quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Grumpy Cat


Já vivi sete vidas... Esta é a pior de todas. Em Grumpy Cat – Um livro azedo, o bichano vai mostrar que ser azedo não é um talento que vem de berço; qualquer um, com muito treino e determinação, pode desenvolver. O leitor vai conhecer a breve história do Gato (incluindo todos os sonhos que ele já arruinou), descobrir os bons motivos para odiar cachorros (e pessoas!) e praticar o mau humor.





Título: Grumpy Cat - Um Livro Azedo
Editora: BelasLetras
Número de Páginas: 264


Se você está feliz...pare!

Essa é uma resenha diferente de um livro que eu simplesmente odiei! Isso mesmo que vocês estão lendo. E se eu fosse você ia logo desmanchando qualquer sorriso, aqui não tem lugar para gente feliz. Ahh, como odeio gente feliz! Tá achando estranho? Bom, tudo que posso dizer é que fui totalmente influenciada pelo Grumpy Cat e seu humor cinzento.

Uma vez eu me diverti. Foi horrível!

O Grump Cat é um gatinho lindamente azedo, super mal humorado e que tem essa constante carinha de tédio. Ele não gosta de diversão, não gosta de cães, de humanos...de ninguém. O que ele realmente gosta é de nos contagiar com seu humor e nos brindar com suas várias frases de efeito e conselhos, que devem ser colocados em prática todos os dias até o leitor se tornar uma pessoa azeda.

Tentei ver o lado bom da vida. Meus olhos doeram!

Um dia desses de sol, decidi que iria levar o meu Grumpy Cat para dar uma voltinha. Fomos ao Dique do Tororó, um lugar lindo, com árvores, crianças, cães, pessoas felizes e relaxadas. Foi horrível! Pelas fotos abaixo vocês podem perceber o quanto gostei da experiência. Deveria ter ficado na minha casa, enrolada em meus lençóis e tentando transformar as brancas nuvens num cinza bem forte.

Odeio pessoas felizes pela manhã. E odeio manhãs e pessoas!

A cada virada de página vamos conhecendo fatos sobre o gatinho mais azedamente lindo que já conheci. O livro é todo ilustrado, tem frases, atividades (que eu não tive coragem de fazer), conselhos para tornar o dia mais azedo e muitas curiosidades. Uma das coisas que mais odiei foram as fotos do Grumpy Cat. São horríveis! O traduzindo o azedume foi a pior parte de todos, já que aumentou demais meu mau humor. As pessoas deveriam falar mais a palavra não, é tão melodiosa, não acham?

Gosto dos humanos da maneira como gosto do meu café. Odeio café!

Grumpy Cat é um manual para ficar mal humorado e que todas as pessoas felizes deveriam ler. E odiar! Depois de tocado pelo azedo desse livro, nada melhor do que espalhar seu mau humor por aí, assim como eu estou fazendo. Espero ter conseguido te deixar beeeeem azedo. Nada de sorrisos, Como já dizia o Grumpy Cat: Dizem que seu rosto usa mais músculos para fazer cara feia do que para sorrir. Eu gosto de manter a forma. Portanto:

Abra um grande sorriso... e vire-o de cabeça para baixo.

Um grande beijo bem azedo!

13 comentários:

  1. Ahhh! O gatinho azedo mais adorado *o*
    Estou querendo muito esse livro, só vejo coisas boas sobre ele.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  2. Hahaha. Melhor resenha de todos os tempos. Eu até queria fazer a linha e dizer que esta horrível, mas é impossível!!!

    Fotos lindas!!

    Isso me lembrou o dia que eu postei uma divulgação deste livro no blog e a editora me enviou um email dizendo que estava horrível. Na hora eu fiquei chateada, demorei uns segundos para entender... aí morri de rir!!

    Que lugar lindo este!!! Amei tudoooooooo ♥

    Bjks

    Lelê

    ResponderExcluir
  3. ouuuuwn mas é liiiindo *-------------*
    Eu quero Grumpy Cat pra mim <3
    Fiquei morrendo de vontade [mais ainda] de ter esse livro.
    bjs, Neyla.
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Neyla,
    isso já aconteceu comigo em outros livros. Se ele é depressivo fico assim por algum tempo, o mesmo com livros chatos e irritantes, por isso prefiro os alegres e divertidos rsrsrs

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Tenho que admitir que as fotos e o hurmor azedo são a melhor parte, ri munto SUHDDUDHUDHSD

    ResponderExcluir
  6. Ahhhhh que fofo.
    Este livro é ótimoooo

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ADOREI A RESENHA AMIGAAAAAAAAAAAA!!!

    E esse seu bico então?!

    Esse Grumpy Cat é uma coisinha né?!
    Não aguento essa boquinha torta!

    Quero muito esse livro! Vou dar ideia pro mo me dar de dia das crianças! \o/

    Beijokinhaaa!

    ResponderExcluir
  8. kkkkkkkkkkkkkk que azedo mais fofo, kkkkkkkkkk
    Esse gato é uma graça. Quero muito ler o livro!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  9. Eu preciso desse livro agora. Gente que coisa mais linda!

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  10. esse gato azedo é mau humorado, mas fofo!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Ola
    Bem diferente essa sua resenha, eu não tenho vontade de ler esse livro não me chama atenção, mais deve ser porque não gosto de gato. Mais o livro está lindo.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Neyla, você é uma figura *-*
    E para o desespero do Grump Cat, as fotos ficaram terrivelmente lindas ;)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  13. Olá Neyla,

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro e achei bem interessante e sua resenha super criativa...parabéns....abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir