segunda-feira, 19 de maio de 2014

Resenha: Insensatez
















Título: Insensatez
Editora: Novo Século
Autor (a): Tânia Lopes
Número de Páginas: 348





-
Sinopse: Patrícia Gomes era uma jornalista em busca do furo de reportagem que alavancaria sua carreira. Linda e destemida, vivia em uma cidade do interior dominada pelo tráfico de drogas e desafiava seu editor a romper o silêncio que cercava as atividades criminosas. A chegada do novo chefão de uma facção rival acirrou o conflito entre os bandidos e colocou a cidade em pé de guerra. Era a oportunidade que ela precisava para fazer a matéria que revelaria os detalhes sobre o crime organizado e a projetaria em sua profissão. O que ela não contava era ser capturada por Marco, o italiano que estava à frente da batalha. Implacável, taciturno, misterioso, indecifrável... Aquele homem representava tudo o que ela mais abominava. No entanto, emanava poder e sensualidade, e Patrícia viu-se entregue a seu magnetismo. Um inimigo, que lhe instigava sentimentos contraditórios e a levaria à beira da insensatez. 

É tão bom quando você começa a ler um livro, de forma bem despretensiosa e é surpreendida pela história, né verdade? Foi o que aconteceu comigo e Insensatez. Logo de imediato eu fui fisgada pela capa e, ao ler a sinopse, decidi solicitá-lo à editora já que sou louca por romances e esse tinha uma proposta diferente. Não imaginava que iria cair de amores pelo livro logo nos primeiros capítulos, devorando o livro absurdamente rápido.
A cidade onde Patrícia mora está em polvorosa com a notícia da chegada de um novo chefão do tráfico que veio para confrontar o atual, Sanches, e tomar conta da cidade. Assim como em vários locais, aquela cidade já foi pacata, mas hoje convive com a violência costumeira que todas as cidades estão sendo submetidas. E com a notícia de que uma nova facção está para chegar, deixa os moradores com medo de uma guerra acabar estourando e inocentes pagarem com a vida.
Patrícia é jornalista e noiva de Leandro, com quem vai casar-se em breve. Ela trabalha como jornalista no jornal da sua cidade e, achando que as pessoas merecem saber mais sobre a nova facção, decide que irá conseguir um furo de reportagem. Seu plano é entrar na mansão do novo chefão e ver o rosto desse misterioso homem que todos apenas ouvem falar. Acompanhada de seu amigos Carlos, eles até que conseguem adentrar no terreno inimigo,mas logo é capturada e feita prisioneira pelos bandidos.
A primeira vez em que se vê frente a frente com Marco, o chefão do tráfico, ela fica sem palavras. Ele é um italiano bonitão, dono de uma voz grave e rouca, com um sotaque que é extremamente sexy. Apesar da atração visível, ela não se deixa levar, afinal este é o homem que veio provocar uma verdadeira guerra em sua cidade e que está mantendo-a prisioneira em sua casa. Para piorar ainda mais, é através dele que ela fica sabendo que Carlos, que também foi capturado junto com ela, não resistiu aos ferimentos e morreu. É também obrigada a telefonar para os pais e para Leandro e mentir para eles, dizendo que fugiu com Carlos por que descobriu-se apaixonada. 
O ódio daquele italiano se sobrepõe a qualquer tipo de atração. É somente quando ele a salva de um possível estupro que ela passa a enxergá-lo com outros olhos. Marco é um homem duro e misterioso, sua presença é marcante e a atração entre eles fica visível a cada virada de página. Patrícia até tenta não se envolver, lembrando sempre quem ele é e o que fez com Carlos, mas o sentimento fala mais alto e ela se entrega de cabeça a essa paixão perigosa.
Fiquei apaixonada por Insensatez e vivi um dos meus maiores dilemas literários: gostar ou não de Marco? Eu juro que tentei odiá-lo, mas o cara tem um charme, um jeito que envolve e fascina. Foi uma briga dura entre a razão e o coração, e não julgo Patrícia por ter se entregado a paixão. É impossível não se render a ele.
Nem só de romance vive a história. Há também ação e um certo mistério. Os personagens são muito bem construídos, mas achei Patricia um pouco inconsequente e meio bobinha. Ela é o tipo de garota que não consegue perceber muito bem o que acontece ao seu redor e com isso acaba por muitas vezes passar por situações que poderiam ser evitadas usando um pouco de percepção. Marco, por sua vez, é O homem! Depois que resolvi quebrar as barreiras invisíveis que criei para me afastar dele, fui percebendo o quanto ele é incrível. Poderia passar a resenha inteira falando do quanto ele é perfeito e não me cansaria.
Insensatez pode chocar um pouco pelo enredo na sinopse, mas vale muito a pena mergulhar nesse romance. Principalmente por que nem tudo é o que parece ser e no decorrer da leitura vamos tendo muitas surpresas. A escrita da autora é muito gostosa, simples e ágil. As páginas praticamente passavam sozinhas e quando terminei a leitura estava com um sorriso de uma ponta a outra do rosto. Leitura super recomendada.

11 comentários:

  1. Oi Neyla,
    pensei que este era mais um daqueles livros que a mocinha se apaixona a primeira vista, ainda bem que tem mais coisas. Quem sabe eu dê uma chance ao livro

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olha! Gostei da resenha, mas você sabe que este não é meu gênero. Aliás, eu fujo um pouco disso!!
    Mas como sempre sua resenha ficou perfeita!! Uma doçura!!!

    Bjkas

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Hummm, esse Marco me pareceu charmosão hein. Adoro um personagem italiano, hehe.
    Eu já tinha visto este livro no Skoob. Apesar de a capa não ser muito chamativa, eu adoraria ler o livro.

    Beijão enoorme.
    Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia esse livro e é primeira resenha que eu leio dele, chamou a minha atenção, principalmente o tal do Marco, hummm espero ter a chance de ler ele um dia.
    Beijão
    http://lilicasg.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Neyla..
    Fiquei tentadíssima a solicitar este livro, mas acabei deixando passar. Adorei a resenha, e que bom que o livro surpreendeu, o ultimo livro que li do Selo Novos Talentos me deixou até irritada pelos erros ortográficos e falta de revisão. Quero ler ele futuramente..

    Beijs

    TeLa
    http://www.penseiraliteraria.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Neyla,

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog, mas confesso que não faz meu estilo, parabéns pela resenha...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. acredito que o nome venha bem a calhar com o enredo, eu li uma fanfic a uns anos atras que muito me lembra esse enredo...
    acho que eu ia curtir!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Neyla, gostei tanto da sua resenha.... Ela me deixou tão curiosa que não perdi tempo e comprei o livro. Depois te falo se gostei. Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aninha, vou querer saber o que achou sim!!!! Espero que goste!
      Beijos

      Excluir
  9. ola, eu já li e posso garantir, é muito bom mesmo!

    ResponderExcluir
  10. Nossa *-*, bom ja está na minha listinha de livros desse ano, gostei muito da resenha,
    você me deixou curiosa haha parabéns pelo blog

    Bjs
    http://http://odiariodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir