terça-feira, 17 de setembro de 2013

Resenha: Quando o Amor Vence o Ódio












Título: Quando o amor vence o ódio
Editora: Petit
Ditado por: Luizinho
Psicografado por: Marlene Saes
Número de páginas: 318 páginas

Sinopse: Certos de que a vida não termina com a morte do corpo, os principais personagens de Quando o amor vence o ódio convivem com aparições de espíritos sofredores – e obsessores – bem como com anjos guardiões, espíritos familiares que os protegem. Na Rússia czarista, antes da Primeira Guerra Mundial e da revolução que derrubou a nobreza, Mikhail, Igor, Dimitri, Catarina e Anna são camponeses explorados que lutam para sobreviver e provar que o amor sempre vence!

No meu primeiro contato com Quando o amor vence o ódio, caí de amores pela capa do livro. Sou fã de capas bonitas e, na maioria das vezes, elas influenciam muito na hora de comprar um livro (não que eu julgue o livro pela capa, mas se ela for bonita vai me chamar muito mais atenção). Comecei a leitura cheia de expectativas e o livro me surpreendeu.
A história se passa na Rússia antiga, época dos czares, e lá conhecemos Igor, um jovem humilde e trabalhador. Estando em idade de constituir família, ele decide tomar em matrimônio a jovem Anna, filha do Senhor Ivan. Porém, ao conhecer Catarina (irmã mais nova de Anna) ele se apaixona e, embora num primeiro momento seu desejo tenha sido casar com Anna, é com Catarina que ele decide ficar. A notícia não é bem recebida por Anna, mas nada pode fazer além de guardar grande mágoa por Igor.
Catarina e Igor são feitos um para o outro e o relacionamento de ambos é cercado por companheirismo e amor. Igor é um rapaz honesto e trabalhador, mas possui um profundo desafeto com Dimitri. Desde muito tempo os dois não se dão bem, pode-se dizer até que existe um ódio enorme entre ambos, principalmente da parte de Dimitri. Este, não mede esforços para atingir seu rival. E é com esse intento que ele decide pedir a mão de Anna em casamento e contar com a ajuda de sua esposa, ainda ressentida por ter sido "trocada" pela irmã, para destruir a vida de Igor.
Não foram poucas as vezes que me assustei com o tamanho do ódio de Dimitri por Igor. Para vocês terem uma ideia, ele não parava para pensar no que estava fazendo, simplesmente agia movido pelo sentimento que lhe tomava. Apesar de ser um homem cruel, não senti raiva dele. Passei o livro inteiro sentindo pena daquele homem amargurado e que deixou-se dominar por um sentimento que só o levou à ruína.
Quando o amor vence o ódio é a história de homens marcados por um passado cruel, que tiveram a chance de resolver problemas de vidas anteriores, mas onde o ódio prevaleceu. Chorei em muitas passagens, já que descobrindo o que se passou com cada personagem em vidas anteriores, fui compreendendo o que há por trás de cada mágoa.
A história vai além do romance. Fala sobre amizade, lealdade, tolerância e perdão. É uma leitura que emociona e, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não há pregações. A história é carregada de emoções fortes, mas a leitura flui com muita facilidade. Não é daqueles livros que a trama não sai do lugar comum. Ele surpreende justamente pelas voltas que dá e pelas peças que o destino prega a cada personagem.
Com certeza, leitura mais do que recomendada.

8 comentários:

  1. Livros que são ditados, psicografados e etc não são muito o meu gênero de leitura, mas se a história for boa eu leio. Ainda estou na dúvida sobre este livro, mas posso acabar dando uma chance :)

    Bjus.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie,
    eu li esse livro recentemente tb, mas não gostei mto, achei um pouco forçado a parte espirita.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ai que amor!!!
    E quanto assunto tratado num livro só!! Estou impressionada.
    Realmente a capa agrada muito aos olhos, e pelo que vi a história também!

    Adorei flor!!

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo joia?!
    Está lindo seu blog, já estou te seguindo...
    Segue o meu tbm, eu iria adorar!!!
    http://manyelly.blogspot.com.br/
    http://www.pinterest.com/manyelly/
    Sucesso para você!!!
    Bjo

    ResponderExcluir
  5. Como comentei algumas vezes, eu nunca li nenhum livro desse gênero, mas confesso que fiquei curiosa para saber, quais os motivos do ódio de Dimitri por Igor .

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Esse livro não aprece ser muito meu gênero

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi flor,
    Livros nesses estilo não são muito meu gênero, mas sempre que possível dou uma oportunidade para uma leitura depois de uma resenha que leio e gosto, esse eu gostei e já incluir na minha lista.
    Beijos
    http://marifriend.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Esse livro parece ser muito bom! Tadinha da Anna, mas ela não deveria querer se vingar!

    http://vivendocomodeve.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir