segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Resenha: O reino de Milian

Título: O reino de Milian
Editora: Dimensões Ficção
Autor (a): Pamela Chris
Número de páginas: 414 páginas
Sinopse: A guerra dos três Reinos já preocupava Ana e sua mãe antes mesmo de David, um garoto do Reino inimigo, chegar. A partir daí Ana vê sua vida mudada. Juntamente com alguns amigos ela deve viajar entre os Reinos, mesmo com o perigo da guerra, e efetuar uma missão nobre. Uma missão que poderia trazer de volta a paz, a alegria que uma guerra de vinte anos tirou. Uma missão que uniria Milian novamente. E Ana está disposta a isso, mesmo que isso signifique que ela pode não voltar viva.

Quando recebi esse livro, através de booktour, não imaginava o quanto eu me empolgaria com a história. Antes de me inscrever no booktour li a sinopse e o enredo me apareceu interessante. Fiquei curiosa e resolvi arriscar. Mal podia imaginar o quanto o livro me traria surpresas.
O livro conta a história de Milian, que é dividida em três reinos: da dança, do canto e do som. Governado pelo rei Ricardo e pela rainha Sara, todos viviam bem e em harmonia. Cada reino possuía um representante: João, Mateus e Carlos.  Após o nascimento do filho do rei, esses representantes sentem-se ameaçados (afinal, não irão mais reinar) e resolvem tramar a morte da família real. Atraindo o casal real para uma emboscada, eles colocam em prática seus planos e dá-se início a uma nova vida em Milian.
Após o dia da traição, muitas coisas mudam. Os reinos, que antigamente eram unidos, hoje não vivem mais em harmonia. Cada um dos representantes governa o seu reino e as pessoas não podem mais conviver com outras de reinos opostos. São estabelecidas fronteiras para que um não possa migrar para outro lugar.
Mas tudo começa a mudar a partir da chegada de David ao reino da dança. Ele é um sonista (morador do reino do Som) e chegou até o reino da dança com uma missão: encontrar Ana, uma jovem dançarina, que o ajudará em sua jornada em busca do filho do rei Ricardo. Junto com Ana, e com outros amigos, David parte em busca daquele que tem como destino unir novamente o Reino de Milian.
O reino de Milian foi um livro que me agradou do início ao fim. A leitura leve e o enredo de conto de fadas é apaixonante. Os personagens são cativantes e é impossível não se encantar por eles, em especial por Ana e David. Ela por sua doçura e gentileza. Ele, pelo coração nobre e força de caráter.
A leitura fluiu naturalmente e foi quase impossível parar de ler. Eu, que costumo dormir cedo (se não, não acordo bem para trabalhar) estava lendo até mais tarde e acordando ainda mais cedo, para poder ver logo o que aconteceria.  É, sem dúvida, um livro encantador e viciante!
Infelizmente, algumas coisas me desagradaram em relação à revisão do texto. O livro possui muitos erros ortográficos. Algumas palavras estão escritas com sílabas faltando e até a palavra mexeu está com a grafia errada (está escrito com ch). Senti também falta daquela separação de histórias dentro do capítulo. Não sei se vou conseguir me expressar direito, mas falo daquele espaço deixado dentro dos capítulos, mostrando que a cena antiga se dissolvera e logo abaixo começa uma nova. Muitas vezes acabei de ler uma frase e, ao passar para a próxima linha, estava já em outra cena. Isso tornou a leitura confusa.
Essas críticas nada têm a ver com a autora que, em minha opinião, deu conta do recado e soube criar uma história apaixonante e bem ambientada. Fica aqui o meu apelo para que a Editora possa ter um pouco mais de atenção e que possa revisar o texto antes de lançarem uma provável segunda edição (que eu espero muito que aconteça).

7 comentários:

  1. Bão conhecia
    Mas para falar a verdade, não me chamou muita atenção

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. A falta de comprometimento de algumas editoras é chocante, livros com erros ortográficos é demais para a cabeça de qualquer um. Também espero que exista mais comprometimento em edições futuras.

    ResponderExcluir
  3. Amei sua resenha. Parece ser um livro encantador e com uma história singular eu diria. Uma pena perder um pouco da magia por falta de cuidado da editora. Muitas vezes eles preferem a pressa em publicar do que a qualidade, mas que bom que pelo menos a história é realmente boa. Já entrou para enorme lista. PARABÉNS!!!

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia esse livro.
    A capa é interessante e a história parece ser legal ;)
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia este livro.
    Gostei muito da resenha. O que eu acho é que as editoras tem que prestar mais atenção na revisão. Poxa vida, somos leitores acima de tudo!! Não gostamos de ler textos carregados de erros. E acho um tremendo desrespeito com a autora, que teve seu tempo roubado em função de uma obra para entreter, ensinar e divertir seus leitores. E outro desrespeito conosco que gastamos rios de dinheiro comprando, já deixei de comprar livros de uma editora por causa disso, independente do autor.
    Mas enfim, desculpe o desabafo aqui, mas como você tocou neste assunto, não custava nada salientar isso.

    Bjkasssssss

    Alessandra Tapias
    http://www.topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Boa noite,

    Não conhecia esse livro e achei a sinopse bem interessante...parabéns pela resenha e pelo blog, já estou seguindo...tem resenha nova no blog...abçs.



    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro e apesar de não gostar muito da capa, achei o enredo bem interessante.
    *bye*

    Louca por Romances

    ResponderExcluir