sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Karma Club




Madison Kasparova sempre achou que soubesse como o Carma funciona. Aquela força poderosa e cheia de mistérios que traz harmonia para o Universo. Você sabe – pratique boas ações e será recompensado, faça uma má ação e o Carma vai garantir que terá o que merece. É como se fosse um ato de equilíbrio cósmico.
Mas quando Mason Brooks, namorado de Maddy por dois anos, foi pego no flagra beijando a Srta. Corpo Perfeito, Heather Campbell, e não aconteceu absolutamente nada para qualquer um dos dois – exceto se transformarem no mais novo casalzinho do Colégio Colonial – pareceu que o Carma havia oficialmente deixado Maddy desamparada.
Foi assim que ela e suas melhores amigas, Angie e Jade, decidiram inaugurar o Clube do Carma – uma organização secreta, só para membros, cujo único objetivo era arrumar a bagunça que o Universo estava deixando para trás. Porém, algumas vezes, não é muito inteligente interferir nos desígnios do Universo, pois, quando você apronta com o Carma, o Carma apronta com você.
E agora, Maddy terá que achar uma maneira de encontrar novamente o equilíbrio de sua vida, mesmo que tudo à sua volta pareça estar de cabeça para baixo.
Título: Karma Club
Autor: Jessica Brody
Editora: Novo Século
Páginas: 262

Karma Club é um livro que estava na minha estante há mais de um ano e, para vocês terem uma ideia, ainda estava no plástico. Eu o ganhei em um sorteio e, apesar da vontade imensa de ler, acabei adiando. Com a chegada do ano novo, decidi que daria prioridade àqueles livros que estavam, de certa forma, encalhados na estante e ele foi o primeiro escolhido. O que eu achei? Isso vocês vão descobrir agora.
Maddison tem 17 anos e tem, absolutamente, tudo que uma garota de sua idade deseja. Ela vai bem nos estudos, tem as melhores amigas que uma garota pode querer (Angie e Jade) e um namorado há quem é extremamente devotada. Mas ela não está feliz. Seu sonho é ganhar certa popularidade com a turma da escola e, para isso, escreve para uma sessão da revista Garota Moderna enviando foto e um texto sobre seu namorado. Ela acredita que, quando eles aparecerem na revista, vão se tornar populares entre os colegas e poderão, finalmente, frequentar as famosas festas que acontecem em um loft, que pertence os pais de Spencer Cooper, onde  só entram convidados restritos.
Claro que ela consegue o que quer e, três meses após o envio, ela vê seu desejo realizado: Mason estampa uma das páginas da Garota Moderna. Tudo acontece como ela esperava, inclusive o convite para a festa acaba acontecendo. Ela só não esperava que as coisas fossem se encaminhar para algo bem diferente do que imaginava. Durante a festa, ela encontra Mason aos beijos com a menina mais popular da escola, Heather Campbell. Não dá pra acreditar, afinal ele nunca quis saber de popularidade e sempre afirmou gostar dela, como pode traí-la dessa forma?
Desolada, ela fica ainda pior quando um dia após a traição, Mason e Heather aparecem na escola de mãos dadas, formando o mais novo casal popular. Maddy não consegue acreditar que aquilo está acontecendo e, o pior, não sabe como agir diante de tudo que aconteceu. 
Após ouvir uma palestra sobre o carma, Maddison decide que que não vai ficar de braços cruzados esperando as coisas acontecerem. Se o universo não estava colaborando, ela mesmo ia arrumar essa bagunça. Junto com as amigas ela monta o Clube do Carma, que tem por finalidade dar uma lição em todos que agiram de forma errada com elas. O Clube possui algumas regras, dentre elas manter o sigilo em relação a ele e não namorar outro garoto até eles terem maturidade suficiente para não magoá-las (hahaha). O maior erro das meninas é esquecer que tudo que se faz com os outros tem um retorno. E quando o destino cobrar tudo que elas fizerem, não há como escapar.
Não sei quanto a vocês, mas logo de cara tive vontade de dar uns tapas bem no meio da cara de Maddison. Quem, em sã consciência, ia se expor dessa forma, colocando foto de namorado em revista só para ser aceita em um grupinho de esnobes? Não entendi essa obsessão e até achei que ela teve o que merecia (é, vocês sabem que sou cruel). Porém, passada a fase da revolta e me compadecendo da pobrezinha (a bichinha sofreu, gente, deu dó), comecei a simpatizar um pouco mais com ela, muito embora ainda não concordasse com suas atitudes, e perceber como ela era fofa e doce.
A história é leve e muito divertida. As situações narradas são extremamente engraçadas e não foram poucas as minhas gargalhadas. Cada novo plano das meninas era sinônimo de diversão e não teve como não me envolver. Rolou até uma certa identificação na hora das vingancinhas, afinal eu sempre planejei vinganças malignas contra certas pessoas por aí (hahahaha), mas nunca as coloquei em prática. Talvez, se eu tivesse encontrado Maddy, Angie e Jade, as coisas poderiam ter sido diferentes ( que bom para os meus desafetos que nunca encontrei).
O enredo é bem interessante e a autora soube mesclar elementos clichês com uma trama criativa. A escrita da Jessica Brody é ágil e o texto flui muito bem, permitindo que a leitura seja feita em um único dia. O livro é, como a Alisson Noel comentou na capa, "Moderno, divertido e envolvente".
Apesar da faixa etária dos protagonistas e de ser um livro voltado para o público mais jovem, é uma história que ira agradar a leitores de todas as idades. Quem curte uma leitura divertida e cheia de surpresas, com certeza vai gostar de Karma Club.

12 comentários:

  1. Oi
    Esse livro tem estado na minha lista de desejados, mas ainda não comprei porque as vezes fico na dúvida se vou gostar ou não, mas em breve vou comprar ;)
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  2. Oi Neyla

    Sabe aquela capa que te faz correr de um livro? Pois é, nunca tive vontade de ler nem a sinopse com essa capa tão sem graça.
    A história parece ser legal e uma ótima escolha para se divertir.
    Se tiver a chance pretendo ler.

    Beijos
    mundo-de-papel1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Neyla, sua linda, tudo bem?
    Que saudade de vir aqui!!!!!
    Que coincidência, tenho esse livro encalhado na minha estante, risos.... Nunca tinha lido nenhuma resenha dele, comprei totalmente no escuro em uma mega promoção. Agora acho que não irei me arrepender. Gosto muito de leituras divertidas que me façam rir. Mas também não aprovo a atitude dessas meninas, vingança não leva a nada, quer dizer, leva sim, a coisas bem piores, Quem vai sair machucada no final é ela.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
  4. Oi, Neyla.

    Bom, confesso que esse tipo de gênero não me é tão convidativo assim.
    Embora a autora sobre quebrar um pouco do clichê com outros elementos, ainda sim a obra não teve um destaque no meu coraçãozinho e não encheu meus olhos HAHAHA (sim, eu ri dessa forma para você já me reconhecer e não precisar se matar e roer as unhas de curiosidade kkkkkk).
    Gostei do tom dessa cor na capa. Acho bonita e combina com a cor do seu blog (bem conversa de menininha isso, cruzes hahaha).

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 4 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
  5. Oi,tudo joia?
    Não conhecia a obra, e já vou por em minha lista de desejados, pelo que vi ele realmente me parece ser bem divertido haha

    Beijos
    intoxicadosporlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá =)

    Morro de vontade de ler esse livro. Mas ainda não consegui adquiri-lo. Essa capa é demais. Espero que em breve consiga lê-lo. Adorei a sua resenha *o*

    Beijos, Rob

    ResponderExcluir
  7. Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas sabe que amei ele de cara? A capa, a sinopse... E sua resenha me fez querer ler ele.

    ResponderExcluir
  8. Oi Neyla,
    sempre tive curiosidade sobre este livro, como você gostou acho que vou arriscar. Tinha ouvido falar mal, mas nossos gostos são parecidos e o livro parece ser interessante.

    Dica anotada.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  9. Gente, como eu não conhecia esse livro antes???
    É a minha cara!
    Não que eu saia por aí estampando a cara do meu namorado em jornais e depois de ser traída comece um club para me vingar...
    Até porque nem namorado tenho, enfim hahahhaha
    É porque eu super acredito em carma e olhas, ás vezes da mesmo vontade de pegar e fazer, ao invés de esperar o bendito Universo se mover.
    Mas ainda bem que nunca fiz isso, porque pelo que percebi a coitada de protagonista sofreu um bocado hahahahaha
    Eu amei sua resenha e amei conhecer o livro, já entrou para a wishlist!!!
    Beijossss,
    http://www.thousandlivestolive.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Neyla.

    Não conhecia esse livro, mas já de cara me interessei. Adoro histórias que falam sobre carma e ainda mais se elas envolvem vingancinhas! kkkkkk
    Também achei meio sem noção ela mandar as fotos para a revista, mas a coitada teve o que mereceu. Imagine no outro dia, depois da matéria, o namorado aparecer com outra! É de cortar o coração... :P
    Adorei a resenha e já anotei na minha listinha. Bjoks da Gica.

    Uma Leitora Aquariana

    ResponderExcluir
  11. Oi Neyla,

    Não conhecia essa livro a capa é linda, eu amo essa cor ❤❤, a historia me lembrou PLL hahha, é a primeira resenha que leio sobre o mesmo e já fiquei mega curiosa, mas ela deu mancada em colocar uma foto dos dois na revista! Ela poderia arrumar outro jeito pra conseguir entrar em tal festa.

    Mayla

    ResponderExcluir
  12. Olá Neyla,

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui no blog, parece interessante, mas não me despertou muito interesse....abraço.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir