segunda-feira, 5 de maio de 2014

Resenha Primeiro Amor
















Título: Primeiro Amor
Editora: Novo Conceito
Autor (a): James Patterson e Emily Raymond
Número de páginas: 239 páginas






Sinopse: Axi Moore é uma garota certinha, estudiosa, bem comportada e boa filha. Mas o que ela mais quer é fugir de tudo isso e deixar para trás as lembranças tristes de um lar despedaçado. A única pessoa em quem ela pode confiar é seu melhor amigo, Robinson. Ele é também o grande amor de sua vida, só que ainda não sabe disso. Quando Axi convida Robinson para fazer uma viagem pelo país, está quebrando as regras pela primeira vez. Uma jornada que parecia prometer apenas diversão e cumplicidade aos poucos transforma a vida dos dois jovens para sempre. De aventureiros, eles se tornam fugitivos. De amigos, se tornam namorados. Cada um deles, em silêncio, sabe que sua primeira viagem pode ser também a última, e Axi precisa aceitar que de certas coisas, como do destino, não há como fugir. Comovente e baseado na própria vida do autor, este livro mostra que, por mais puro e inocente que seja, o primeiro amor pode mudar o resto de nossas vidas.

Axi é uma garota pacata, que vive em uma cidadezinha, ainda mais pacata. Há tempos atrás, sua mãe foi embora, deixando-a apenas na companhia do pai. Seu melhor amigo é Robinson, um cara super alto astral, que está sempre ao seu lado. E, quando ela decide fugir da cidade e experimentar coisas novas, Robinson é sua companhia. 
Claro que, para concretizar seus planos, eles precisam de um veículo e é daí que Robinson "pega emprestado" uma moto. Para uma garota certinha como Axi, essa é uma das maiores transgressões de sua vida e, pela primeira vez, ela sente um fluxo grande de adrenalina correr por suas veias. E assim começa a grande aventura dos dois, com direito a visita várias cidades, grandes aventuras e, claro, a descoberta de um grande amor.
No decorrer das páginas, vamos conhecendo mais sobre Axi, o início de sua amizade com Robinson e por todas as barras que ela já passou durante sua vida.  Não me admira que ela quisesse deixar para trás toda sua tristeza. E com uma companhia como Robinson, não tem como deixar a tristeza chegar.
Primeiro Amor é um livro de rápida leitura, com uma história ágil e, a meu ver, sem grandes atrativos. Confesso que esperava um pouquinho mais da história e acabei me decepcionando por conta disso. Não consegui me envolver com a trama e achei os personagens principais muito sem graça. Não é uma história ruim, mas não funcionou comigo. O final bem emocionante foi o que mais gostei, me fez ficar vidrada no livro e não querer largar. Mas o restante achei morno.
Uma das coisas que mais me incomodou foi o comportamento dos protagonistas, em especial o de Axi. É uma garota, como se diz por aqui, "sem sal e sem pimenta", que só mostra mesmo a que veio nas últimas páginas do livro. Achei que em determinados momentos faltou atitude, algo que pode ser justificado por sua pouca idade. Robinson, por sua vez, é pra cima, mas um pouco inconsequente. Confesso que fiquei inconformada com alguns de seus atos, mas consegui entendê-lo melhor no final. E se você está pensando "Nossa, por que tudo dela é voltado para o final?" eu explico: foi somente nos último capítulos que o livro conseguiu me agradar, por que é justamente quando ele fica emocionante. 
O livro passa uma mensagem bacana, de aproveitar o máximo do que a vida pode oferecer, sair do lugar comum e arriscar-se mais.  Quantas pessoas têm medo de fazer algo novo, de mudar e sair de sua zona de conforto? 
Se eu recomendo o livro. Claro que sim. Tenho certeza que vai conquistar muitas pessoas e, como eu já falei lá em cima, a história não é ruim, só não funcionou comigo (sei de muita gente que leu e amou). Então, boa leitura!

12 comentários:

  1. às vezes a história é boa, mas não nos impacta e por vezes amamos tanto um livro que outra pessoa diz que apenas gostou e não achou nada demais rs acontece mesmo!

    Eu gostei da sinopse e da mensagem que você diz que ele passa, quando eu quiser algo do estilo vou ler!

    Bjs, Michele

    ResponderExcluir
  2. Ahhh eu gostei! Nunca tinha visto ele e gostei bastante da sinopse, parece ser bem interessante. Adorei seu blog e já estou seguindo viu? ♥
    Um super beijo <3
    docesexpressoes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Tentei ler James Patterson uma vez e não curti. Agora tenho um pé atrás com ele, mas assisto Castle e ele sempre tá jogando pôquer, aí quero ler alguma coisa dele... vai me entender hahahahaha

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Já li vários livros do James, mas o tema era sempre policial, agora vou ler esse romance, acho que vou gostar ;)

    ResponderExcluir
  5. Oie,
    nossa ainda não li este livro, mas você me deixou curiosa Neyla.
    Adoro romances!!!

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  6. Baseado na vida do autor, opa..
    esse eu quero ler.. Já havia me interessado pela história,
    mas esse pequeno detalhe aguçou ainda mais minha curiosidade e
    aumentou consideravelmente meu desejo de ler esse livro.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. E é do James, então tem coisa boa... Adorei a resenha!! Tá na fila e quero muito ler!!
    Nem ligo que a protagonista é sem graça, quero ver o resto todo!!!

    Bjkas

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. esse livro ta ame ou odeie! confesso que como me apaixonei pela capa to louca para ler
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Neyla!
    Eu tenho problemas com o James Patterson, só li um livro dele e não curti.
    Sabe quando você disse que achou morno e que esperava mais, foi assim que me senti rs.
    Enfim... Eu gosto de histórias de melhores amigos saindo em uma aventura, mas não sei se iria me agradar dessa leitura rs.
    beijos!
    http://letrasdanana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Neyla! Você não é a primeira que não gosta do livro, estou com as expectativas bem baixas depois de ler algumas resenhas, eu li outro romance dele e amei, mas parece que desta vez o James não foi bem em sua receita.
    No próximo mês eu leio.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  11. Olá Neyla,

    Acabei de ler esse livro a pouco tempo e confesso que no início é meio parado e não empolga, mais depois melhora e o final é demais, achei melhor do A Culpa é das Estrelas....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi, Neyla!

    Não sei se eu leria amiga, a história me parece tão normal e acho que só mesmo o final me deixou curiosa, quem sabe um dia eu pegue para ler, rs. Enfim, adorei sua resenha, uma pena o James não ter aprofundado mais o livro, rs.

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir