quarta-feira, 25 de junho de 2014

Quem Conta Um Conto... - A Torre das Almas



Título: A Torre das Almas
Autor (a): Eduardo Spohr
Número de Páginas: 10 ou 16 na versão Kindle.
Editora: Draco
Originalmente publicado na Antologia Imaginário Vol.3 em conjunto com contos de outros autores.
Onde encontrar:
Amazon Kindle: http://bit.ly/1lPzoir
Antologia Imaginários Vol. 3: http://oferta.vc/3oa3




As histórias do universo do livro A Batalha do Apocalipse têm sua continuação oficial com o conto A Torre das Almas, publicado na coletânea “Imaginários 3”, da Editora Draco. Pois é, se engana quem acredita que Filhos do Éden - Herdeiros de Atlântida foi a primeira publicação que deu continuidade ao universo criado por Eduardo Spohr. 
A ideia começou quando o autor recebeu o convite do editor Erick Santos para participar da antologia. Juntos, decidiram aproveitar que os leitores pediam mais aventuras angélicas e decidimos que o meu texto se passaria no mundo de A Batalha do Apocalipse. Apesar de não ser indispensável, nas palavras do próprio autor, A Torre das Almas serviu como um ensaio para o Herdeiros de Atlântida e é interessante àqueles que desejam acompanhar a mitologia ABdA e conhecer novos personagens da saga (para alguns nem tanto).

Na narrativa, um grupo de anjos de Gabriel é enviado à Terra para averiguar o que parece ser um simples caso de espírito aprisionado. No curso da missão, os celestiais encontram pistas de uma possível conspiração que, se confirmada, pode ameaçar os exércitos rebeldes e reverter a balança das forças no céu.

Um bônus para os fãs do autor. Um aperitivo para quem ainda quer conhecer. A prova de fogo para quem não gostou muito de A Batalha do Apocalipse, mas quer saber se deve dar uma nova chance para o "Spohrverso". De várias formas podem ser interpretado o conto A Torre das Almas, tudo depende da relação do leitor com o trabalho do autor.
Evidentemente é mais recomendado para aqueles tem uma familiaridade com a série de livros. Nele temos referências a guerra celeste que acontece entre os anjos narrada em A Batalha do Apocalipse e uma introdução a personagens que serão de grande importância em Herdeiros de Atlântida, Kaira e Zarion (inclusive essa aventura é citada no próprio primeiro volume da saga Filhos do Éden). Porém por se tratar de um conto curto e introdutório pode ser apreciado por qualquer um.
A narrativa é fluida e dinâmica, com detalhes na medida certa, sem cansar o leitor com explicações longas. Apresenta bem as personagens apesar de ter poucas páginas para tal, deixando claras as diferenças entre eles, suas posições, personalidades e modus operandi. Eduardo Spohr conseguiu, nessa breve história, criar uma trama com elementos de ação, suspense e aventura, capaz de prender a atenção do leitor e dar uma prévia de como são os livros dele após A Batalha do Apocalipse.
Mal vi o passar das páginas. Quando reparei já o tinha devorado. É uma leitura rápida que recomendo, principalmente, para quem teve uma primeira impressão ruim do trabalho do Eduardo. Vale a pena conferir.


7 comentários:

  1. Olá Ace
    ainda não li nada do autor, mas seus livros são sempre bem recomendados.
    Acho muito bacana quando o autor escreve um conto, como se fosse um prelúdio para o leitor conhecer sua escrita e seu estilo.
    Bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus, eu ainda não li nada do cara e tenho tipo uns três livros dele aqui. Vou enlouquecer!!!!! ahauahuahuahuah
    E agora que sei que tem contos, pirei na batatinha.
    Sabe que passar aqui me fez acabar de tirar meu livro da estante?!
    Ah, que se dane! Hora de ler Spohr!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Ace,

    Acho que sou o único que não leu e não tem interesse nas obras do autor, mas fez meu estilo, mas gostei de saber sobre o livro e como tudo começou...belo post....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Ace,
    não conhecia o conto, mas gosto bastante do livro, então devo gostar do conto tb :)

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Ace,
    Ainda não li nada do autor, mas achei a proposta do conto interessante.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Ace.

    Obrigado pela resenha. Escrever "A Torre das Almas" foi uma experiência muito interessante. Primeiro, porque acabou por se tornar um ensaio (literalmente) para o primeiro livro da série Filhos do Éden. Segundo porque me deu essa experiência de escrever um conto, uma área que eu não domino e que eu pretendo conhecer mais um dia.

    Muito obrigado novamente pela força. Adoro seus textos e resenhas :)

    abração,
    Eduardo

    ResponderExcluir
  7. Oie!!

    Então, eu gostei da resenha, mas eu ainda estou com aquela pulga atrás da orelha.
    Eu sei, eu sei que você já disse um monte de vezes pra deixar pra lá, mas a pulga não me deixa. E tem tantos livros legais no mundo, eu nunca vou conseguiu ler todos, e sempre dou preferência aos que não tem a pulga. Gente!! Tô falando muito em pulga.
    Enfim, adorei!! Quando essa pulga me deixar eu pego umas dicas sobre os livros dele com você!!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    (tomara que esta comentário vá. Vou ficar chateada se não for)

    ResponderExcluir