocinhos mais fofos da vida). Ele é um amorzinho, super carinhoso, atencioso, move o céu e a terra para ver quem ama bem. Já nos primeiros capítulos eu já estava derretidinha por ele. <3 E isso durou até o final!Já com Emília foi diferente. Eu comecei gostando demais dela, mas com o decorrer das páginas fui criando uma certa resistência. Vejam bem, entendo que ela sofrei decepções no passado e não confia muito em ninguém. Isso, para mim, é super compreensível e ficaria muito decepcionada se ela tivesse um surto de confiança e segurança imediata. Porém, a bichinha é chata! Oh gente, eu tentei, tentei muito gostar dela o tempo todo, mas ao passo que eu gostava, ela tinha uma atitude que me deixava pé atrás. Terminei a leitura sem saber se gostei ou não dela. Vi muita gente amando a Emília, mas pra mim não rolou muito bem não. Acho que é porque duas chatas não se bicam. Hahahahaha
A história é linda e acompanhar o amadurecimento de cada um dos personagens, perceber o quanto se esforçam para superar cada dor que passaram, é incrível! Nenhum dos dois tiveram uma vida fácil e, embora carreguem as cicatrizes que o passado lhes deu, eles vão buscando deixar a dor para trás e ir traçando um novo caminho rumo a felicidade. É uma história de superação que enternece o coração. Porém, tenho algumas ressalvas a fazer.
O primeiro é em relação a trama, que começou muito bem e, quando chegou na metade, esfriou bastante. Comecei a empurrar com a barriga e só pensava no que a Sofia iria fazer pra fazer a história andar nos trilhos já que faltava metade das páginas pra acabar o livro e, aparentemente, não tinha mais nada pra acontecer. Não quero ser desrespeitosa, mas o que pude notar é que da metade até as partes finais, a autora foi "enchendo linguiça" e isso me cansou. Outro ponto que começou a me incomodar, e talvez isso tenha se dado porque a história já estava arrastada, foram alguns diálogos. A escrita de Sofia é poética, maravilhosa, daquelas que fazem suspirar. Enquanto a trama estava correndo bem, isso não me incomodou. Mas a partir do momento em que ela começou a ficar morna, ah gente, eu comecei a ficar agoniada. Perdoa gente, mas eu não poderia mentir pra vocês em relação ao que senti.
Isso não significa que o livro seja ruim, muito pelo contrário. Acho que se ele tivesse menos páginas tudo teria corrido super bem e eu teria amado. Na minha humilde opinião de leitora, ficou parecendo que a autora quis esticar um pouco mais para mostrar a evolução dos personagens, mas acabou deixando a trama monótona. Acontece, né gente?!
Em relação a minha nota final, dei 3,5, que é uma nota muito boa. O trabalho da Editora Valentina está impecável e as ilustrações no início de cada capítulo são maravilhosas. Muito embora eu tenha tido meus perrengues com o livro, achei a história linda. Me emocionei em algumas passagens, sorri e já fiquei curiosa pelo próximo da série (estou com as expectativas altíssimas em relação a ele). Leiam e depois venham me contar o que acharam. <3