segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Resenha: Tudo que ela sempre quis


Título: Tudo o que ela sempre quis
Editora: Novo Conceito
Autor (a): Barbara Freethy
Número de páginas: 320 páginas


Sinopse: Ela era a melhor amiga deles, ou assim eles pensavam — até anos mais tarde, quando seus segredos os levam a uma perigosa busca pela verdade sobre quem ela realmente fora... e por que morrera... Dez anos atrás, em uma festa louca, a linda e estonteante Emily caminhava para sua morte, deixando seus três melhores amigos e suas "irmãs" — Natalie, Laura e Madison — devastados. Nenhum deles esquecera aquela noite — ou o papel que cada um teve na morte de Emily, a culpa que os persegue e a perda que ainda sofrem. Agora, um escritor desconhecido entra na lista dos livros mais vendidos com um romance similar à história deles. Quem é ele? Como ele sabe os detalhes íntimos de suas vidas? E por que ele está acusando um deles como assassino? Quando eles começam a desvendar a verdade sobre a amiga em comum, irão redescobrir um amor que ela perdeu há muito tempo e descobrir segredos que vão mudar sua vida para sempre...


Tudo que ela sempre quis é um daqueles livros com mistérios que, quando começamos a ler, não conseguimos mais parar. E eu, como amante de histórias cheias de tramas, devorei o livro e adorei!
Natalie, Madison, Laura e Emilly se conheceram quando foram para a faculdade. Tornaram-se amigas inseparáveis por 1 ano e meio, e tudo ía bem até a morte de Emilly. Após a tragédia, as meninas se afastam, cada uma tocando sua vida em frente em busca de suas realizações profissionais e pessoais.
Dez anos se passam e a lembrança de Emilly ainda é forte na vida daqueles que a conheceram. Uma garota cheia de vida, sempre disposta a unir os amigos e dar a eles o incentivo que tanto precisam. 
O que ninguém esperava é que, depois de todo esse tempo, ela fossem se reencontrar por conta do lançamento de um livro. O autor, Garret Malone, em seu livro Fallen Angels, conta uma história similar a dessas quatro jovens. E com um quê a mais: ele acusa uma das garotas de ter assassinado Emilly.
Começa então uma caçada a Garret Malone, onde passado e presente se encontram, segredos são revelados, amores redescobertos e as amizades restabelecidas, mesmo sob a sombra de um assassinato.
A trama criada por Barbara Freethy é sólida e impactante. Uma história onde cada virada de página é uma nova descoberta e onde o desejo de encontrar o responsável por tudo se sobrepõe a qualquer tipo de coisa. Preciso dizer que quase não larguei o livro? 
Os personagens também foram muito bem construídos e é impossível não estabelecer um certo apego com cada um deles. Apesar de ter uma participação tão ativa na trama, Natalie não teve o carisma necessário para que eu me encantasse por ela. Aquele dito "não fede e nem cheira" cai como uma luva para definir minha relação com ela. Não que ela seja apática ou coisa que o valha. Mas eu não consegui sentir por ela a simpatia que tive por Dylan, por exemplo. 
E já que falei nisso, confesso que caí de amores por ele e seu jeitão misterioso. A história dele me envolveu e acabou se tornando o meu personagem preferido. Acho que é por que tenho uma queda por homens sérios e com um quê de mistério no ar (né Ace?).
Uma história empolgante, com doses de mistério e romance. Recomendo!

10 comentários:

  1. Aiiiiiiii, adorei sua resenha, claro.
    Confesso que quando li 'Tudo que ela sempre quis' pensei em romance ou algo do tipo, rs, e como não tinha ouvido falar desse livro ainda me surpreendi com a sinopse.
    Adoro livros que nos fazem virar a noite e não querer largar, mesmo que no outro dia a gente fique 'pescando' de sono o dia todo, hahaha

    Parabéns Neylinha, acho que não tem uma resenha que você faça que eu não morra de vontade de ler o livro, hehehe.

    Beeeijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sarah *-----* É tão bom saber disso :)
      Beijos

      Excluir
  2. Carambaa, que massa !
    Fiquei muiito a fim de ler.

    ResponderExcluir
  3. Oi Neyla!
    Fico feliz que o livro seja tão empolgante, pois ganhei ele em uma promoção e pretendo ler em breve.
    Adorei a resenha *-*
    Beijos... Elis Culceag.
    www.arquivopassional.com

    ResponderExcluir
  4. Adoooorei a resenha! Já tinha visto esse livro em diversas caixinhas de correio, mas nunca parei para ler a sinopse ou alguma resenha. A história parece ser muito bem construída, mas por ser um suspense/mistério, não sei se seria um livro que eu escolheria \: . Simplesmente não tenho paciência para esse tipo de coisa, vai me dando aflição u_u hasudhaushduhasiud.
    Enfim, quem sabe um dia em que eu esteja mais ao estilo de Sherlock Holmes e tal, eu não me arrisque na leitura né? n__n

    Beeeeeijinhos e uma ótima semana! :*
    www.linguadoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Neyla! Que bom que temos um livro bem elaborado, personagens carismáticos e uma boa história, assim é mais gostoso ler. Gostei muito da resenha, super empolgante, você mostra mesmo o quanto gostou do livro.
    E a declaração para o Ace fechou com chave de ouro.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Só leio resenhas positivas sobre esse livro, o que só faz aumentar a minha vontade de lê-lo.
    *bye*

    Louca por Romances

    ResponderExcluir
  7. Adorei a sinopse e resenha, parece ao mesmo tempo envolvente, profundo e misterioso na medida certa. Já está na lista de leitura e desejados, estou em uma fase bem 'policial'.
    Bjkas,

    Monique Martins
    MoniqueMar
    @moniquemar

    ResponderExcluir
  8. Neyla, essa é a primeira resenha positiva que vejo deste livro, sabia?
    Ainda bem que vi sua resenha, pois já estava desistindo de colocar o livro na minha lista de próximas leituras :)
    Só achei que são muitos nomes, e isso pode confundir o leitor um pouco :S
    Fiquei curiosíssima para saber quem é esse escritor e como ele sabe da história rs

    Adorei a resenha!

    Beijos :*
    salaodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Humm..... Também gostei muitíssimo do Dylan!!!!!!! De um modo geral, gostei muito da trama e todas as minhas suspeitas caíram por terra no final.... Não fazia ideia.....

    ResponderExcluir