sexta-feira, 25 de abril de 2014

Resenha: Livre Mente








Título: Livre Mente
Autor (a): Isabela Xavier
Número de páginas: 168 páginas






Sinopse: Abra este livro uma ou duas vezes. Leia um ou dois poemas. Sinta uma ou duas vezes, antes de pensar: eu gosto de poesia? Eu gosto de poesia. Porque é impossível não gostar, quando a poesia lê você.

Sou apaixonada por poesia desde muito pequena (meu primeiro contato com o mundo da leitura foi através de uma poesia de Cecília Meireles) e, sempre que posso, lá estou lendo alguma coletânea de poemas/poesias. Quando a Isabela Xavier entrou em contato comigo, a primeira coisa que fiz foi ler os primeiros capítulos do livro e ali eu já comecei a me apaixonar pelo que li.
Livre Mente é um livro lindo. Capa perfeita, com detalhes que fazem toda a diferença. Detalhes internos tão delicados quanto as poesias ali escritas. Esteticamente falando, o livro já conquista. É aquele tipo que você olha e quer na sua estante. Porém, com a leitura, as coisas começam a ir mais além.
As poesias escritas por Isabela são intensas. Enquanto umas são carregadas de doçura, em outras você sente algo mais fluir. Dor, tristeza, felicidade, revolta, amor. Uma infinidade de sentimentos tomou conta de mim enquanto lia e a cada virada de página me via mais surpresa. Muitas vezes eu me vi naquelas páginas, já que passei pela maioria das coisas retratadas nas poesias. Já amei de forma desmedida, já senti meu coração querer sair pela boca só em ver ele (e ainda sinto <3 ), já chorei, já me rebelei, já quis sumir. E, acredito, que o que mais me fez gostar do livro foi o fato de simplesmente me sentir próxima de cada palavra gravada ali.
Por incrível que possa parecer, depois de tantas emoções descritas e sentidas, a minha poesia preferida nada tem a ver com sentimentos fortes e sim com minha alma de leitora. Cerne Literário tem tudo a ver comigo e, como não sou uma pessoa malvada, deixo ele aqui para dividir com vocês:

Porque nasci com a literatura
Pulsando nas veias 
É que vomito palavras
Minhas
E degusto palavras
Alheias
E me engasgo com palavras
Se tiver que sufocá-las
E preciso me fartar de palavras
Para me sentir inteira.

Gostou? Você pode conferir as primeiras páginas de Livre Mente aqui. E caso queira adquirir o seu exemplar, pode entrar em contato direto com a Isabela (que é uma fofa, mega atenciosa) por aqui. E só uma dica: o livro está em promoção, então aproveitem!!!

Nem preciso dizer que recomendo a leitura, não é? Se você é fã de poesias, com certeza não pode deixar de ler. Se você nunca teve a oportunidade de ler um bom livro do gênero, já tem uma boa indicação. Livro para ler e reler sempre.

                                                                                 SOBRE A AUTORA                                                                          

Isabela Xavier é carioca, tem 23 anos e mora no Rio de Janeiro com os pais, a irmã e o cachorro. É estudante, porque escolheu ser, e escritora porque as palavras a convocaram. Quase se formou em Direito, mas optou pela Psicologia. A literatura a escolheu. E é assim que vive, com a mente livre, em constante metamorfose e se entregando ao que a fizer feliz.
Sonhadora assumida, acredita que a arte dá sentido à vida e nutre a alma. E é por isso que quer ajudar a colorir o mundo através da escrita.
Apesar de ser leitora desde a infância, Isabela começou a escrever poesia aos 22 anos (os poemas escritos e rasgados na pré-adolescência não contam). Publica no blog Exteriorizando seus poemas e eventualmente minicontos e microcontos.

                                                                                                                                                                                                          

17 comentários:

  1. Resenha maravilhosa amei.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Caralho, o que é a capa desse livro? Simplesmente perfeita!!!!!
    Não sou muito fã de poesias hoje em dia, mas lembro de uma época de quando era nova e adorava. Não sei onde isso se perdeu. :/
    Sua resenha ficou ótimo, lindona!!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Neyla!
    Eu não costumo ler poesia, não porque não gosto, é porque acabo não procurando mesmo. Mas gostei bastante da sua resenha e gostei do poema que você publicou!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Neyla!
    Poesia já encanta por si só e quando bem escrita, consegue transmitir sentimento profundos.
    Amei a resenha e tomara que o livro seja um sucesso!

    Obrigada pelo carinho do seu comentário no blog. Volte quando quiser...
    Bom domingo!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!
    "Algumas vezes dói quando olhamos para trás e outras sentimos medo de ver o que vem pela frente. Mas apenas temos que virar para o lado para encontrar os amigos, se eles continuarem do nosso lado então vai estar tudo bem."

    ResponderExcluir
  5. Nossa! O livro parece ótimo e bem simples, lhe dando uma leitura rápida e sem complicações!
    http://garotaper-feita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Que show! Não conhecia o livro e amoooo poesia
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Neyla, tudo bem?
    Eu não tenho o costume de ler poesias e nunca peguei um livro só delas na verdade. :/
    Mas o livro parece ser ótimo para quem gosta do gênero.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  8. Oiee Ney ;)
    Ru gosto de poesias. Como você já senti as mesmas emoções quando dia uma parecem que são meu pensamento sendo descrito por outra pessoa. Gostei dd sabe dessa novidade foi a primeira vez que li a rspespeito. Espero ter a oportunidade de ler o livro. Beliscões da Máh♥

    BlogInstagram

    ResponderExcluir
  9. Olá Neyla,

    Não conhecia o livro, gosto de poemas mais não é para o momento, gostei de conhecer...boa dica....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oie Neyla
    amo poesias meu esposo vivia me presenteando com muitos livros sobre poesia. Já tinha visto a capa desse livro, e estava bem curiosa, agora depois da sua resenha é certeza que irei ler.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Neyla,
    Eu não leio poesias há muito tempo, mas gostei da proposta do livro. Também gostei da capa e da poesia escolhida por você.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu lia muito este gênero quando era mais nova e gostava demais, depois acabei desapegando um pouco, mas continuo gostando. A capa deste livro é muito bonita. Parabéns pela resenha.

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oie Neyla,
    não conhecia o livro e para ser sincera não curto muito livros de poesia.
    Este vou deixar passar.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  14. Não curto muito poesia,
    sou bem por fora dos livros do tipo, por isso não chega ser uma surpresa eu não conhecer o livro, mas que bom que você curtiu.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Essa capa é linda! Deixou um ar um pouco dark e romântico ao mesmo tempo, com certeza quem ama poesia vai adorar! Linda sua resenha, amiga. <3

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Neylinhaaa!!!

    Não sou fã de poesias, mas confesso que tem umas que realmente se parecem com a gente!
    Essa que você citou é a cara de todo leitor. ^_^

    Beijokinhas da Gii
    http://aestranhaestantedagi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olha, não gosto de poesias... lembro do meu tempo de escola em que era obrigada a ler e tenho traumas até hj hahahahahaha
    Fico surpresa quando encontro resenhas do tipo e bate uma curiosidade básica.

    ResponderExcluir