segunda-feira, 14 de abril de 2014

Resenha: Até Eu Te Encontrar

















Título: Até Eu Te Encontrar
Editora: Novo Conceito
Autor (a): Graciela Mayrink
Número de páginas: 288 páginas







Sinopse: O quanto uma mudança de cidade pode afetar uma vida? Você acredita em alma gêmea? Como você se sentiria se não gostasse do grande amor da sua vida? É o que Flávia vai descobrir ao deixar Lavras, onde mora com os tios desde o acidente que matou seus pais, quando era criança. Aos dezoito anos, ela decide estudar Agronomia na Universidade Federal de Viçosa, trocando o sul de Minas pela Zona da Mata do mesmo Estado na esperança de uma "mudança de ares". Em sua nova vida, ela conhece Sônia, amiga de infância de sua mãe e agora sua vizinha, que lhe conta a história de sua família materna, até então desconhecida para Flávia. Embora o passado não seja sua maior preocupação, Flávia reluta em aceitar seu destino e ainda precisa superar uma paixão não correspondida pelo seu melhor amigo. Para se ver livre dessa rejeição, ela tenta atrair sua alma gêmea para Viçosa e descobre que o grande amor de sua vida é uma pessoa que ela não suporta.

Sabe quando você termina de ler um livro e tem a impressão de que o livro ainda não saiu de você? É o meu caso com Até Eu Te Encontrar. Sempre tive a maior curiosidade em ler esse livro, bem antes dele ter sido lançado pela Novo Conceito. A história me encantava e eu tinha certeza absoluta de que iria cair de amores quando começasse a ler. E não é que o meu sexto sentido estava certo?
Flávia mudou de cidade para poder cursar Agronomia na Universidade de Viçosa. Órfã de pai e mãe, ela morou a maior parte do tempo com os tios e agora resolveu dar seus primeiros passos fora daquela rotina de sempre. Ao chegar a Universidade logo conhece Felipe, veterano na faculdade que meio que a adota e a livra de um trote.
Felipe é daqueles rapazes cheio de vida, que transpira simpatia e que, óbvio, é um conquistador nato. Ele mora na República Máfia junto com Mauro e Luigi. Luigi namora Carla, uma moça conhecida por sua falta de simpatia e que é chamada de bruxa pelos meninos da república. Nenhum deles entende como Luigi pode ser tão apaixonado por ela. Já Mauro é "casado" e tem uma filha. Felipe sempre procura aproveitar a vida o máximo possível. Mas por trás de toda essa suposta felicidade, esconde um segredo (que eu não vou contar para não estragar a surpresa).
De todos os integrantes da máfia, Flávia só não conhece Luigi que está se recuperando de uma perda recente na casa de sua mãe. Mas mesmo sem conhecê-lo, Flávia sente um repudio muito grande pelo rapaz. Ela não consegue entender o por que, como pode não gostar de quem não conhece? E vocês acham que as coisas melhoram depois que eles se encontram? Nada disso! Apesar dele ser um cara legal, ela não consegue sentir nenhum tipo de simpatia pelo rapaz e estar perto dele é um suplício. Por que será que isso acontece?
Flávia logo se adapta muito bem à cidade e a universidade, fazendo amigos e conhecendo coisas novas. Um desses amigos é Sônia, vizinha e dona da loja esotérica Mina Zen. Sempre muito simpática e um pouco misteriosa, Sônia vai se mostrar uma boa amiga em todos os momentos. E as coisas ficam ainda melhores quando ela descobre que a mãe de Flávia era uma de suas melhores amigas. Uma aura de segredos parece girar ao redor da mãe de Flávia, já que seus tios nunca falavam nada sobre ela. É através de Sônia que ela irá descobrir tudo que nunca soube sobre sua mãe.
Eu amei o livro! A narrativa da Graciela é perfeita, me senti totalmente dentro da história, que é encantadora e arrebatadora. Me apaixonei pela escrita da autora, pelos personagens, pela trama que é singela e delicada, mas ao mesmo tempo divertida e misteriosa. Gostei da inserção da wicca na história, muito embora achei que se houvesse tido um aprofundamento maior nela o enredo ficaria ainda mais interessante.
Os personagens são ótimos, do tipo que queremos ter como amigos (menos Carla, claro, dela eu só iria querer distância). Flávia é muito decidida e eu gosto muito disso em personagens femininos. Nada pior que uma mocinha chata, sem iniciativa e que durante a leitura só nos dá vontade de dar umas boas palmadas, né? Pois Flávia é o total oposto disso muito embora, como todas as mulheres, acabe fazendo besteiras no decorrer da história.
Se eu recomendo o livro? Com toda certeza! Até Eu Te Encontrar é um romance lindo, regado a magia. <3 Um dos nacionais mais fofos que já li (tanto que foi favoritado), tenho certeza que vocês não vão se arrepender.

8 comentários:

  1. Não sei... Eu olho a capa desse livro e algo me desagrada, mas você falou dele tão empolgada, foi tão convincente que me deixou curiosa.
    Fiquei ainda mais curiosa por saber porque ela não vai com a cara do tal de Luigi. Sinto deve ter um bom mistério por trás disso e eu amoooo mistérios rs.
    beijos e boa semana pra ti.
    http://www.letrasdanana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nana, eu gosto mais da capa antiga (embora ache essa bem fofa). Pode dar uma chance ao livro sem medo. Ele é uma delícia de leitura, vale super a pena!

      Excluir
  2. Oi Neyla, é um prazer conhecer seu blog!
    Este livro está na minha pilha, quero ler em breve!

    Boas leituras!

    http://www.viajenaleitura.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ai, fiquei mais curiosa do que estava hahaha
    Tenho vontade de ler esse livro desde que era desconhecido, parece ser muuuuito bom.
    Amei sua resenha viu? Ficou ótima.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/2014/04/resenha-christine-stephen-king.html
    Comenta lá ;)))))

    ResponderExcluir
  4. Oi Neyla,
    menina tb gostei do livro, mas acho que você se encantou mais que eu rsrsrs
    Bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Menina!!! Agora meu deu uma vontade imensa de ler este livro. Ele vai ter que dar uns pulinhos aí!!
    Adorei a resenha foférrima!! Muito meiga mesmo!!
    Tô in love agora com ele ♥
    Amei, amei, amei!!!

    Bjkas

    Lelê
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. ja faz um tempão que quero ler ese livro, sou doida para conhecer mais das escrita das autoras nacionais
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá Neyla,

    Li e resenha esse livro no blog, gostei mais espera bem mais, algumas coisas me incomodaram....parabéns pela sua resenha...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir