quinta-feira, 10 de maio de 2012

Resenha #20: A noiva indomada



Título: A noiva indomada
Editora: Harlequim
Autor: Juliet Landon
Número de páginas: 250 páginas

Sinopse: Conquista, vingança... e paixão.Lady Rhoese de York tinha um dote bastante atraente. Rica proprietária de terras, ela poderia encher com mais tesouros os cofres do rei caso fosse desposada por um de seus cavaleiros. Mas ela também era uma dama inglesa de gênio forte e que desconfiava dos normandos. Apesar disso, o comandante normando Judhael de Brionne aceita o desafio de conquistar Lady Rhoese. Caso saísse vitorioso, desfrutaria de enormes vantagens. E a principal delas seria possuir Rhoese. E não importava o quanto ela o desprezava. Judhael estava certo de que com o tempo e o calor de seu corpo derreteria o coração de gelo de sua noiva indomada.


Lady Rhoese de York é, definitivamente, uma mulher de temperamento difícil. Proprietária das terras de York, que pertenciam a seu pai já falecido, Rhoese é uma bela jovem de 22 anos, extremamente arredia e com aversão aos homens, em especial aos normandos.
Quando mais jovem, Rhoese envolveu-se com Warin, a quem se entregara por completo, acreditando amar e ser amada. O golpe recebido foi muito grande: logo após a morte de seu pai, ele a trocara por sua madrasta. Desapontada e acreditando que todos os homens são iguais, Rhoese tranca seu coração, não permitindo que homem algum se aproxime.
O que ela não esperava é que Judhael de Brionne, um jovem comandante normando, fosse capaz de derreter o gelo de seu coração. O primeiro encontro dos dois acontece de forma tensa, mas o suficiente para despertar em Jude uma grande vontade de domar o coração daquela mulher que tanto o desprezava.
Vendo-se obrigada a casar-se com Jude (casamento arranjado pelo rei), Rhoese bate pé firme que não quer se casar, afinal não precisa de um marido. No fundo, ela já sente uma atração por Jude, mas seu orgulho não a deixa demonstrar isso. 
O livro começa bastante monótono e só a partir da metade é que a história passa a ficar mais interessante. Rhoese é extremamente mimada, teimosa e arrogante. Em geral gosto bastante das mocinhas de romances, mas essa foi uma exceção à regra. A mocinha estava mais para megera. Se a idéia da autora era fazer com que odiasse Rhoese, parabéns para ela, pois foi bem sucedida em seu propósito.
O jovem normando, ao contrário da mocinha, me cativou do início ao fim. Um personagem bem construído, de caráter forte, carismático, o sonho de qualquer mulher! Foi ele quem me fez gostar do livro, com suas atitudes honestas, seu jeito durão e ao mesmo tempo carinhoso, com sua forma de driblar a arrogância e grosseria de Rhoese, sem se dobrar aos seus inúmeros caprichos.
A história é interessante e o final um tanto clichê, coisa que não é de se surpreender tratando-se de um romance.  Com uma trama leve, uma pitada de mistério e um toque de feitiçaria, A noiva indomada acabou me conquistando. Vale muito a pena ler!

5 comentários:

  1. Oi Neyla!
    Gosto muito de históricos e de mulheres rebeldes, acho que se eu tivesse vivido naquela época seria considerada rebelde também rsrsrs... mas pelo visto a rebeldia da mocinha aí está mais para arrogância, e isso é chato mesmo. Pelo menos o mocinho salvou a história e domou a garota!
    Beijos... Elis Culceag.
    www.arquivopassional.com

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Adoro romances onde o casal protagonista e obrigado a se casar, já que a gente nunca se sabe no que essa relação vai dar. Mais por sua resenha a mocinha e uma chata de galocha e o mocinha deve ter sofrido para poder conquistá-la, apesar disso achei o enredo razoável, dica anotada.
    *bye*

    Louca Por Romances

    ResponderExcluir
  3. Oiiiiii!


    Adorei!
    ;D
    amo esse tipo de estoria!

    ResponderExcluir
  4. Oi flor!!!
    Menina, que historia linda, livro belíssimo. Ah!! tb adorei a capa linda e sugestiva, rsrs. Neyla, recebemos nossos prêmios. Já postamos, passa lá pra ver. Vamos adorar receber-la por lá. Feliz dia das mães. Beijos
    DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO!!

    http://wwwbelascheirosasepoderosas.blogspot.com.br/2012/05/participei-ganhei-e-recebi.html

    ResponderExcluir
  5. Olá Neyla!
    Adoro os romances da Harlequin,gosto muito das histórias em que as mulheres se rebelam.otima resenha.
    Tem post novo no blog,se puder...
    Bjos Fabi
    http://roubando-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir