terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Nós Vimos ... Elvira - A Rainha das Trevas



Elvira (Cassandra Peterson) é a anfitriã de um programa de baixo orçamento sobre filmes de terror, mas tudo pode mudar quando ela herda da tia Morgana (Cassandra Peterson) uma velha mansão em Fallwell, Massachusetts, uma pequena cidade com apenas 1313 habitantes. Ela sonha em vender a casa e ir para Las Vegas, mas encontra dois sérios problemas: o primeiro são os adultos da cidade, que ficam espantados com o modo de como ela se veste e se comporta. Liderados por Chastity Pariah (Edie McClurg), eles fazem forte oposição à presença de Elvira na localidade. O segundo problema é Vincent Talbot (William Morgan Sheppard), um tio de Elvira que não herdou nada, mas deseja obter de qualquer maneira um "livro de receitas" que também foi herdado por Elvira, que dará a ele imensos poderes para fazer diversos tipos de bruxarias.

Faz tempo que estava querendo fazer um Nós Vimos com o meu filme trash preferido, Elvira - A Rainha das Trevas. Não sei se todos conhecem, mas a galera dos anos 80 com certeza deve se lembrar da moça exótica, de seios fartos e que protagoniza uma história que é um misto de horror e comédia. 
Elvira trabalha numa produtora de TV como apresentadora num programa sobre filmes de terror. Seu sonho é estrelar um musical em Las Vegas, mas não tem o dinheiro que precisa. Com o falecimento de sua tia-avó Morgana ela descobre que irá receber uma herança e para isso precisa ir para a cidadezinha de Fallwell receber sua parte que lhe cabe no testamento. Grana, grana, muita grana, é tudo que ela mais deseja. Mas a realidade é um pouco diferente.


Logo ao chegar na cidade seu carro quebra e na leitura do testamento descobre que sua herança é o cachorro de estimação de sua tia, um livro de receitas e a casa. A casa, apesar de velha e bem sombria, pode ser reformada e vendida. Já o livro de receitas desperta o interesse de seu tio-avô, Vincent.
Disposta a ficar em Fallwell até vender a casa, Elvira ainda precisa enfrentar um novo problema: a população da cidade que prega "a moral e os bons costumes". Ela não é bem vista pelos olhos da população (e eu nem consigo imaginar o por quê), principalmente por Chastity Pariah (ou, Castidade Pariah, como é chamada na versão dublada) que é uma espécie de líder. Gorda e fofoqueira, ela diz que Elvira é uma má influência a todos, principalmente aos jovens, já que ouve músicas satânicas e se veste de maneira vulgar.


Mas quisera que todos os problemas de Elvira se resumisse a isso. Como se não bastasse toda essa perseguição, Elvira ainda precisa lidar com seu tio Vincent, um homem muito misterioso e arrogante, que quer de todas as formas possuir o livro de receitas que foi de Morgana. O que haveria nesse livro para fazer o "tio Viny" estar tão interessado?
Em paralelo, Elvira conhece Bob, o bonitão dono do cinema. Ela engata um romance com o bonitão, o que causa ciúmes em Paty, a moça de seios pontudos que trabalha na lanchonete e é apaixonada por Bob. Com isso Elvira ganha mais uma inimiga, que será capaz de tudo para acabar com ela.
Não sei dizer por que gosto tanto desse filme, já que são muitas as razões. Primeiro pela protagonista que, para mim, é linda e cheia de carisma. Podem falar do cabelo, das roupas, do estilo de vida meio louco, mas Elvira para mim é diva e melhor que ela não há.


O filme é bem divertido e tem pitadas de suspense e terror (super leve). Esse é um daqueles filmes clássicos da Sessão da Tarde e toda vez que passava eu assistia. Para minha sorte (e desespero do pessoal aqui de casa), meu amor me deu o filme e já perdi as contas de quantas vezes assisti. Para ser bem sincera, assisto toda semana e não consigo enjoar. Não é um filmaço, cheio de efeitos especiais. Tem até alguns, mas nada de extraordinário (claro, né, o filme é velho).
Se você não conhece Elvira, assista o filme. Pode ser que não goste e me ache dona de um mau gosto extremo ou um tanto quanto exótico (hahaha). Mas com certeza vai rir muito com as confusões dessa moça linda e cheia de charme. Confiram o trailler :


E como já dizia a nossa Elvira: Pra vocês sonhos terríveis!!


7 comentários:

  1. Eu AMO AMO AMO a Elvira!!!!
    Já assisti um milhão de vezes e assisto sempre! É trash, mas é ótima!
    Sexy sem ser vulgar, kkkkkkkkkkkkkkkkk

    Amei relembrar a Diva Elvira!!

    Bjkas

    ResponderExcluir
  2. não conhecia, mas é interessante ver que ao mesmo tempo em que se fala em terror se fala em comédia em carisma, provando que o filme é bem levinho
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Este filme é velho, nem lembrava mais desta personagem bizarra, gente um ícone do cinema dos anos 80 Neyla e super divertido. Adorei a frase dela, boa para aquelas pessoas que "adoramos".
    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  4. Neyla, eu acho a Elvira FANTÁSTICA! Gente, eu sempre me acabo de rir com esse filme, é um clássico! <3

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  5. Oie,
    Nossa vocês desenterraram rsrsrsr Este filme é mtoo antigo, mas concordo que é divertido.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia
    Mas não chamou muito minha atenção

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. toda galera que parava p assistir sessao da tarde em sua epoca de ouro nos anos 90 e algums no inicio de 2000 ainda tiveram a sorte.. elvira muitl show de sensualidade sem vulgaridade.. tudo bem que ela era bemm safadinha, mas como nao amar..

    ResponderExcluir