terça-feira, 18 de março de 2014

Um Toque Masculino - RPG: quero conhecer e agora?

Se tem um assunto que muito falei aqui foi RPG. Pra ser mais exato fala disso desde meu segundo mês ajudando a Neyla por aqui, e isso já tem dois anos. Já falei dos famigerados e divertidos Livros-Jogos, livros onde você é o protagonista e suas escolhas afetam o andamento da história. Já tive o prazer de anunciar nossa parceria com a maior editora nacional do gênero, a Editora Jambô. Tentei com minhas palavras desmistificar o que é o RPG (até que ficou bom), e já divulguei diversos lançamentos. Mas acho que era hora de voltar a esse ponto básico.


Por que insisto em falar deste hobby? Bem, o RPG é uma das minhas grandes paixões e não é atoa: incentiva a leitura, o trabalho em equipe e a criatividade. É divertido, pois você pode assumir o papel de seus heróis preferidos e/ou criar os seus próprios. É abrangente: existem RPGs de fantasia, de super-heróis, de ficção científica, de espionagem. É mais poderoso que qualquer videogame, pois o único limite do RPG é a sua imaginação. E é uma chance de se reunir com seus amigos e criar uma história em conjunto, na qual todos se divertem. Mas antes é preciso entender do que se trata o RPG.

                                                                                 O QUE É O RPG?                                                                                 
Para explicar eu poderia escrever outro longo texto, mas isso já fiz. É só conferir o link que deixei aí em cima. Porém encontrei uma maneira ainda mais didática de passar essa explicação. É só dar play no vídeo abaixo e conferir.


                                                                       COMO COMEÇO A JOGAR?                                                                

Começar a jogar RPG é simples. O primeiro passo é ler um livro básico, que explica como o mestre pode criar histórias e como os jogadores podem criar personagens. Bons livros básicos para iniciantes incluem Dragon Age, voltado para fantasia medieval, se você quiser algo mais avançado, pode escolher Tormenta ou Mutantes & Malfeitores, um RPG para aventuras modernas e de super-heróis, como Homem-Aranha, Batman e X-Men.
A minha recomendação para quem está começando e quer um jogo com regras simples de entender, além de uma grande capacidade de se adaptar a qualquer cenário é o 3D&T Alpha. O sistema possui outras vantagens além desta: todos os livros e complementos existem em versão física e digital, com preços bem em conta. Mas o grande destaque é que a livro básico em PDF é gratuito, bastando apenas se cadastrar na loja da editora para fazer o download.
Por ser um sistema tão acessível e versátil, existem adaptações de diversos produtos de diferentes gostos: filmes, séries, quadrinhos e livros. Não será difícil de encontrar algo se colocar o nome de alguma coisa seguido de 3D&T no Google. Quanto mais adorado uma coisa mais chances dessa busca ter resultados. Tudo que você vai precisar agora, é reunir alguns amigos, decidir quem será o narrador e começar a compartilhar essa história.
Se quiser mais um empurrãozinho confere a adaptação que fiz da personagem Alice Vegas do livro Presságio: O Assassinato da Freira Nua e as dicas de aventuras possíveis lá no meu blog o Multiverso X: A Vidente - Personagem e Gancho de Aventuras. E fica atento que a postagem desta quarta-feira é uma adaptação do livro A Batalha do Apocalipse.
Faça bom uso da sua criatividade e divirta-se com seus amigos e/ou parentes!;)


4 comentários:

  1. Oie Ace,
    meu cunhado adora jogar isso, vira a noite jogando com os amigos.
    Eu nunca joguei, mas tenho curiosidade.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. poutz, eu amo RPG. Joguei minha adolescência inteira rsrsrs
    DeD, 3DeT, Storyteller, D20, Daemon *---*
    https://torporniilista.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olha menino. Eu sempre tive loucura pra aprender esse trem, rsrs
    Tempos atrás eu levava meus ex-sobrinhos (ex-sobrinhos é o nome que dei pq eles são sobrinhos do ex, rs) para a casa dos amigos pra eles jogarem. E eles passavam a noite lá. Se divertiam muito, mas eu não entendia nada. Eles tinham umas cartas dentro de umas caixas chiquérrimas e tal. Morria de vontade mesmo de entender aquilo tudo.
    Cheguei aqui achando que eu iria entender tudo e jogar hoje mesmo.
    Mas né... nada, continuo na mesma. kkkkkkkkkkk

    Mesmo assim o post está muito completo!! Perfeito!!

    Só que a sem noção aqui continua do mesmo jeito!!

    Bjkas

    ResponderExcluir
  4. Olá Ace,

    Não conhecia muito de RPG, mas o seu post foi bem esclarecedor e creio que vai despertar interesse de muitos....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir