segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Maximum Ride : Projeto Angel

Maximum Ride tem 14 anos. Ela e os seus amigos seriam crianças normais se não tivessem o dom de voar. Para algumas pessoas esse poder seria um sonho, mas, no caso da turma de Max, a vida se transformou em um pesadelo sem fim desde que a perseguição dos Apagadores começou.
Seja em cima das árvores do Central Park, em uma jornada escaldante no deserto da Califórnia ou nas entranhas do metrô de Nova York, Max e sua nova família lutam para compreender por que eles são diferentes de todos os outros seres humanos. A maior dúvida é: eles vão salvar a humanidade ou ajudar a destruí-la?
Impossível ficar indiferente a Max! Sarcástica, corajosa e meio impaciente, ela é a líder mais poderosa e forte que você já conheceu. Ao mesmo tempo em que luta para se proteger e salvar a vida dos seus amigos, Max tenta entender por que tudo tem que ser tão difícil e diferente para eles.
Se você gosta de ação rápida, dinâmica, daquelas de tirar o fôlego, com vilões que você ama odiar... Este é o seu livro! Uma aventura fantástica e imprevisível, que emociona e desperta a imaginação.
Título: Maximum Ride : Projeto Angel
Série: Fugitivos
Editora: Novo Conceito
Autor (a): James Patterson
Número de Páginas: 384


Uma das coisas que mais me dão prazer é quando inicio uma leitura sem grandes expectativas e acabo por me apaixonar pela trama. Maximum Ride: Projeto Angel foi um desses livros. Comecei a leitura um pouco receosa, mas logo me vi completamente encantada por Max e sua turma.
Max e seus amigos poderiam ser crianças normais se não houvesse um pequeno detalhe: eles possuem asas. Sem pai ou mãe, eles precisam cuidar um do outro e, por ser a mais velha, Max se sente responsável por cada um deles. Fang, Iggy, Nudge, Gasman e a pequena Angel, são tudo na vida dela e juntos formam uma família um tanto incomum. 
Desde bebês eles viviam em um local que chamavam de Escola e lá passaram por todo o tipo de teste que se possa imaginar. Foi apenas quando Jeb Batchelder, um dos jalecos brancos da Escola, fugiu com eles que puderam, enfim, viver uma vida quase normal. Com o desaparecimento de Jeb há 2 anos, eles têm vivido sozinhos, tomando sempre cuidado para não serem pegos novamente.
Porém, como nem tudo é perfeito, eles são atacados por Apagadores (homens-lobos) e a pequena Angel é levada por eles até a Escola. Eles precisam bolar um jeito de resgatar a garotinha sem serem pegos. E aí começa toda a aventura, com direito a muita ação e descobertas surpreendentes.
Com uma narrativa dinâmica e capítulos curtos, Maximum Ride me conquistou pela agilidade e pelos personagens cativantes e bem construídos. Não sei dizer de qual personagem mais gostei, afinal cada um tem características bem marcantes e adoráveis. Porém, talvez por ter um foco maior, Max me chamou um pouco mais atenção. Ela é uma líder nata e, apesar da pouca idade, possui um nível de maturidade bem alta. Por vezes eu a achei um pouco mandona, mas o que esperar de uma garota que , desde muito nova, precisou tomar para si responsabilidades tão grandes?
A trama é envolvente, tem algumas reviravoltas e, em algumas partes, me vieram lágrimas aos olhos (afinal eu sou uma chorona e todo mundo sabe disso). Os capítulos são narrados em primeira pessoa (por Max) e terceira (sob o ponto de vista dos outros personagens), algo que apreciei (muito embora eu ache que se em vez de terceira pessoa fosse em primeira, sob o ponto de vista de personagens diferentes, ficaria bem melhor).
A história é leve, tem ação (muita) e termina com uma informação bombástica. Quando terminei a leitura queria já o próximo para poder matar essa curiosidade imensa que me tomou. Apesar de ser um livro voltado para o público infanto-juvenil, ele vai agradar a pessoas de diversas idades. Em minha opinião foi um dos melhores investimentos da Novo Conceito e espero que não demorem a lançar os próximos livros da série.

13 comentários:

  1. Mulher do céu!! Só posso te agradecer por esta resenha.
    Eu estava num medinho de ler este livro que você nem imagina.
    Amo os livros do autor, mas amo os para adultos. Esses para adolescentes não são meus preferidos, apesar de já ter lido alguns, não achei que cheguem perto dos outros.
    Mas agora eu vi firmeza. Fiquei morrendo de vontade de ver essa aventura toda ♥

    Agora eu leio sem pensar duas vezes!!!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Amiga que resenha maravilhosa! É a primeira que leio e confesso que fiquei entusiasmada para ler Projeito Angel! Adoro os livros do James pela agilidade e acho que este eu também vou curtir! Vou ler em breve. :D

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro e gostei da história. Assim como você, amo começar uma leitura sem muitas expectativas e no final simplesmente amar a história.
    Gostei da resenha, julguei pela capa que seria uma história igual Fallen, já que tenho um pé atrás com anjos. Mas esse livro parece prender mesmo a gente.
    Beijos,
    Gabrielle G. - Blog ABCD dos Livros
    http://abcddolivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oii, tudo bom?
    Tenho muito interesse em ler algo de James Patterson, não conhecia este livro, me interessei muito e ele virou uma possivel leitura =)
    Adoro quando um livro termina com informações bombásticas kkk da aquela vontade de continuar a serie ^^
    Um abraço
    Oficina do Leitor / Facebook

    ResponderExcluir
  5. Olá =)

    Confesso que tinha um pé atrás com os livros do James Patterson para infantojuvenil, acabei me decepcionando com a série Bruxos e Bruxas </3 Mas depois da sua resenha acho que posso seguir sem medo de ser feliz!!! Adoro finais que te deixam querendo as continuações!! James tem esse dom! Parabéns pela resenha! Foi para a lista de desejados!

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Neyla,
    sério que é tão bom? Ainda não li, mas está aki em casa me esperando. Você me animou para lê-lo.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, Neyla.
    Antes de mais nada eu digo: se foi o James que escreveu, já sabia que seria bom. kkkk Fã é uma coisa triste. rs Apesar de ele estar me decepcionando um pouco em O Dom.
    Pois bem, Neyla. Achei a premissa desse livro bem interessante, para falar a verdade. Quem não gostaria de poder voar, não é mesmo? E, pelo que entendi, o livro também tem um clima bom de suspense.
    Leria, com certeza, principalmente porque foi o James quem escreveu. Mas ainda prefiro os livros adultos do autor.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de janeiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  8. flor tenho um problema com esse selo, sabe aquelas leituras que empacam? então, ainda não consegui me apaixonar por nenhum
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá amore. Gostei bastante da sua resenha. Ainda não tive a oportunidade e nem curiosidade de ler algum livro desse selo da Novo Conceito, mas as capas sempre me conquistam. Gosto de leituras leves e rápidas com um toque juvenil. Quem sabe não sigo a dica e leio.
    Fico feliz que tenha gostado.
    Beijos.
    http://chuvaelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Neyla! Tudo bem? Adorei sua resenha quanto ao livro, me deu uma ideia bem ampla do que esperar! Acho linda a capa, simples bonita!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  11. Oiiiiii
    Aiii, que capa linda! Pela sua resenha, a história já me cativou! Com certeza vou ler, só espero ter $ para comprar logo.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos
    http://www.sacudindoaspalavras.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Neyla! Eu estava em dúvidas se pegava ou não este livro para ler este mês e sua resenha me deixou muito animada, eu ou fã do autor, mas o outro juvenil dele não me agradou, mas acredito que desta vez eu vá apreciar a trama.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  13. Neyla! Tudo bem??

    Curti bastante a proposta desse livro. Sua resenha me deixou bastante curiosa, ficou excelente.
    Nesse final de ano, eu li alguns livros com narradores juvenis e adorei. Então tenho quase certeza que posso gostar dos livros lançados pelo selo #irado

    Fora que estamos falando de James Patterson, consagrado no público adulto. Vamos ver como ele se sai com o publico jovem.

    Beijos, Iza
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir