quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

A Sabedoria do Condado










Um guia do Hobbit para a vida de milhões de fãs do J.R.R. Tolkien.Smith mostra que uma toca-hobbit é, na verdade, um estado de espírito e como até as menores pessoas podem ter o valor de um Cavaleiro de Rohan. Ele explora assuntos importantes para os hobbits, como cerveja, comida e amizade, mas também assuntos mais sérios, como coragem, vida em harmonia com a natureza e bem versus mal.
Como prazeres simples como jardinagem, longas caminhadas e refeições deliciosas com amigos podem fazer você significativamente mais feliz? Por que o ato de dar presentes no seu aniversário em vez de recebê-los é uma ideia tão revolucionária? E como podemos carregar nosso próprio “anel mágico” sem sermos devorados por ele?A Sabedoria do Condado tem a resposta para essas perguntas.
Título: A Sabedoria do Condado
Autor(a): Noble Smith
Editora: Novo Conceito
Páginas: 176

Quem nunca desejou uma vida simples e feliz  longe das preocupações e chateações do dia a dia? E quem imaginaria encontrar um espelho, um caminho a seguir, ao observar a pureza do Condado dos Hobbits? Por que a vida desses pequeninos seres da ficção parece tão boa? Noble Smith é o homem que imaginou isso. Esse foi o homem que buscou na simplicidade do estilo de vida do Condado lições para uma vida mais prazerosa. E como me foi prazerosa a leitura deste livro.
Vou começar falando do que muita gente já sabe; A Sabedoria do Condado é um livro de autoajuda. Eu sei, difícil de se imaginar algo do tipo, muita gente não gosta de autoajuda, mas esse livro é muito diferente daquele modelo convencional. As lições são deliciosas de ler mesmo que você não ache que precisa retirar nada dela. A mágica está nos detalhes, e é assim que Noble Smith conquista o leitor.
O livro propõe questões para busca do sucesso e bem-estar a partir de situações do estilo de vida dos Hobbits, e também de outros elementos do universo criado por Tolkien. Conhecer a obra do autor é importante, mas não impede a leitura pois varias informações são dadas em quadros adicionais. Inclusive informações dos bastidores do livro, dos filmes, da vida do autor e até uma receita bem diferente. Todas essas comparações e inserções que dialogam com a nossa realidade tornam a leitura agradável e aproxima mais aqueles que são fãs e também os que não são da Terra Média e a obra "Tolkieniana".
Nem todas as lições são cabíveis, afinal nem todo mundo pode plantar o seu próprio jardim, mas é uma obra que chega para somar. Toda a discussão sobre amizade real, ganância exagerada, amor, convívio social, aproveitar os pequenos prazeres da vida é tão despretensiosa que se assemelha a um generoso conselho de amigo. E que bons amigos são os Hobbits.
A Sabedoria do Condado foi a surpresa mais gostosa das minhas férias, que por sinal aproveitei como um festivo e alegre Hobbit, me permiti até beber uma cerveja preta, coisa que não costumo fazer pois não gosto de bebidas alcoólicas. Toda essa sabedoria foi absorvida de bom grado; continuo a seguir minha jornada, me livrando do meu "Gollum particular" e buscando a minha tão desejada toca-hobbit.


9 comentários:

  1. Não fazia ideia de que esse livro é de auto-ajuda, então ainda bem que não solicitei ele na editora haha. Mas o motivo principal para não ter solicitado foi porque não li nenhum livro do Tolkien e achei que seria necessário para a leitura deste.

    Beijos,
    Bianca - www.epilogosefinais.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza que se surpreenderia se pedisse. Não lembra em nada o papo chato convencional dos livros de autoajuda. A dinâmica é muito interessante, se puder procura uma amostra do livro e leia um capitulo.

      Abs.

      Ace

      Excluir
  2. Olá Neyla, menina não sei como você consegue , rsrs , eu esses dias estou no livro O pequeno príncipe . Parabéns pelo blog , desculpe não poder visitar como gostaria mais sempre que posso dou uma espiada, bjs e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  3. Ace do céu!!! Adorei a resenha!!!
    Esse livro é muito legal mesmo. Adorei a receita da sopa de cerveja. Adorei a horta, nossa adorei tudo.
    Ah!! Estou aqui torcendo muito pela sua toca-hobit junto com nossa amadinha.

    Bjkas grandes para os dois!!

    Alessandra Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Ah, esse livro é bem o que eu esperava, então. Será uma das minhas próximas leituras, mas ao ler sua resenha, acredito que terei uma opinião parecida com a sua.
    Acredito mesmo que seja uma leitura agradável.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Ace!
    Amei a resenha. Essa porta de toca Hobbit aberta sempre me pareceu bastante convidativa, e agora que você confirmou as minhas suspeitas, quero muito ler o livro. Bem aconchegada, de preferência *-*
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde,

    Acabei de postar uma resenha desse livro e gostei bastante...recomendo...parabéns pela sua resenha...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Nem me fala... esse livro fez com que minha vontade de ler O Hobbit aumentasse. As pessoas que acompanhei que leram esse livro aprovaram.

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir