segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Resenha: De Volta Para Casa






Informações Técnicas

Título: De Volta Para Casa
Editora: Novo Conceito
Autor (a): Karen White
Número de páginas: 447 páginas






Sinopse: Cassie Madison fugiu de Walton, Geórgia, para Nova York quando soube que sua irmã, Harriet, e seu amor, Joe, tinham-na traído e iam se casar. Ao chegar em Manhattan, sua ideia era se reinventar, mergulhar de cabeça na carreira e até mesmo perder o sotaque provinciano. Tudo para apagar seu passado marcado pela traição e por uma família que não lhe tratara com o devido cuidado. Mas, numa noite, um único telefonema de sua irmã trouxe de volta tudo que ela pretendia esquecer. Com o pai muito doente, ela foi obrigada a fazer a viagem de volta e, enquanto arrumava as malas, seus maiores medos eram que o pai morresse sem que ela pudesse estar com ele e... encontrar a família feliz que Harriet e Joe tinham construído. Já em Walton, Cassie percebe que enfrentará uma imensa batalha particular, porque, afinal, ela não consegue deixar de amar seus sobrinhos — e nem deixar de se sentir em casa, naquela cidadezinha de sua infância. Enquanto se divide entre o rancor e a esperança, velhas e queridas lembranças e uma mágoa insustentável, o destino arrumaria uma forma de aproximá-la do que realmente importa: o verdadeiro amor.

Cassie está de volta a sua terra natal, mas estar ali não é algo que a faz bem. Quando ainda jovem, ela fugiu para bem longe de seu pai e, principalmente, de sua irmã mais nova Harriet, e de Joe, seu grande amor. Ela e Joe eram namorados, porém viu tudo desmoronar quando ele e sua irmã fogem da cidade para ficarem juntos. Apesar de já terem se passado 15 anos, Cassie ainda guarda mágoas de Harriet e talvez por isso a volta para casa seja tão dolorosa. Mas ela precisava voltar, já que seu pai encontra-se doente e faz questão de ter suas duas meninas juntas agora no fim de sua vida.
Apesar de todo rancor que ainda guarda, a volta pra casa não é tão dolorosa quanto ela imaginava. Ver Harriet e Joe junto, com uma bela família dói, mas não é uma dor tão profunda que ela não possa suportar. Seus sobrinhos são umas gracinhas e a mais velha, Maddie, se parece muito com Cassie. A amizade que nasce entre as duas é muito bonita e tudo que Maddie quer é ser que nem a tia.
Com a intenção de unir as duas filhas, o pai das garotas deixa a casa para Cassie, a obrigando assim a permanecer mais tempo do que desejava em Walton. A aproximação das irmãs é lenta, mas acontece de uma forma bem natural e isso foi algo que eu gostei bastante. A autora não fez com que os fatos do passado fossem esquecidos de forma instantânea por Cassie e que ela automaticamente perdoasse Harriet. Foi um processo delicado, onde as mágoas do passado foram sendo substituídas pelo amor que existia entre ambas. E, pouco a pouco, Cassie vai percebendo que Joe e Harriet foram realmente feitos um para o outro.
No decorrer das páginas, vamos conhecendo novos personagens e sendo inseridos em outras histórias. E o que parecia ser impossível, vai se tornando realidade: a vontade de permanecer em Walton passa a ser mais forte do que voltar para NY. Estar com os sobrinhos, com Harriet (que passa por um período decisivo e delicado em sua vida) e, principalmente, com Sam Parker (médico da cidade e ex colega de Cassie) é tudo que ela se vê desejando.
É um pouco difícil falar dessa história sem soltar eventuais spoillers, já que é um livro denso e a trama possui vários pontos importantes e emocionantes. Ao contrário do que a sinopse nos mostra, o livro não foca apenas no triângulo Cassie x Joe x Harriet. Tem uma pitada de mistério envolvendo antigas cartas encontradas na casa do pai de Cassie, um drama forte envolvendo Harriet e até algumas passagens divertidas, por que nem só de lágrimas vive um bom romance, não é verdade?
Gostei muito do livro e da escrita da Karen White. É o primeiro livro da autora que leio e me conquistou. A escrita dela é bem fluida e nos passa toda uma carga de emoções fortes. Me senti totalmente inserida na história, era como se estivesse ali, vivendo tudo com Cassie e Harriet. Para quem curte um bom romance, esse livro vai agradar em cheio.


5 comentários:

  1. Apesar de normalmente não gostar muito de romances, esse livro parece ter outros focos além desse. Depois de ler a resenha, fiquei curiosa para conhecer a história, que parece ser bem escrita e prender a atenção!

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho vontade de ler esse livro, parece ter uma leitura gostosa. E adorei saber que a reaproximação das irmãs vem lentamente e não de forma automática dando aquela impressão de coisas forçadas na trama. Realmente quando tiver oportunidade de ler esse livro, lerei. Parece que vale muito a pena! :)

    ResponderExcluir
  3. Eu literalmente me senti dentro da história, porque estava em um momento parecido com o da Cassie, voltando a minha cidade depois de um tempo distante e carregando mágoas. De volta para casa é um dos meus livros favoritos, foi lindo para mim ver o desenrolar do perdão na vida de Cassie, e que os acontecimentos tão dolorosos foram um golpe do destino e não uma traição da irmã. Me apaixonei pelo Sam, pelos sobrinhos de Cassie, por todas as coisas inesperadas que surgiram em seu caminho, e pela união dessa cidade que tanto me lembrou a minha. Bjs...
    anna-gabby.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Neyla! É muito bom quando conseguimos viver a história com os personagens, eu gosto de sentir as mesmas emoções, a história sempre fica mais viva na memória, também nunca li nada da autora e irei começar com este.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Olá Neyla,

    Por coincidência acabei de ler esse livro essa semana e realmente foi uma grata surpresa um bela história envolvente e as vezes engraçada também.....parabéns pela sua resenha...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir