terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Resenha: Eu sei o que você está pensando



Título: Eu sei o que você está pensando
Editora: Arqueiro
Autor (a): John Verdon
Número de páginas: 340 páginas

Sinopse: Uma carta perturbadora chega via correio com uma simples declaração ao final: "Veja como conheço seus segredos - apenas pense em um número." Errará quem pensar que uma carta dessas chega a seu destino final apenas por obra do acaso. Para o detetive aposentado da polícia de homicídios da cidade de Nova York, Dave Gurney, que está formando uma nova vida ao lado de sua esposa Madeleine, as cartas começam a deixar de ser estranhas para se tornarem um complicado quebra-cabeça que levará a uma enorme investigação sobre assassinatos em série. Trazido para o caso como consultor, Gurney em pouco tempo percebe pistas que a polícia local deixou passar. Ainda assim, diante de um oponente que parece ter o dom da clarividência, Gurney vê seus esforços irem em vão, seu casamento rumando a um precipício e, finalmente, um medo incontrolável de que seu adversário não pode ser parado.

Não é segredo para ninguém que lê o blog que eu adoro romances policiais. E, desde que li a sinopse de Eu sei o que você está pensando, venho paquerando ele no catálogo da Editora Arqueiro. Assim que surgiu uma oportunidade de ler, eu agarrei com muita vontade e não me decepcionei.
David Gurney é um detetive aposentado, que vive em meio a seus próprios fantasmas. Seu relacionamento com a esposa não é dos melhores e ele vive sempre mergulhado em trabalho. Logo de imediato, nota-se que o relacionamento entre os dois não é bom. É como se houvesse um mistério, um fantasma do passado a assombrá-los.
Quando David é procurado por um antigo colega de faculdade, Mark Mellery, ele se vê diante de um caso um tanto inusitado. Mark recebeu uma carta, desafiando-o: ele sabia em qual número Mallery pensaria. Ao abrir o outro envelope, eis que lá está o número em que pensou. E não pensem que isso termina por aí? Mallery continua recebendo outras cartas, escritas em forma de versos ameaçadores. Seja lá quem for quem escreve essas cartas, tem algo contra Mallery e ele precisa ter muito cuidado.
O livro é dividido em três partes. A primeira é um pouco arrastada. Nela começamos a conhecer os fatos e imaginar o que pode estar ocasionando tudo. Não que seja ruim, mas não há muita ação envolvida, são apenas buscas de provas, tentativas de descobrir o que está acontecendo.
É a partir da segunda parte que o livro começa a ficar num ritmo intenso. Novos casos vão aparecendo, mortes, pistas falsas e um assassino extremamente frio, calculista e inteligente. Ele só não contava com a sagacidade de David. Ele sabe que há algo de errado, só precisa descobrir o quê.
Com seu jeito durão e uma mente brilhante, David vai, aos poucos, encaixando as peças desse grande quebra-cabeça. A cada virada de página ele foi ganhando minha simpatia e respeito. Conduzindo o caso, mesmo que contra sua vontade no início, David vai fazendo deduções, descobrindo mais pistas e chegando, cada vez mais perto, da verdade.
 Em paralelo, vamos conhecendo mais a respeito de seu relacionamento com sua esposa, Madeleine, e descobrindo o que ele guarda que tanto o atormenta.
Na terceira parte do livro eu não conseguia mais largar o livro. Estava emocionante demais e, quando todo mistério foi revelado, eu só conseguia dizer: como não consegui pensar nisso antes?
Esse é o livro de estréia de John Verdon e ele me ganhou. Com uma escrita ágil e uma narrativa detalhista, mas sem ser maçante, ele foi me prendendo a cada capítulo. Estou bem ansiosa para ler Feche bem os olhos. Espero que seja uma leitura tão boa quanto essa.
Recomendado!

10 comentários:

  1. Boa noite Neyla,

    Li a sinopse e gostei, mas depois da sua resenha ele vai para a minha lista...parabéns...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olha que pela capa eu não dava nada para esse livro, mas depois da sua resenha eu vou é comprar logo logo. Coitada de mim, só dívidas de livros. rs

    clicandolivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Neyla,
    Eu li esse livro ano passado e adorei! Fiquei grudada no livro até terminar rsrs ficava pensando e imaginando como o assassino tinha feito certas coisas. Muito legal, né?
    Li recentemente o "Desaparecido para sempre" da Harlan Coben(mais ou menos na mesma linha) e gostei bastante.
    Parabéns pela maravilhosa resenha!
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  4. Oie,
    Gostei da resenha, ja tinha visto a capa do livro por ai, mas nao tinha parado para saber mais sobre ele.

    Gostei!!

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Também adoooooooooro romance policial!

    Esse livro está na minha lista faz tempo... Ainda vou ler.

    Adorei saber que você gostou, assim eu sei que não vou me arrepender.

    Bjkassssssss

    ResponderExcluir
  6. Olá Neyla!
    Já tem um tempinho que não passo por aqui. Corrigindo isso agora!
    Já havia lido algumas resenhas do livro,todas positivas como a tua. Tb gosto de romances policiais, a mistura entre suspense,aventura e amor sempre me pareceu certa.
    Bjos
    Fabi
    http://www.roubandolivros.com

    ResponderExcluir
  7. Também adoro romances policiais. Eu pedi esse livro em um amigo secreto, mas não ganhei, vou ter que comprar pois agora fiquei com mais vontade ainda de ler.

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Adoro livros assim, quero muito ler ele, já entrou para a listinha.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Li esse livro e resenhei no meu blog. Realmente é difícil de acreditar q esse seja apenas o livro de estreia do Verdon. Muito bom, intrigante, cheio de suspense e envolvente até o fim!

    Parabéns pela resenha e pelo blog!
    Adriana Medeiros
    minhavelhaestante1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Neyla! Também gosto de livros policiais, e este livro é sempre muito elogiado. Eu nunca li nada do autor, mas percebi por sua resenha que ele escreve muito bem. Preciso é achar tempo para encaixar este livro nas minhas leituras. Parabéns pela resenha.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir