segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Resenha: O Menino da Mala







Título: O Menino da Mala
Editora: Arqueiro
Autor (a): Lene Kaarberbol e Agnete Friis
Número de páginas: 251 páginas








Sinopse: "Você adora salvar as pessoas, não é? Bem, aqui está a sua chance.” Mesmo sem entender o que sua amiga Karin quer dizer com isso, Nina atende seu pedido e vai até a estação ferroviária de Copenhague buscar uma mala no guarda-volumes. Dentro, encontra um menino de 3 anos nu e dopado, mas vivo.
Chocada, Nina mal tem tempo de pensar no que fazer, pois um brutamontes furioso aparece atrás do garoto. Será que ela está diante de um caso de tráfico de crianças? Sem saber se deve confiar na polícia, ela foge com o menino e vai à procura de Karin, a única que pode esclarecer aquele absurdo.
Quando descobre que a amiga foi brutalmente assassinada, Nina se dá conta de que sua vida está ameaçada e que o garoto também precisa ser salvo. Mas, para isso, é necessário descobrir quem ele é, de onde veio e por que está sendo caçado.
Neste primeiro livro da série da enfermeira Nina Borg, vendido para 27 países, as autoras Lene Kaaberbøl e Agnete Friis apresentam uma heroína que luta contra seus demônios e busca fazer justiça em meio à crueldade e à indiferença do mundo.


O Menino da Mala foi um livro que me chamou atenção simplesmente pela chamada na capa: O que você faria se encontrasse dentro de uma mala um menino de 3 anos nu e dopado, mas vivo? Achei instigante e, quando a oportunidade de ler apareceu, não pensei duas vezes e me joguei na leitura.
Em O Menino da Mala, conhecemos a enfermeira Nina. Viciada em trabalho, Nina é casada, tem dois filhos e gosta de ajudar as pessoas, tanto é que já trabalhou em vários locais de risco. Quando recebe um bilhete de sua amiga Karin, pedindo-lhe para buscar uma mala numa estação ferroviária. Ao abrir a mala, que surpresa! Nina encontra um menino aparentando ter 3 anos, nu e dopado, porém vivo. Sem saber como proceder, ela tenta entrar em contato com Karin e, após ir ao local indicado, descobre que ela foi assassinada. A partir daí começa uma corrida contra o tempo, onde Nina precisa descobrir quem é o garoto, onde está sua família e, principalmente, precisa manter-se a salvo já que o assassino de Karin (e sequestrador do garotinho) está atrás dela.
Em paralelo, acompanhamos a luta de Sigita para recuperar seu pequeno Mikas que foi sequestrado. Conhecemos mais a fundo a história do explosivo Jucas, e vamos descobrindo o grande problema que atormenta Jan e o leva a tomar atitudes extremas.
No decorrer das páginas, os personagens vão se interligando e vamos juntando todas as pontas soltas da trama. O ritmo do livro é intenso, mas não chega a ser um livro pesado. A história é forte, mas a narrativa é bem leve e é um livro fácil e gostoso de ler. 
Esse livro foi uma das minhas leituras mais legais do ano. Eu gostei do enredo e da forma como a trama é apresentada, sob a perspectiva de cada personagem. Gosto de livro onde os capítulos são mesclados de um personagem para outro. É interessante conhecer a história por cada pessoa envolvida, entendendo suas motivações e conhecendo um pouco mais de sua história.
E por falar em personagens, impossível não se envolver com eles. São muito bem construídos e, no final, até do vilão eu senti compaixão. Nina é ótima, corajosa, inteligente, tudo que eu mais amo em personagens encontrei nela.
O final é surpreendente. Não tanto quanto imaginava, mas causa espanto descobrir o motivo do sequestro. Esse é o primeiro livro de uma série de aventuras da enfermeira Nina e estou aguardando os próximos ansiosamente. Como uma boa fã de romances policiais, fiquei apaixonada pelo livro e recomendo à todos os amantes do gênero. Uma ótima leitura que vai te prender do início ao fim.

6 comentários:

  1. Como você o livro me chamou atenção pela capa, rs! Quero muito ler... Agora que vi que a história é interessante e os personagens bem construídos eu fiquei mais curiosa ainda.

    Abraços, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha. O final também não era o que eu esperava, mas me surpreendi também e gostei!

    É um policial leve! E bacana!!

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, adorei a dica de livro, deve ser ótimo mesmo, até já coloquei na minha lista de livros para ler! bj
    http://desejoserperfeita.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Estou louca para ler esse livro já faz algum tempo, amo livros desse gênero <3 amei a resenha meu anjo!
    Um beijo
    http://abcddolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Um dos meus gêneros favoritos também é o policial, então nem preciso falar que sua resenha me deixou com uma vontade louca de ser esse livro, certo? Mas fazendo um pequeno desabafo, não aguento mais séries de livros. Sim, eu gosto de séries, mas ninguém escreve mais stand alone? D: Me deixa pobre, poxa. akjsdhjkasdhkasjd

    Enfim, amei a resenha.

    Beijos,
    orocardovento.blogspot.com

    ResponderExcluir