quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Nós Vimos... - Sleepy Hollow



Quantos episódios são necessários para uma série garantir uma temporada a mais? Para Sleepy Hollow dois foram suficientes. Quais foram os fatores que levaram essa série estriante a conseguir tal feito? Posso dizer sem dúvidas que muitos, e a qualidade da produção é apenas um deles. O primeiro episódio da nova série bateu recorde na emissora americana, como a estreia mais assistida do canal nos últimos sete anos. A primeira exibição teve um total de 10,1 milhões de telespectadores e marcou 3.5 entre o público-alvo de 18 a 49 anos.

"Após ser ressuscitado e viajar dois séculos e meio no tempo, Ichabod Crane se vê na cidade de Sleepy Hollow nos dias atuais e rapidamente percebe que o mal acordou junto com ele. Quando o xerife August Corbin é morto pelo Cavaleiro Sem Cabeça, Ichabod forma uma aliança inesperada com a detetive Abbie Mill, uma jovem policial que passou por experiências sobrenaturais na sua infância. Juntos, os dois embarcam em uma missão para acabar com o mal e resolver mistérios do passado."


Sleepy Hollow adapta a famosa Lenda do Cavaleiro sem Cabeça de uma maneira diferente da conhecida versão do diretor Tim Burton. Descrita como um suspense sobrenatural, a adaptação se passa nos tempos modernos e segue as aventuras de Ichabod Crane, um capitão da Guerra de Independência norte-americana, que de alguma maneira viaja no tempo após cortar a cabeça de um cavaleiro.
Essa premissa me pareceu extremamente furada quando a li no texto de uma colega de faculdade sobre séries estreantes em um portal local de notícias . Fiquei com o pé bem atrás, mas pronto para assistir o primeiro episódio e comprovar se estava certo ou não. Não assisti logo após a estreia, ainda com receio, mas vi que a Cida do Moonlight Books tinha assistido e perguntei o que ela tinha achado. Ela disse que tinha gostado bastante e eu resolvi conferir. Não me arrependi.
Apesar da loucura apresentada na sinopse a série apresenta uma ideia coerente dentro do contexto criado naquele cenário. Não que a coisa toda deixe de ser surreal, mas não é gratuito. Sleepy Hollow passeia por terrenos já desgastados como apocalipse, bruxaria e suspense sobrenatural sem sentir a menor dificuldade, pois tem uma "pegada" dramática original. Temos uma dupla de protagonistas distinta em vários sentidos: um homem de outra época perdido em um mundo novo tendo que lidar com 250 anos de informação perdida e uma policial abalada com a morte do mentor em constante negação do passado sobrenatural que envolve ela e a irmã.
Além do suspense presente na trama original, muitos personagens possuem grandes segredos ocultos, mesmo os protagonistas. O clima de tensão é constante graças a trilha sonora escolhida a dedo para cada cena e episódio.Os efeitos especiais utilizados não sofrem abuso mesmo a série permitindo o livre uso, essa restrição a apenas algumas cenas apenas temperam mais a ainda a série. Os pequenos sustos são a cereja do bolo.
A segunda temporada, assim como a primeira, terá apenas 13 episódios, pouco se comparada a outras que estão no ar. A série é exibida nos estados unidos as segundas-feiras e não tem uma previsão para chegar oficialmente no Brasil, mas nada que não se encontre um jeito, já que existem vários serviços que cobrem canais internacionais, transmissões em streaming e o bom e velho download. Então, se deu curiosidade é só procurar.

                                                              Trailer (Sem Legendas)                                                       


9 comentários:

  1. Oie gente,
    nossa acho que nunca ouvi falar, mas parece ser bom. Vou procurar na netflix rsrsrs

    bjoos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que ela estreou a mais ou menos um mês, por isso ainda é desconhecida. Procura sim, vale a pena.!

      Excluir
  2. não conhecia, já vou add a minha lista de series para assistir.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia a serie, mas nossa.. ela teve números bem expressivos na tv americana hein?! deve ser boa mesmo.
    mas sei la, não gosto muito dessa temática. e começar uma serie nova sendo que eu nem consigo terminar as que eu assisto não me agrada kkkk
    tenho problemas sérios para assistir séries =/

    Beeijos, Dreeh.
    Livros e tudo que há de bom

    ResponderExcluir
  4. Concordo com você, a premissa nos deixa com um pé atrás. Mas como costumo curtir séries sobrenaturais, talvez dê uma chance para essa quando encontrar um tempinho.
    Gostei da dica :)

    Beijo
    Mariana | Sem querer me intrometer

    ResponderExcluir
  5. Acho que eu tinha ouvido falar dela, mas não tenho muito interesse porque realmente não faz meu estil de série, estou com uma fila enorme pra assistir e todas desatualizadas =/. Entretanto para bater esse recorde tem que ser muito boa mesmo!

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Sou um E.T., nunca tinha ouvido falar nesta série, hehe, vou procurá-la para conferir.

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/2013/10/o-que-me-disseram-as-flores-alane-brito.html

    ResponderExcluir
  7. Eu tinha que conferir este post e saber sua opinião! Eu estou no quarto episódio, achei o primeiro o mais bizarro de todos e depois acho que algumas coisas ficaram estranhas, como o Crane se encaixar tão bem nos nossos dias e até agora não ter trocado de roupa, mas de resto estou gostando muito, e a cada episódio aparece algo mais horripilante.

    Falando em séries dei uma conferida em mais três: Witches of East End, que gostei muito; Agents of Shield, achei fraca e Tomorrow People que parece que vai ser boa, mas preciso ver mais episódios para confirmar.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  8. Eu já tinha assistido ao trailer, e só estou esperando conseguir um tempo para assisti-la, já que gosto da lenda do cavaleiro sem cabeça.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir