sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Resenha: Confusões em Paris





Título: Confusões em Paris
Editora: Ixtlan
Autor (a): Vanessa Sueroz
Número de páginas: 220 páginas


Sinopse: O sonho de todo jovem é viajar para outro país só acompanhado dos amigos. Um grupo de nove amigos consegue alguns dias de folga na escola e resolve pegar um avião rumo a Paris. A confusão começa porque não avisam Patrícia sobre a viagem e muito menos para onde estão levando a pequena ruiva. 
Em Paris e sem nenhum adulto por perto, os nove jovens vão aprontar muito, principalmente quando todos resolvem se juntar para fazer Ricardo e Patrícia se entenderem, o que nunca aconteceu antes. 
O que nove adolescentes são capazes de fazer sozinhos em um país desconhecido?


Há algum tempo eu paquerava Confusões em Paris, da autora nacional Vanessa Sueroz. A sinopse me passava a ideia de uma história leve e divertida. E a capa, simples e fofa, me fazia imaginar que, no meio de toda essa diversão, tinha cheiro de romance no ar. E foi a mais pura verdade.
Em Confusões em Paris conhecemos Paty e sua turma da escola: Jonas, Gabi, Tainá, Cesar, Samuel, Paulo, Alice e Ricardo Sousa. Animados e sempre a procura de diversão, essa galerinha está sempre aprontando alguma coisa. E, com uma folga de 4 dias da escola, eles decidem viajar para Paris e conhecer a tão falada Cidade Luz.
O único problema era a Paty, que com certeza se recusaria a viajar com eles. Pensando nisso, eles decidem bolar um plano: irão “sequestrá-la” e levá-la dormindo até Paris.
O que você faria se os seus amigos te levassem, sem o seu consentimento, para um lugar onde não quisesse ir? Se você ficaria chateada (o), eu te digo que a reação de Paty foi ainda pior. Acho que furiosa define bem o sentimento dela ao acordar num avião, com destino a Paris. Como eles puderam levá-la para passar 4 dias em Paris sem que ela aceitasse isso? Ainda mais com o Sousa, que ela odeia! Mas, o que ela não sabe é que essa viagem reserva muitas surpresas e que muita coisa vai mudar em sua vida disso.
A história, narrada por Paty, é muito mais que uma história divertida, com confusões de uma turma de amigos. A trama é mais focada nas confusões de sentimentos de Patrícia e na sua descoberta (e não aceitação) do amor.
Confesso que achei a personagem protagonista uma chata, cheia de frescuras e sempre pronta para dar um “pití”. Apesar de ter 17 anos, muitas vezes ela se mostra bem imatura, beirando a infantilidade mesmo. Aquela velha história de fazer birrinha por qualquer coisa à toa. Essa é Patrícia Vasconcelos!
Por outro lado, Ricardo Sousa me ganhou desde o inicio. Fofo, maduro, super cavalheiro lindo, ele é o sonho de muitas garotas. Em minha opinião, é o personagem mais cativante do livro (nem preciso dizer que caí de amores por ele, né?).
Gostei muito da escrita da autora, que é bem simples e dinâmica. A história é bem adolescente, mas me rendeu boas risadas, lembrando das minhas “aventuras” nessa fase tão gostosa que é a adolescência.
Recomendo para a galera adolescente que, certamente, vão se identificar com as confusões da turminha, e para todos que buscam uma leitura mais leve.

13 comentários:

  1. Que protagonista chata heim! Quem não quer ir passear em Paris?????

    ResponderExcluir
  2. eu só nao curti muito a capa desse livro

    ResponderExcluir
  3. Oi!

    Estou passando para convidar você para uma super promoção que tá rolando lá no blog

    http://livroterapias.blogspot.com.br/2012/12/promocao-de-natal-morte-subita-brinde.html

    Beijinhos

    Rízia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  4. Oi Neyla! Acho que este é um livro mais teen. Pelo visto é aquela leitura que relaxa e diverte, de maneira despretensiosa.
    Espero ler uma hora dessas. Sucesso para mais esta autora nacional, que nos traz as lembranças da adolescência.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Oi Neyla,
    Mto obrigada pela resenha e espero realmente que tenha gostado e se divertido com a leitura.

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  6. Olha, pode me sequestrar a qualquer hora se a finalidade é levar pra Paris kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  7. Que legal a sua resenha, o livro parece ser bem leve e divertido!
    Gostei :)
    Eu gostaria muito que me levassem para Paris *-*, melhor ainda se fosse um homem lindão, tudo de bom que e super apaixonado que me levasse rsrsrs

    Beijinhos
    Renata
    http://escutaessa.blogspot.com.br
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  8. OI Neyla!
    ai ai essas protagonistas que vão até Paris a força,cadê meus amigos pra fazer isso por mim rsrs. Imagino que ela e o Souza deve brigar a toda hora rs..Deve ser realmente divertida a história. Quando tiver oportunidade com certeza eu lerei ^^

    Indiquei um meme de incentivo a leitura http://ensaiosdeumaleitura.blogspot.com.br/2012/12/meme-literario-recebido-incentivo.html

    Tenha uma Ótima semana!
    Beijos ^^

    ResponderExcluir
  9. Gostei do enredo, parece ser bem leve e descontraído.
    Ótima dica!!
    *bye*

    Louca por Romances

    ResponderExcluir
  10. Oi Neyla!
    Eu achei a sinopse desse livro bem interessante. Pela sua resenha, percebi que é um livro realmente bem teen e que relaxa.
    A protagonista deve ser muuuito chata, porque quem não iria querer ir para Paris, a Cidade da Luz?
    Se tivessem me convidado, eu acho que iria até com a roupa do corpo.. hahaha
    Adorei a resenha!

    Beijos :*
    salaodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. SAbe que eu gostei da capa. Achei bem desenho anos 80, e eu adoro!!

    Esses livros com temas adolescentes que rendem boas risadas e uma pitada de raiva da protagonista são ótimos, principalmente para intercalar leituras mais intensas.

    Adorei a resenha e a dica!!

    Bjkas

    ResponderExcluir
  12. Assim como você eu meio que fiquei encantada com a história já pela sinopse, realmente lendo ela quem não espera um romance daqueles.
    Fiquei muito curiosa sobre tudo que vai acontecer entre Paty e Ricardo. Haha amor e ódio em plena Paris, isso com certeza vai render muita diversão.
    Apesar de entender a revolta da Paty com os amigos eu acho que eu no lugar dela trataria logo de resolver as diferenças e aproveitar. Não é todo dia que se passa feriados em Paris.
    Realmente adorei a resenha, vou anotar mais essa dica do blog, todos os livro que li por indicação sua Neyla me agradaram muito, estou muito contente de ter descoberto o blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Aninha! Fico MUITO feliz por isso, viu? Vc é uma fofa *-*

      Excluir