quinta-feira, 2 de agosto de 2012

O Nome do Vento




Ninguém sabe ao certo quem é o herói ou o vilão desse fascinante universo criado por Patrick Rothfuss. Na realidade, essas duas figuras se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso. Da infância numa trupe de artistas itinerantes, passando pelos anos vividos numa cidade hostil e pelo esforço para ingressar na escola de magia, O nome do vento acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano - os lendários demônios que assassinaram sua família no passado. Quando esses seres do mal reaparecem na cidade, um cronista suspeita de que o misterioso Kote seja o personagem principal de diversas histórias que rondam a região e decide aproximar-se dele para descobrir a verdade.
Pouco a pouco, a história de Kote vai sendo revelada, assim como sua multifacetada personalidade.
Nesta provocante narrativa, o leitor é transportado para um mundo fantástico, repleto de mitos e seres fabulosos, heróis e vilões, ladrões e trovadores, amor e ódio, paixão e vingança.
Título: O Nome do Vento
Série: A Crônica do Matador do Rei: Primeiro Dia
Autor(a): Partrick Rothfuss
Editora: Arqueiro - Páginas: 656
Lançamento: 2009



Começarei a resenha de uma forma diferente do que faço sempre. Começo contando que pela primeira vez na vida em concordo plenamente com uma daquelas frases que vem estampada na capa de um livro. “Este é o típico primeiro romance que muitos autores sonham em escrever. O mundo da fantasia ganhou uma nova estrela”. E com certeza é o tipo de livro que eu gostaria de ter escrito, e com certeza será uma inspiração para continuar escrevendo. Mas vamos ao que interessa... 
Depois de uma sinopse tão completa quanto a essa, o que mais dizer sobre o livro? Detalhes. Sim, detalhes. Creio que isso é o ponto mais forte do livro. Patrick Rothfuss cria não só uma trama amarrada, como também constrói todo um universo repleto de cultura, diversidade e densidade para embasá-la. A história é construída de forma sutil e gostosa, sem deixar de detalhar as coisas, tornando o mundo muito mais verossímil.
Tudo tem começo a partir do misterioso Kote, dono da hospedaria Marco do Percurso, e a aparição de criaturas demoníacas na região onde estava instalado. Aos poucos vamos sendo situados dos acontecimentos mais recentes daquele novo mundo e um novo personagem introduzido na trama muda os rumos do livro.
O Cronista descobre a verdadeira identidade do dono da hospedaria, Kvothe, e pede que lhe conte toda sua história. Kvothe diz que uma história tão importante quanto a dele precisa de três dias para ser contada, e assim adentramos na Crônica do Matador do Rei: Primeiro dia.
Não preciso dizer que a riqueza de detalhes me ganhou. Assim como não preciso dizer que acompanhar o desenvolvimento do protagonista é algo prazeroso, pois o vemos passar por varias coisas mundanas, e não só coisas incríveis. O mistério inicial do livro é mantido para depois e pouco vemos falar dos demônios e do Chandriano. A verdade é que toda a história de Kvothe é tão boa que esquecemos em parte desse detalhe. Mas o melhor é saber que a história continua e que mais respostas nos serão ditas no segundo dia. Agradeço a editora Arqueiro por trazer esse livro para o Brasil, e a oportunidade dada com a parceria. Começamos com o pé direito e que venha o Temor do Sábio.


7 comentários:

  1. Depois de toda essa descrição eu fiquei curiosa!

    ResponderExcluir
  2. Oi Ace!!!
    Sua resenha ficou instigante, ainda bem que o livro valeu a pena, pois é enormeee!!! Também estou com vontade de ler esse livro, e sua resenha positiva me deu mais coragem :)
    Bjs... Elis Culceag. www.arquivopassional.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Ace!

    Que resenha linda, me encantou! Adoro ler livros com essa temática. *-*
    Achei a capa um charme de tão linda!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oii flor!
    Amei tua resenha, a forma que pela primeira vez colocaste...
    hehe

    :D

    beijos.
    Selene Blanchard
    Bacio,Moda & eu

    ResponderExcluir
  5. Oie =)
    menina, menina, tenho esse livro e já li?
    Não! E por quê?
    Simplesmente por sabe que não é um livro qualquer e que terei ótimos momentos com ele mais a cima de tudo é que quero conseguir o segundo volume da série para começar, pois creioq ue querei emendar a leitura uma na outra hehe
    ótima resenha.

    Sinta-se a vontade para me adicionar na redes sociais assim conversaremos mais sobre esse mundo maravilhosos =)
    beliscões carinhosos da Máh-
    Felicidades nos Livros
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
  6. Todos tem falado bem desse livro, o que me deixa só com mais vontade de o ler! Adoro livros detalhados, e com muitas páginas como esse, assim que puder o ler, sei que vou devorar e adorar.


    beijos
    Luana - Lendo ao Luar

    ResponderExcluir
  7. Gostei da sua resenha, já me falaram muito bem desse livro, falam que ele é o livro de fantasia do momento, eu preciso comprar ele logo para dar minha opinião sobre isso.
    Abraços.

    http://viciadoemlivrosefilmes.blogspot.com/

    ResponderExcluir