quinta-feira, 12 de abril de 2012

Resenha #18: Paixão de Primavera


Título: Paixão de primavera
Editora: Petit
Romance do espírito: Leon Tolstói
Psicografado por: Célia Xavier de Camargo
Número de páginas: 359 páginas


Paixão de Primavera foi um livro que me encantou. Primeiro pela capa linda e de extremo bom gosto. Depois, pela história e pelos personagens marcantes.
O livro conta a história de vida da doce Ludmila, moradora de uma aldeia nos montes Urais, na Rússia. Por ser uma jovem de grande beleza, atraía a atenção de todos, principalmente do jovem Dimitri que por ela nutria muita admiração.
Mas, eis que um dia, no meio de uma festividade da aldeia, forasteiros se aproximam. São cossacos, guerreiros liderados pela valente Yuri Vanilevitch que se encanta pela bela Ludmila ao vê-la dançando.
A partir daí nasce entre os dois um amor tão lindo e forte que Yuri não consegue se imaginar sem a sua amada. Deixando-se levar pelo desejo, Yuri arrebata a jovem e a leva consigo. 
O jovem Dimitri, tomado de coragem, vai atrás dos cossacos, tentando resgatar sua bela e doce Ludmila. Porém, é descoberto ao se aproximar do bando e feito prisioneiro pelos guerreiros. Por ser bastante esperto, Dimitri consegue ganhar a confiança do líder Yuri e de seus companheiros, vindo posteriormente a traí-los e conseguir levar a jovem Ludmila para longe dos cossacos.
O que ele não esperava é que Ludmila não aceitasse seu pedido de casamento e lhe fizesse uma dura revelação. Tomado pela dor, decepção e raiva, após um ataque violento de ciúmes, ele a abandona a própria sorte. A partir daí a doce Ludmila passa a enfrentar, sozinha, os vários obstáculos que a vida lhe apresenta. E como são grandes as suas provações.
No decorrer de sua jornada, Ludmila encontra em seu caminho pessoas dispostas a ajudá-la, que dividem com ela o pouco que tem. A humildade, generosidade, o perdão e o amor ao próximo são lições marcantes no decorrer do livro.
Como todos já sabem, sou apaixonada por livros espíritas e por tudo que eles podem nos acrescentar. Paixão de Primavera tornou-se meu livro preferido, por sua sutileza e sensibilidade, pela sua narrativa clara e objetiva. Chorei em várias passagens, me imaginei ali, passando por todas aquelas provações e, assim como tantas pessoas da história, também fiquei encantada pela graça e delicadeza da jovem Ludmila.
A história, ditada por Leon Tolstoi e psicografada por Célia Xavier de Camargo, prende o leitor a cada página. Os personagens são cativantes e é impossível não se emocionar em diversas passagens.
A Petit está de parabéns, tanto pela arte da capa (que está perfeita) como pelos detalhes tão delicados de flores em cada início de capítulo. 
Um livro maravilhoso, que vale muito a pena ser lido. Sem dúvida, a melhor leitura de 2012 até agora.

6 comentários:

  1. Olá,
    Ótima resenha me deu muita vontade de ler o livro.
    *bye*

    Louca por Romances

    ResponderExcluir
  2. Excelente...
    Realmente deu uma vontade de quero mais, boa resenha, boa pedida de leitura. Parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Neyla, querida!
    Comprei este livro no sábado, após ler sua resenha e estou quase terminando de lê-lo. É maravilhoso e muito me emocionou a história de Ludmila.
    Obrigada pela sua dica, sem ela não teria tomado conhecimento do livro e de tão bela história.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia esse livro e achei muito legal tudo que vc escreveu dele. Gosto de estórias forte e dramáticas e esse parece ser ótimo.
    Vou fazer como a moça dali de cima e comprar o meu tb.
    Beijos querida e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  5. Achei a capa desse livro maravilhosa, e o título logo de cara me arrebatou..... Mas, não sei, tenho um pouco de receio em ler livros do gênero... Tenho que pensar mais a respeito.....

    ResponderExcluir