segunda-feira, 1 de julho de 2013

Resenha: O Duque e Eu







Título: O Duque e eu
Editora: Arqueiro
Autor (a): Julia Quinn
Número de páginas: 281 páginas








Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.
Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.
Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

O Duque e eu foi um dos livros mais fofos e apaixonantes que li esse ano. Com uma história divertida e com personagens marcantes, o livro me conquistou completamente e me vi impossibilitada de largar a leitura. 
Esse é o primeiro volume de uma saga com 8 livros. Cada livro conta a história de um dos filhos da família dos Bridgerton. Neste livro conhecemos a jovem e decidida, Daphne, a mais velha das meninas. Estando em idade de casar, ela se vê, constantemente, nos bailes junto com sua mãe que procura, incansavelmente, um bom marido para ela. 
Apesar de casamento estar em seus planos, Daphne deseja se casar com alguém por quem nutra algum tipo de sentimento. Apesar de ser uma jovem inteligente e dona de uma personalidade marcante, ela não consegue fazer com que os homens, tidos como bons partidos, a vejam de uma forma que vá além da amizade. Em geral, somente os homens mais velhos a cortejam, o que a deixa sempre bem decepcionada.
Já Simon Basset, filho do duque de Hastings, é o bom partido! Bonito, inteligente, rico, ele reúne as qualidades necessárias para deixar todas as mães, com filhas em idade de casar, enlouquecidas. Tentando se manter distante dessas mulheres, Simon decide fingir interesse pela jovem Daphne. Além de manter-se distante de toda essa badalação, ajudaria a irmã de seu amigo Anthony Bridgerton a conseguir pretendentes. Simon, apesar de toda a segurança que tenta demonstrar, esconde segredos de sua infância e nutre um grande ressentimento por seu falecido pai (que eu não vou contar o motivo, para vocês descobrirem lendo). A paixão entre ele e Daphne é inevitável e os dois formam um casal muito fofo. 
Daphne é o tipo de mocinha que me agrada. Não é chata ou cheia de vontades. É decidida, bem humorada e tem um gênio forte. Simon também tem personalidade marcante e é extremamente apaixonante! Poderia ficar a resenha toda detalhando as qualidades dele e do quanto suspirei por sua causa.
O livro, apesar de ser um romance, tem várias pitadas de humor, algo que aprecio bastante. Os personagens são bem construídos e a autora foi apresentando os irmãos Bridgertons de forma que o leitor fosse se familiarizando com cada um deles. Um dos aspectos mais engraçados dessa família é o fato dos 8 filhos terem sido batizados em ordem alfabética. Isso mesmo, em ordem alfabética! São eles: Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth. Juntos, formam uma família para lá de espirituosa e as cenas em que estão juntas são bem divertidas. 
Recomendo bastante a leitura, principalmente para quem gosta de um romance histórico bem ambientado e divertido!

16 comentários:

  1. oi Neyla, tudo bem?
    essa familia promete deixar os leitores avidos!!!
    olha eu ja queria esse livro la na sua versão de banca, mas não achava de jeito nenhum, era raridade e fiquei muito contente em saber que a Arqueiro está trazendo de volta esses romances cut's, porém vou ser sincera: não gostei dessa capa de maneira nenhuma, acho que pela história o amor de Daphne e Simon deveria ser retratado me uma maneira mais bonita na capa.

    Deixo aqui o link do meu cantinho que foi criado como uma forma de sair um pouco do estresse e me divertir, ainda estou apanhando e com muitas dúvidas, mas tudo é publicado com muito carinho! http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. OMG 8 livros? Eu sabia que era uma serie, mas achei que ia ser tipo Os Hathaways, que tem 5 livros. Nao esperava mais que isso!

    Mas quer saber, nem ligo! É ate bom. Amo romances de epoca e to doidinha pra ler esse!

    Otima resenha viu?

    Beijokas
    escolhasliterarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oie querida,
    já ouvi falar mto bem sobre esse livro, mas infelizmente ainda não consegui tê-lo nas mãos.

    Nem sabia que era uma série.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá Neyla,

    Esse livro esta na minha lista de desejados e já li boa criticas dele...parabéns pela resenha....abraços.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Ola, tudo bem?
    Amei a resenha, uma amiga minha que ama romances históricos já havia mencionado esse livro e me dito que valia a pena ler, hoje apenas confirmei com a ótima resenha. Aliás, parabéns!
    Sem dúvida assim que tiver oportunidade irei ler.

    ResponderExcluir
  6. Não sabia que os Bridgerton eram batizados em ordem alfabética, mas achei esse detalhe bem interessante. Ainda não tive oportunidade de lê-lo, mas espero conseguir em breve. Ótima resenha!!

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Amei esse livro!!!!!!! Primeiro, por se tratar de um histórico e segundo porque a autora reuniu romance, drama, humor, tudo junto e misturado e ficou simplesmente fantástico....Achei a história muito envolvente, instigante, e muito divertida.Acho que essa série deve ser ótima (levando-se em conta o primeiro volume) e estou super ansiosa pelos livros subsequentes......

    ResponderExcluir
  8. Linda resenha!! Eu morro de vontade de ler este livro, mas fico com medo porque são 8!!! OMG!! Será que aguento mais uma série na minha estante??
    E pra piorar, sua resenha me deixou com cólicas, rsrs.
    Tem tudo que eu gosto!! Ai ai ai.

    Bjkassss

    ResponderExcluir
  9. Isso Neyla, vem com resenha fofa que acaba de conquistar de vez meu S2 pra ler esse livro. Adoro leituras históricas, vestidos, bailes, casamento arranjados ou por amor. Sei que terão outros livros né, tipo os da Bella André, um livro pra cada pessoa da família.
    Quero muito muito ler esse livro!!

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  10. Oi Neyla! Dos romances de época da editora, este foi o que mais gostei, bem humorado, mas também cheio de doçura. O casal mandou bem e adorei toda a família de Daphne.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  11. "Simon também tem personalidade marcante e é extremamente apaixonante! Poderia ficar a resenha toda detalhando as qualidades dele e do quanto suspirei por sua causa." Adoooooro! hahaha
    Preciso muito desse livro, são muitas resenhas positivas e é exatamente o gênero que eu gosto! *-* Tenhocerteza que vou favoritar dps de ler, rsrs.
    Parabéns pela resenha, beijos!
    http://elastemalgumestilo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Neyla!
    Fiquei super feliz quando a Arqueiro resolveu publicar a Julia Quinn no Brasil, porque já era fã da autora. Toda a série Os Bridgertons é engraçadíssima e vale muito à pena a leitura. Sem falar que a Lady Whistledown é uma figura!
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  13. Uma amiga minha tem esse livro,não me recordo de ter lido um histórico!
    Super curti :*

    ResponderExcluir
  14. Eu amo a série/família Bridgerton. Acho a Julia Quinn uma autora sensacional, perfeita e todos os elogios mais do mundo. Eu já li os 8 livros e acho que da Francesca e Gregory são os mais fraquinhos e tediosos, se assim posso dizer. xD Eu acho que você devia ter contado sobre a gossip girl da época! EU sou apaixonada pela Lady Whistledown(nunca lembro como se escreve x.x'~muito ruim em inglês :(~eu li o comentário da Elis e vi que acertei e não tô afim de apagar esse pequeno detalhe sobre o meu inglês :p)
    Se você não leu a série super confirmo o que a Elis disse! É uma série incrível e você precisa acompanhar os irmãos e a coluna da Lady Whistledown a cada capítulo/quinze dias!!!
    www.yasmim-namen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Neyla, acredita que só consegui ler hoje sua resenha? XD
    Fiquei com uma dúvida, e a linguagem? É antiga e rebuscada? Já que é um romance histórico, fiquei imaginando se o livro teria isso.
    Adoro romances, mas não sou acostumada a ler os históricos. Acho que "O Duque e Eu" vai ser uma boa experiência :)
    Que engraçado isso de colocar os nomes dos filhos em ordem alfabética! E o nome do último filho é terrível! Tadinho, deve ter sofrido muito bullying hahaha #brincadeira

    Beijos,
    salaodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ju, a escrita é maravilhosa, super atual. E os personagens são uns fofos, impossível não amar <3
      Ahh, o último filho é uma menina, tá? rs
      Beijos

      Excluir