quarta-feira, 18 de junho de 2014

Resenha Uma Noite Sem Fim








Título: Uma Noite Sem Fim
Editora: Petit
Autor (a): Antônio Demarchi
Ditado por: José Florêncio
Número de Páginas: 392






Sinopse: Perdido na escuridão, ele se sente mergulhado em terrível pesadelo. Perseguidores implacáveis o ameaçam: suas forças se esgotam, não sabe até quando conseguirá escapar. Aos gritos, implora por socorro, mas não recebe nenhuma ajuda. Cansado e humilhado, lágrimas derramam-se de sua face marcada pela aflição... Afinal, o que está acontecendo?

Essa é a história de Arnaldo, um homem que desde a infância vive a sombra de seu irmão mais velho, Felipe, de quem sente uma inveja enorme. Arnaldo é um homem problemático, que coloca sempre o trabalho e o dinheiro a frente da família. E, para conseguir aquilo que deseja, ele é capaz de tudo, principalmente de passar por cima de seu irmão.
Felipe por sua vez é um homem centrado e de bom coração. Em certas partes cheguei até a achá-lo ingênuo, já que não se dava conta das inúmeras armações do irmão. Ao contrário de Arnaldo, ele não é ambicioso e busca ao máximo ajudar ao próximo e viver os ensinamentos passados pela família.
Logo no início do livro já encontramos Arnaldo em um estado lastimável, cheio de dor e amargura. Ele não sabe onde está e, só no decorrer da leitura é que vamos descobrindo os fatos que se sucederam e o motivo dele se encontrar naquele estado.
Em uma narrativa repleta de emoção, vamos conhecendo mais sobre os protagonistas e sendo transportados a uma história comovente e, por vezes, sombria. Apesar de não aprovar os atos cometidos por Arnaldo, senti muita pena dele. Sua prepotência e ambição o cegaram de uma forma tão grande que ele se transformou em uma pessoa mesquinha e de caráter duvidoso.
Apesar de estar acostumada aos livros espíritas carregados de emoções fortes, dessa vez desabei diante da leitura de Uma Noite Sem Fim. Forte, intenso e reflexivo, a história mexeu com as minhas estruturas. Chorei em algumas passagens e fiquei bastante pensativa após a leitura.
Os ensinamentos que essa história nos dá vale para toda a vida. O valor do perdão está sempre bem forte em cada página, assim como a lembrança de que Deus nunca nos abandona, mesmo quando caímos durante a nossa caminhada.
Esse é um daqueles livros com lições que, com toda certeza, irá ficar gravada em seu coração. Recomendado!


5 comentários:

  1. Eu confesso que não tenho muito interese nesses livros psicografados, minha mãe que curte ler esse tipo de história.
    Então já digo de antemão que não me interessei pela obra.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá Neyla,

    Não conhecia o livro, mas confesso que não faz meu estilo...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oii! Conheci seu blog por acaso e adorei!!!
    Você pode dar uma olhadinha no meu também, por favor? Comecei há pouco tempo e queria uma opinião "do mercado" hahah
    MUITO obrigada :)

    Beijos,
    Mariana.
    nuvem41.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oie Neyla,
    li este livro faz um tempinho, e menina você adorou hein?
    gostie, mas nem tanto assim rsrsrsrs

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Neyla!
    Não costumo ler livros espíritas, mas esse parece ter uma história forte mesmo. Acho que também me emocionaria (sou chorona!)

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir