quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Resenha: Dizem por aí











Título: Dizem por aí
Editora: Novo Conceito
Autor (a): Jill Mansell
Número de páginas: 430 páginas





Sinopse: O namorado de Tilly Cole acaba de se mudar do flat deles com metade de suas coisas. Sem nada para prendê-la, Tilly decide rapidamente morar mais perto de sua melhor amiga, Erin, em um vilarejo minúsculo em Cotswolds. Lá, Tilly é contratada no mesmo momento como faz-tudo em uma empresa de design de interiores. Para sua surpresa, a cidade pequena transborda escândalo, sexo, fofoqueiros e boatos, focados basicamente em Jack Lucas, o homem lindo de muita classe e melhor amigo de seu chefe. Todos falam para Tilly ignorar o encanto por Jack, que ela será apenas outra em sua cama se ela se deixar levar; mas Tilly, que trabalha ao lado de Jack, enxerga uma parte carinhosa e cuidadosa dele que não é revelada à cidade. É impossível que ele seja a mesma pessoa de quem todos falam. Ou é possível? Tilly deve separar os fatos da ficção e seguir seu instinto neste divertido romance moderno.

Não são muitas as vezes que começo a escrever uma resenha e simplesmente "empaco" nas palavras. É meio difícil para mim resumir, em poucas palavras, todo o meu apreço (ou não) por um livro, em uma resenha. E isso aconteceu anteontem, ontem e hoje, enquanto tentava escrever sobre Dizem por aí.
Eu adoro romances, isso não é segredo para ninguém. E se o romance é super bem humorado, fica melhor ainda. E o que dizer quando a trama se desenrola de uma maneira tão gostosa que é difícil querer largar o livro? E quando você se apaixona perdidamente pelos personagens que quer trazê-los todos para sua vida? Foi isso que aconteceu comigo e com o livro em questão.
Confesso que demorei a tirá-lo da estante por pura preguiça. Desde que chegou, a sinopse me atraiu, mas eu olhava para o livro e não conseguia enxergá-lo como a leitura da vez. Foi só quando estava passando por uma ressaca literária das fortes, que resolvi pegá-lo, para ver se conseguia levar a leitura a frente. Em um dia e meio eu "matei" o livro e adorei a história.
Tilly Cole acabou de ser abandonada pelo namorado. Ele simplesmente pegou as coisas de casa e foi embora, sem ao menos avisá-la. Em uma visita a sua melhor amiga Erin, que mora num vilarejo em Cotswolds, ela se depara com um anúncio meio inusitado no jornal: "Garota faz-tudo, emprego divertido em casa do campo.". Decidida a descobrir o que seria esse emprego divertido, Tilly entra em contato e acaba conhecendo Max e sua filha Louisa. 
O trabalho consiste em fazer de tudo: cozinhar, cuidar da casa e do cachorro, levar Lou na escola e ajudar Max em algumas tarefas na sua empresa (ele é design de interiores). O entrosamento entre os três se dá de forma tão natural que é quase impossível para Tilly desistir do emprego. Para ela, que queria muito recomeçar a vida em uma cidade mais calma, tem sua chance trabalhando ao lado de Max, que é o chefe perfeito.
Ela só não contava que iria encontrar um homem que abalaria suas estruturas. Esse homem é Jack Lucas, o solteiro mais cobiçado da cidade. Com várias mulheres se atirando a seus pés e uma gigantesca fama de conquistador, Jack é o tipo de homem que hipnotiza as mulheres. Sabe aquele tipo que é lindo? Multiplique por mil, acrescente a isso  charme, elegância, carisma e um jeitão misterioso: esse é Jack Lucas! 
Você resistiria a uma combinação dessa? Pois bem, Tilly resistiu. Por mais que ele fosse tudo aquilo que ela sempre quis, ela sabia da fama desagradável dele e não queria ser mais uma conquista. Mas, com o tempo, ela foi percebendo que nem tudo aquilo que era dito sobre ele parecia ser verdade. O Jack que ela passou a conhecer era diferente do Jack dos boatos. Será que ela deveria arriscar e se envolver com ele?
Dizem por aí é um livro leve, com muito humor e com personagens muito fofos. No decorrer da trama, vamos conhecendo outros personagens e seus dramas. Erin, Fergus e Stella formam um triângulo amoroso divertido e, ao mesmo tempo, tão comovente. Apesar da trama central girar em torno de Tilly (e de eu a achar uma fofa), não tem como negar que as partes que mais me empolgaram eram as que o trio acima aparecia. E não vou contar o motivo, por que acaba por perder a graça.
Esse foi o primeiro livro que li da Jill Mansell e adorei. Pretendo ler Uma proposta irrecusável, que também foi lançado pela Novo Conceito. Super recomendo o livro!

10 comentários:

  1. Oie!!
    Nossa, a resenha ficou perfeita, me senti lendo o livro de novo!! Achei esse livro leve, engraçado e bonitinho. Tem lá o seu clichê, mas é bom.
    Vou esperar você ler Uma Proposta Irrecusável pra saber o que achou. Só depois vou ver se quero, rs.

    Bjkassssssss

    ResponderExcluir
  2. Ai que livro delícia esse, Neyla! *-*
    Eu adoro livros com essa típica 'comédia romântica'. Acho que vou colocá-lo entre as próximas leituras. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  3. Oi flor,
    Estou com o livro aqui pra ler, também não li nada da autora.
    Gosto de livro leves e com personagens fofos depois de algumas leituras pesadas, vou lê-lo em breve :D
    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  4. Oi Neyla,

    Eu também nunca tinha lido nada da autora, mas amei o livro demais, ri tanto sozinha....
    Uma leitura leve e tranquila, ótima!!!!
    Beijosss

    Lay
    De Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  5. Hey~ Seu é muito bonito ♥ por isso resolvi te convidar a participar no Blog Destaque lá no meu, oque você acha? Se tiver interesse dá uma passadinha rapida lá no meu blog para saber como aparecer lá ^^ mas se não tiver interesse então desculpa o incomodo, tenha uma Boa Semana!

    http://himi-tsu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Já vim tantas resenhas desse livro, e tudo negativa e positiva. Eu gostei muito da sua resenha e só por causa dela irei botar o livro na minha lista grandona de próximas leituras.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Acho a capa desse livro bem legal e tenho vontade de ler esse livro.
    Se passar por mim, com certeza vou ler ;)
    Parabéns pela resenha, ficou 10

    Beijinhos
    Renata
    http://escutaessa.blogspot.com.br
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  8. Oi Neyla!
    A resenha está meiga, posso imaginar você escrevendo e sorrindo rsrsrs... Adoro intercalar romances leves e fofos com outros tipos, a dica está anotada. Um ótima entrada de ano para você e para Ace!!!

    Feliz 2013!!!

    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  9. ohhh terminei de ler esse livro ontem e concordo totalmente com você, ele é fofo e mega recomendado!!

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Amigaaa!!!

    To precisando ler um livro assim viu!
    Bem alegre e feliz!

    Nada de drama, sofrimento, coração partido, lágrimas...

    É tão bom quando vc fica feliz por uma alegria alheia!
    Chega a deixar a gente mais leve não é?!
    Juntam aquelas lagriminhas de alegria no cantos do olhos, mas elas não chegam a cair. Ficam lá, só dando um brilho a mais ao momento vivido (ou lido).

    Quando eu tiver uma oportunidade vou comprá-lo!

    Confesso que pensei que era algum romance tipo YA e a capa tambem não me chamou nem um pouquinho de atenção! Mas sua resenha ficou tão fofa!!! *-*

    Vai para os desejados!!!

    Beijokas da Gi!

    ResponderExcluir