terça-feira, 25 de junho de 2013

Um Toque Masculino - O Inimigo do Mundo


Capas da Primeira e Segunda Edição.




Titulo: O Inimigo do Mundo  
Autor: Leonel Caldela.
Páginas: 464 páginas
Editora: Jambô






É sempre bom falar de livros que gostamos, já toquei várias vezes no nome dele, já resenhei e divulguei o Guia Oficial da Trilogia da Tormenta,  entrevistei o autor Leonel Caldela, mas não tinha resenhado ainda os livros da trilogia. Demorei, eu assumo, mas vou corrigir isso falando no meu livro favorito e acho que todo mundo deveria falar sobre o seu um dia.

"Glórienn, Deusa dos Elfos, sofre com o massacre de seus filhos. Uma tristeza tão cruel que por onde passa  flores morrem e pessoas são consumidas pelo mesmo sentimento que assola a Deusa dos Olhos Tristes. Em um templo oculto ela descobre uma arma esquecida que pode mudar o destino dos elfos, mas precisa convencer os outros dezenove deuses do Panteão que aquela é melhor escolha. Mal sabia ela que sua descoberta mudaria todo o mundo de Arton para sempre.
Alheios a isso um grupo de nove heróis conhecidos como o Esquadrão do Inferno seguem em uma caçada a um misterioso assassino conhecido apenas como “o albino”, pelo mundo medieval de Arton. Mas a perseguição é mais do que aparenta, pois os aventureiros sentem as mãos divinas puxando as cordas ao seu redor — para eles, a missão será uma viagem à ruína."

O Inimigo do Mundo pode parecer a primeira a vista apenas um livro de fantasia repleto de magia e aventura, mas o primeiro livro da Trilogia da Tormenta está longe disso. Magia e aventura estão presentes, mas dor, angústia e sofrimento marcam  todo o decorrer do livro. Essa razão não parece um atrativo? Eu digo que verdadeiros heróis são os que triunfam sobre a maior dificuldade, indo muito além do desafio físico e mental.
Leonel Caldela consegue construir em um clima adulto e um tanto duro um cenário rico em detalhes e descrições sem que a leitura seja cansativa. Os personagens, extremamente humanos,  reagem às situação de diferentes maneiras, com sentimentos, qualidades e defeitos próprios. Conhecemos o histórico de cada um deles aos poucos e nos apegamos a eles de forma profunda, e tememos por suas vidas. E fazemos bem em temer pois Caldela não é piedoso. A minha irmã leu o livro e odeia o autor até hoje pelo que ocorreu com o personagem favorito dela.
Por mais que existam clichês dentro da história a forma com que são apresentados esses clichês mostram o potencial que o autor apresentava em seu primeiro romance, O Inimigo do Mundo. A narrativa madura e segura, apostando em um diferencial de narrar o inicio de uma saga dentro de um cenário tão grande criado por outras pessoas com outra finalidade (o RPG) fizeram o meu respeito e admiração por Caldela crescer naquele momento e acompanhar o resto da saga fizeram-no o meu autor favorito. Até a Neyla que não é fã de descrições e fantasias profundas, e também nunca jogou RPG, adorou a leitura.
Assumo ter deixado o meu lado "fã" falar mais alto, mas juro que se você der uma chance ao livro e lê-lo não irá se arrepender. Pode falar comigo depois e dizer o que achou. Se você já leu algum livro do autor sabe que não estou falando besteira e para ajudar você, que ficou curioso, logo, logo tem uma surpresa no blog. Fique de olho!

Ace Barros  

15 comentários:

  1. Oi gente! Eu estou com o novo livro do autor para ler, e fiquei bem empolgada depois de ler a resenha deste aqui. Desde que peguei a dica de Helena Gomes com vocês não me arrependo. Livros de fantasia são muito gostosos, e quando trazem algo mais no enredo ,ficam melhor ainda. Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me sorteia Cida! Eu quero, eu quero! XD Obrigado pela confiança, sei que não vai se arrepender!

      Excluir
  2. Não faz meu estilo, mas com a resenha eu fiquei até empolgada, me parece ser um tanto interessante, com um foco bem intencional. Fantasia é minha praia, mas esse não chamou minha atenção antes de ler a resenha.
    Beijos, Clicando Livros

    *-*

    ResponderExcluir
  3. Ai que delícia de livro!! Magia pura!! Mágica também foi a resenha, encantadora!!
    Adorei conhecer o livro e o autor, não conhecia nenhum dos dois :(

    Parabéns, ficou excelente!!

    Bjkas

    ResponderExcluir
  4. Sempre ouvi falar muito bem dessa trilogia.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom o livro, infelizmente não o possuo mais =/

    ResponderExcluir
  6. ele é um dos meus autores favoritos, gostei muito da trilogia tormenta, junta muito do que gosto de tantos outros classicos que venero, sem perder o seu toque pessoal.

    ResponderExcluir
  7. Muito bom o livro. Li uma versão em pdf fiquei louco pra comprar o original, mas ta difícil de achar.
    Quero ganhar..

    ResponderExcluir
  8. Eu sempre gostei mais de O Cranio e o Corvo, a continuação do livro, mas o primeiro é muito bom também.

    ResponderExcluir
  9. Achei interessante esse tema, e fiquei muito curiosa para ler esse livro. Não conhecia o autor, e tampouco o livro, então, diate de tantos elogias, seria ótimo conhecer sua obra.

    ResponderExcluir
  10. A trilogia em si é muito boa e o Inimigo do MUndo não fala só de guerra mas sim do relacionamento da equipe, isso é muito importante para a literatura brasileira

    ResponderExcluir
  11. Olá Neyla,

    Não conhecia o livro e fiquei bem curioso, também gostei da capa....boa dica...abraços.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Nossa, eu juro que me "assustei" quando você falou em sofrimento e angustia! O livro me parecia ser bem estio aventura mesmo! Mas de qualquer forma chama a atenção, fiquei curiosa!

    Beijokas
    escolhasliterarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma aventura, mas com bastante desafios pelo caminho.

      Excluir