segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Resenha: De Coração Para Coração














Informações Técnicas

Título: De Coração Para Coração
Editora: Novo Conceito
Autor (a): Lurlene McDaniel
Número de páginas: 447 páginas






Sinopse: Da autora best-seller Lurlene McDaniel, De coração para coração fala de perdas, amor e renovação. Fala também da maneira como esses sentimentos tão complexos se entrelaçam, nos momentos mais difíceis, nas relações familiares e de amizade. Elowyn e Kassey são grandes amigas, que dividem tudo. Mas uma coisa Elowyn não contou para Kassey: ao tirar a carteira de motorista, ela marcou a opção “doadora de órgãos”. Kassey descobre esse detalhe da vida da amiga da maneira mais trágica – quando o desejo de Elowyn está prestes a ser atendido. Arabeth nunca teve a sorte de ter uma melhor amiga. Com o coração doente, ela leva uma vida protegida de tudo e de todos. Até que, aos 16 anos, recebe o telefonema que tanto esperava — mas inicialmente ela e sua mãe não sabem a quem devem agradecer. Quando os mundos dessas três meninas e de suas famílias se cruzam, suas vidas se transformam de maneira nunca imaginada. Kassey, especialmente, encara os fatos como uma forma de manter viva a memória de sua querida amiga. Ela passa a compartilhar da nova vida de Arabeth, ao mesmo tempo em que ajuda a aliviar o sofrimento da família de Elowyn e a compreender a sua própria dor.

Kassey e Elowyn se tornaram melhores amigas uma da outra desde que se conheceram na ala de ortopedia do hospital. Ambas estavam ali para fazer uma cirurgia e a amizade foi instantânea. Elowyn havia se mudado a pouco tempo para Alpharetta e ambas iriam estudar na mesma escola.
Kassey vive com a mãe e o relacionamento com o pai é bem distante desde a separação. Elowyn mora com os pais e é fascinada pela França. Elas dividem tudo uma com a outra, jogam no time de vôlei da escola e o laço de amor que as une é muito forte. Porém, um acidente interrompe essa amizade linda e Kassey sofre muito com essa perda. Elowyn era sua companheira e ela não pode acreditar que ela se foi para sempre.
Em paralelo, conhecemos Arabeth, uma menina solitária, que não pode frequentar a escola, nem sair, correr, praticar esportes como uma garota de sua idade. Arabeth sofre de um grave problema no coração e tudo que ela precisa é de um transplante para poder levar a sua vida de forma normal. E essa esperança renasce quando recebe a tão esperada ligação de que eles finalmente conseguiram-lhe um coração. O coração de Elowin.
A história dessas meninas se cruzam a partir do momento em que Arabeth começa a agir de uma forma diferente da sua e a ter desejos opostos aos seus. É como se naquele coração morassem lembranças da sua antiga dona, já que desde o transplante ela vem se sentindo diferente. Isso desperta nela o desejo de conhecer as pessoas que foram responsáveis pela doação do órgão que salvou a sua vida. 
Fiquei extremamente surpresa com esse livro. A história é linda e a autora soube desenvolver uma trama que é, ao mesmo tempo, forte e delicada. O drama vivido pelos personagens é tratado com muita sensibilidade e a cada virada de páginas se torna difícil não se apaixonar pela história.
A relação entre Elowyn e Kassey era muito bonita. Elas eram mais do que amigas e o companheirismo existente naquele relacionamento é tocante. E, apesar de Arabeth não ser sua melhor amiga, Kassey sente-se, de certa forma, na presença de Elowyn toda vez que está com ela.
Gostei muita da história e, apesar de tratar de morte e dor, fala também de amizade e superação. A autora teve uma sensibilidade enorme ao descrever a dor de Kassey e dos pais de Elowyn, bem como as lembranças tristes de Arabeth. É um livro curto, de leitura ágil e de personagens cativantes, que nos deixa uma lição muito bonita. Com certeza é um livro mais do que recomendado.


10 comentários:

  1. Parece ser uma história muito bonita e emocionante. A autora deve ter conseguido desenvolver muito bem os personagens e estruturá-los bem o suficiente para conseguir uma história profunda em poucas páginas.

    ResponderExcluir
  2. Oi Neyla. Eu gosto muito de dramas, não li nada da autora ainda mas este livro parece ser ótimo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Parece ser uma história bem gostosa de ser lida, emocionante, dramática, mas gostosa. Acho que toda leitura que faz o leitor pensar e repensar, refletir é uma leitura gostosa apesar de todo o drama né? Fiquei bem fascinada pelo o enredo do livro, espero ter oportunidade de lê-lo. Logo.

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia a autora, mas amei a resenha. Vou colocar na lista dos desejados.

    Beijo
    Ane
    www.aaconchego.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá Neyla,

    Acabei não solicitando esse livro porque fiquei na dúvida, mas depois da sua resenha fiquei com vontade ler ler...quem sabe um dia....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. li varias resenhas, mas mesmo assim não consigo desanimar de vontade de ler o livro, pode não ser tão emocionante, mas mesmo assim quero ler, quero conhecer a obra!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Já li uma resenha deste livro há algum tempo, e ele está em minha lista para leitura.
    Meu sonho é doar todos os meus
    órgãos aproveitáveis quando morrer, então acho que identifiquei-me com a personagem por causa disso...
    Agora ele subiu algumas posições em minha lista!!

    ResponderExcluir
  8. Oi Neyla,
    menina pensei que este livro fosse outra coisa e nem pedi, mas a história parece ser boa!!
    Fiquei curiosa agora

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  9. Neylinha, esse livro me chamou a atenção logo pela capa bonita, pelo título que me fez suspirar e, claro, pela sinopse que me deixou curiosa. Não li nada parecido ainda. Adoro um drama assim, recheado de lembretes de que a vida é frágil, mas que vale a pena pelos encontros. Amizade e medo, saudade e dor, superação e esperança são sugestivos demais quando reunidos numa leitura.
    Adorei sua resenha, me conquistou.

    ResponderExcluir
  10. Sua resenha está lindaaaaaaaaa
    Eu gostei bastante do livro!!
    Um drama suave, bem para quem está precisando ou passando por um momento delicado.

    Bjkas mil!!

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir