quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Trocando livros...


Oi amores!
Hoje resolvi falar a respeito de um tema que muito me agrada: a troca de livros. 
Muitos aqui sabem que faço, constantemente, trocas de livros no Skoob e no blog Comunidades Resenhas Literárias e não foram poucas as vezes que vieram me perguntar como tenho coragem de "desapegar" dos meus livros. E é sobre isso que vou falar.
Há um tempo atrás (uns 2 anos mais ou menos) eu não era adepta das trocas. Sempre ganhei muitos livros do meu "pai 2" e alguns títulos não me interessavam muito, mesmo assim eu os guardava. Não sei bem explicar o por quê de não consegui-los passar adiante. Algumas vezes achava que ninguém iria querer os livros que eu tinha. Em outras, era por conta daquele apego extremo, abusivo e desnecessário. Eu pensava: "Ah, não vou trocar não, é meu, deixa aí no cantinho que não tá fazendo mal a ninguém.". E lá ficavam os livros, mofando nas prateleiras.
Nesse ponto preciso confessar: eu era (e ainda sou) muito apegada a coisas materiais. Acho que, quando a gente gosta de algo, é normal se apegar. Mas eu exagerava na dose me apegando a livros que não despertavam em mim a mínima vontade de ler/reler.
Foi aí que eu conheci a Comunidade Resenhas Literárias, no orkut (que, diga-se de passagem, eu uso com frequência). Sei que já contei aqui, mas pode ser que alguém não tenha lido, então vou repetir. A primeira vez que entrei no tópico chamado PULA (Passe um livro adiante) vi sendo oferecido o livro O rancho, da minha diva master Danielle (linda) Steel. Eu não podia deixar passar. Já havia lido o livro e como toda boa fã, queria ter ele para mim. Mas qual livro eu daria como moeda de troca?
Lá fui eu para as prateleiras, decidir qual livro eu colocaria lá. Acreditem, eu passei quase 1 hora decidindo qual livro iria oferecer, porque não conseguia desapegar. O escolhido foi Assim falava Zaratustra, que eu li por conta da faculdade e que não era muito o meu estilo (podem me apedrejar, mas eu não curti o livro). Logo alguém aceitou ele e passei a colocar mais livros para troca e ir pegando livros que realmente me interessavam (principalmente Agatha Christie).
Com o tempo, comecei a usar o Skoob para fazer trocas de livros. Eu tenho a conta há muito tempo, mas só usava para cadastrar livros como lidos. Comecei fazendo trocas Livro x Livro, depois passei para o Plus e não parei mais. Hoje não faço mais trocas de Livro x Livro, já que (infelizmente) existem pessoas desonestas e  tenho medo de tomar um calote. Gosto de trocar via Plus, que me dá uma segurança maior.
A minha experiência com as troca é a melhor possível. Pelo Skoob fiz três troca Livro x Livro com pessoas honestas e que me enviaram livros em ótimo estado. Pelo Plus também não tive problemas. O último livro recebido foi o É agora...ou nunca, da Marian Keys, que mostrei para vocês na última Na caixinha do correio. Pelo PULA também não tive problemas. Todas as pessoas com quem fiz trocas foram honestas e se tornaram muito queridas por mim.
Aqui em Salvador, a galera do Clube do Livro (do qual eu faço parte) promove um troca-troca de livros no primeiro domingo do mês, na Praça do Campo Grande, onde acontece a Feira do Livro mensal. Acho uma excelente oportunidade para desapegar, tirar da estante aquele livro que você não vai reler e que não sabe o que fazer com ele. 
Para quem tiver interesse, a troca de livros e a feira mensal acontecem nesse domingo, 02/12, a partir das 1h. Apareçam por lá! Infelizmente, não é certeza eu ir esse mês, já que estou doente e não sei se estarei melhor até domingo.

E vocês, trocam os livros que não têm interesse? Ou deixam o pobrezinho tomando "chá de cadeiras" na estante?
Em tempo: quem quiser ser meu amigo no Skoob, não se acanhe. O link do meu perfil é esse AQUI. Podem adicionar e puxar papo que vou responder, ok? :)
Um super beijo e não esqueçam de comentar!


8 comentários:

  1. Ah, eu troco ou dou pra alguém ou alguma instituição.
    Ultimamente tenho desapegado em sorteios, como os q estou fazendo agora. Detesto coisa parada, principalmente livros. Se não é o q quero ter pq gosto e vou ler outras vezes, faço ele circular o mais rápido possível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim que postei vi a promoção no seu blog e achei que esse post fosse a sua cara! rs

      Excluir
  2. Que legal isso! Eu não sei se aqui no RJ tem algum encontro de troca de livros... preciso me informar mais sobre isso.
    Eu também me apego demais aos meus livros, como se cada um fizesse parte de mim e me desapegar deles é sempre dolorido rsrs
    Mas estou interessada em fazer isso e vou ver quais tenho para troca ;)

    Beijinhos
    Renata
    http://escutaessa.blogspot.com.br
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    eu tb era igual você não conseguia me desapegar, mas com o tempo minha estante foi ficando pequena e não cabia mais nada, ai minha mae me fazia doar para a biblioteca, depois que descobri a troca foi um jeito mais fácil de manter minha estante renovada, mais livros para ler, gastar menos.

    Eu recomendo trocas para todo mundo, sempre tem alguém que quer ler o que vc ão gostou mto.

    ResponderExcluir
  4. Já fiz 2 trocas no skoob e graças a Deus, deu tudo certo!
    Estou negociando a terceira troca, ;)

    Não sabia dessa feira mensal, vou tentar ir.

    Melhoras e bjo!

    ResponderExcluir
  5. Caraca, eu não sei se tenho coragem de passar adiante.
    Não gosto muito de A ultima carta de amor, mais acho a capa tããão linda que não quis trocar.

    ;)

    beijocas,
    modaeeu.blgospot.com

    ResponderExcluir
  6. eu sempre troco , vou no sebo em uma cidade próxima e troco !

    ResponderExcluir
  7. oii! eu sempre troco, empresto e vendo. nunca deixo parado.
    tem livros que eu realmente amo e quero ter, mas eles estao sempre circulando, nao importa se voltam um pouco mais sujos ou batidos. livro tem que estar na mao de quem lê, sempre!

    ResponderExcluir