terça-feira, 30 de abril de 2013

O Espadachim de Carvão

Kurgala é um mundo abandonado por Quatro Deuses. Adapak é filho de um deles. E hoje ele está sendo caçado. Perseguido por um misterioso grupo de assassinos, o jovem de pele cor de carvão se vê obrigado a deixar a ilha sagrada onde cresceu e a desbravar um mundo hostil e repleto de criaturas exóticas. Munido de uma sabedoria ímpar, mas dotado de uma inocência rara, ele agora precisará colocar em prática todo o conhecimento que adquiriu em seu isolamento para descobrir quem são seus inimigos. Mesmo que isso possa comprometer alguns dos segredos mais antigos de Kurgala.



Autore: Affonso Solano
Titulo: O Espadachim de Carvão
Selo: FANTASY - Casa da Palavra
Ano: 2013
Edição: 1
Número de páginas: 256


Ilustrações como esta, feitas pelo autor, enfeitam o inicio de cada capitulo. 
Kurgala é um daqueles lugares especiais onde uma boa aventura pode começar a qualquer momento. Adapak, o semi-deus preto como carvão, Filho de Enki'När, um dos Quatro Que São Um, os deuses daquele mundo, quer encontrar respostas para a perseguição repentina contra ele e o ataque a sua casa. Para isso precisa abandonar seu local seguro e descobrir o mundo que conheceu apenas através de livros, uma tarefa árdua e cheia de perigos. Para quem vive isolado, uma simples ida a uma cidade poder ser uma imensa aventura.
Para que não me entendam mal precisamos deixar claro que Adapak realmente é preto, assim como o carvão, e não se trata de um homem negro antes que achem ofensivo, nem mesmo "homem" ele é: Adapak é um semi-deus em um mundo fantástico. Então não é nada demais ele ser preto onde existem pessoas, roxas, outras com tentáculos, outras com cascos e outras simples seres humanos. Assim é Kurgala, lar de diversas raças sapientes diferentes convivendo em uma sociedade, como é visto nos filmes de Star Wars. Cada uma mais interessante que a outra, fazendo-nos imaginar e desejar por ilustrações. Ou como eu, um guia sobre os habitantes daquele mundo, não só das raças como as criaturas que também habitam a fantástica terra dos Quatro Que São Um.
Em sua estreia como autor, o podcaster e ilustrador, Affonso Solano faz um trabalho com muito primor e carinho. Os personagens são muito bem construídos e envolventes, mesmo os coadjuvantes com a menor das participações. Sobre o cenário nem preciso muito comentar, já deixei claro, mas é sempre bom ressaltar a riqueza de detalhes e beleza da construção da realidade criada pelo autor. Falando em realidade; Solano mantém sua narrativa, sempre que possível, próxima ao real, mesmo se tratando de um livro de ficção fantástica. 
A narrativa é não linear. Conhecemos nosso herói em meio a ação e só depois vamos conhecendo seu passado. E dessa forma, intercalando presente e passado, o livro segue até o final. Esse detalhe pode desagradar a quem ache confuso essa alternância, mas a experiência de ler está obra é recompensadora. Ainda mais se você gosta de cenas de ação.
O Espadachim de  Carvão  é com certeza um dos melhores livros de ficção fantástica nascidos no Brasil. Affonso Solano está de parabéns pela excelente estréia, e torço para que os próximos livros sejam ainda melhores. A literatura nacional agradece.  Recomendo à todos a leitura!
Que os Quatro Que São Um olhem por vocês, e abençoem suas aventuras dentro dentro dos livros!


9 comentários:

  1. Não conhecia o livro, e ele também não faz muito o meu gênero, mas não posso negar que achei o enredo interessante por ser diferente, talvez um dia eu leia por curiosidade.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Tô ansioso para ler este livro. Não me interessei muito pela estória, mas o auvorosso por cima dele é tão grande que só pode ser bom!

    ResponderExcluir
  3. Oiee :)
    Amei o teu toque masculino!
    E de ler a resenha, confesso que não gosto de ficção, mas esse livro me parece interessante depois da tua opinião.
    Se o tiver em mão irei ler sim.
    Beliscões carinhosos da Máh- 
    Felicidades nos Livros
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
  4. Ai que tudo!!

    Não conhecia este livro. Como assim???
    Fantasia, deste tipo, e eu não sabia?? Para tudo!!
    Adorei a resenha, vou colocar este livro na minha lista com certeza, e em breve estará na minha estante.

    Bjkasssssssss

    ResponderExcluir
  5. Oie,
    nossa tenho um amigo aqui no serviço que comprou esse livro e disse que é mto bom, e como vc classificou como um dos melhores do gênero nacionais fiquei ainda mais curiosa rsrsrs

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  6. Nossa, parece ser muito bom, gosto de livros assim, cheios de aventuras, lugares e pessoas fantásticas.

    ResponderExcluir
  7. Oi Ace!
    Não sou muito de comentar sobre capas, mas essa capa é maravilhosaaaa!!! Bem, passado o surto, digo que esse livro dava um filme hein!?! Considero muito a sua opinião sobre histórias do gênero, então anotei a dica aqui ;)
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  8. Agradeço a resenha, Ace, fico que tenha gostado! :)

    Depois, se tiver tempo, coloque a resenha lá no skoob.com.br (se já não o tiver feito)! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  9. Excelente indicação. Um autor de expressão, com conteúdo e Nerd!

    ResponderExcluir