terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Um Toque Masculino: Fios de Prata




Informações Técnicas

Titulo: Fios de Prata: Reconstruindo Sandman - Skoob
Autor(es): Raphael Draccon
Editora: Leya
Ano: 2012
ISBN: 9788580445961
Número de páginas: 352
Menor Preço: 





Finalmente, cerca de 4 meses após o dia que enfrentei uma longa fila de espera e da caneta estourar na hora do autógrafo, eu resolvi ler aquele livro manchado de tinta que repousava em minha estante. Havia chegado a vez de entender do que se tratavam os tais Fios de Prata, a reconstrução do Sandman e o que fazia Allejo nessa história.
Era hora de adentrar o Sonhar.

Sinopse: Mikael Santiago realizou o sonho de milhares de garotos. Aos 22 anos era o jogador brasileiro com o passe mais caro da história do futebol. Para muitos ele era um mito. Mas à noite seus sonhos o amedrontavam. Às vezes, o que está por trás de um simples sonho - ou pesadelo - é muito maior do que um desejo inconsciente. Há séculos, Madelein, atual madrinha das nove filhas de Zeus, tornou-se senhora de um condado no Sonhar, responsável por estimular os sonhos despertos dos mortais. 
Uma jogada ambiciosa que acaba por iniciar uma guerra épica envolvendo os três deuses Morpheus, Phantasos e Phobetor, traz desordem a todo o planeta Terra e ameaça os fios de prata de mais de sete bilhões de sonhadores terrestres. Envolvido em meio a sonhos lúcidos e viagens astrais perigosas, a busca de Mikael pelo espírito da mulher amada, entretanto, torna-se peça fundamental em meio a uma guerra onírica. E coloca a prova sua promessa de ir até o inferno por sua amada.

Acima de qualquer coisa esse é um livro sobre o onírico. Sobre o sonhar e os sonhos. Sobre inspiração, criatividade, sonhos e conquistas. Toda a trama dada pela sinopse é apenas uma face da história. Os três deuses do Sonhar. Morpheus, Phantasos e Phobetor, o anjo Madelein, e até mesmo Mikael Santiago, o Allejo, são meras peças na estratagema montada por Draccon. Quem espera uma grande guerra, irá encontrar. Quem espera uma história de amor e uma aventura, também irá encontrar. Mas Fios de Prata vai além disso, oferecendo a quem sua narrativa tocar um pouco mais que o esperado.
O problema existirá apenas se como eu, você não for tocado por ela.
O livro apresenta-se grandioso: repleto de conteúdo, narrativa fluida, elementos fantásticos de vários tipos, personagens com construção em bases fortes, elementos reais inseridos em meio as noticias que aparecem durante o livro que muitos acabam até deixando passar sem saber. É notório todo trabalho que o autor teve, o talento que possui. Porém não existe comigo uma identificação ou algo que me prenda a trama. O ponto mais próximo disso foi com Phantasos e mesmo assim é pouco o que vemos do senhor da fantasia. Uma pena, pois foi onde me senti mais abraçado, onde habitava uma das minhas grandes paixões. Sobres os personagens humanos não me arrisco a falar, não senti o carisma daquele que movia multidões.
É, rapaz-dragão, já estamos no nosso quinto encontro e o mesmo fenômeno volta a ocorrer: Vejo bons conceitos, bastante conteúdo, personagens interessantes e nada que me prenda. Observem bem antes de me crucificar que não depreciei o trabalho do autor, pelo contrário, o elogio. Pois conheço seu trabalho, e história, li todos os seus livros. Só não sinto empatia, como sinto com outros livros.
Espero que em nosso próximo encontro as coisas sejam diferentes (sim, sou persistente), quem sabe uma 4ª parte em Dragões de Éter seja o que falta para mudar isso de vez?




9 comentários:

  1. Oi Ace!
    Ainda não li nada do Raphael Draccon, então não sei se vai "rolar a química", mas entendo como você se sente. Já aconteceu comigo de ler um livro e achar o trabalho do autor impecável, porém não me identificar ou emocionar de alguma forma. Fiquei me sentindo até meio culpada rsrsrs...
    Ótima resenha, "menino da menina" =D
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  2. Oi Ace! Eu li o primeiro da série Dragões de Éter e gostei, embora tenha esse aqui, confesso que a ideia me assusta um pouco, não é o tipo de enredo que me atrai muito. Vou ler? Sim, porque ganhei o livro, porque gostei da outra obra dele e finalmente pela curiosidade, mas não estou com muita pressa.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  3. Então né.
    Estou com um livro dele aqui pra ler ( o que devo fazer semana que vem), mas é mais a minha praia mesmo. É de terror, então sei que vou curtir.
    Esse, apesar de tudo que falam, não me chamou a atenção, nem os Dragões do Eter, não sei porque.
    Pode ser que eu mude de ideia, não seria a primeira vez, mas por enquanto vou passar.
    E a resenha ficou beeeeem legal!

    Bjks

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Ace, então, nunca li nada do Raphael. Sei que falam super bem da série Dragões de Ether, mas os livros dele nunca me chamaram a atenção. Acho que Fios de Prata vai ser mais um que não irá entrar para os meus desejados.
    Mas vai saber, como vivo mudando de ideia, quem sabe acabe topando com uma promo dos livros do autor e acabe lendo.

    Beijos
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Ace e Neyla, tudo bem?
    Eu gostei bastante da capa, mas a trama em si não despertou meu interesse, talvez, se fosse em uma adaptação cinematográfica, talvez eu assistisse, mas ler o livro e algo que provavelmente não aconteça.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. é bom ter dicas pra homens, pois nesse sentido eu boio, e as vezes a gente tem que presentear e ai?
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. adoro livros dessa coluna, são ótimas opções de presente
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Sempre curiosidade de ler os livros do Draccon, sou fã da esposa dele Carolina Munhoz e adora literatura fantastico, acho que vou ler!

    ResponderExcluir
  9. Olá Ace,

    Confesso que não conhecia esse livro, a sinopse parece interessante, mas sua resenha me desanimou, mas tenho vontade de ler a série do autor.....parabéns pela sua resenha...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir