quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

O Diário de Gisella


Fazer programa de intercâmbio? Ser Au Pair? O que é isso? Onde? Qual é a melhor família? Qual cidade?
Todas as meninas e meninos que sonham em ser Au Pair têm milhões de dúvidas. Foi assim que, ao viajar, eu comecei meu blog. Vi que muitas pessoas faziam várias perguntas e tudo o que eu escrevia nunca era o suficiente. O livro saiu justamente com esse objetivo: informar, auxiliar e mostrar a realidade.
Resolvi colocar aqui, na forma de diário (e têm todos os dias mesmo), como foi meu ano, desde que resolvi ser Au Pair, a casa, os pais, as crianças, as amigas, as brigas, a revolta, as alegrias, as emoções e o retorno para casa. Enfim, acho que tudo.
Este livro não é uma forma de como todos devem agir, mas sim, a experiência que eu tive e também as de outras Au Pairs que conviveram comigo. Algumas experiências boas, outras nem tanto. Não existem regras ou receitas prontas. Apenas tenha coragem e encare um novo desafio.
A experiência, no fim, valeu a pena? Deixo você tirar suas próprias conclusões.
Título: O Diário de Gisella
Autor(a): Gisella Depiné Poffo
Editora: E-book
Páginas: 377



Quando Gisella decidiu se inscrever no programa de Au Pair era com o intuito de conhecer um novo país, viver uma outra cultura e aperfeiçoar o seu inglês (que era bem básico). Era uma experiência diferente, afinal ela estaria longe da família e do seu país, mas não deixava de ser algo extremamente excitante. Através dos relatos do seu diário, vamos acompanhando passo a passo sua estadia nos Estados Unidos, os momentos bons e as dificuldades que ela encontra por lá.
O livro começa nos mostrando toda a preparação de Gisella antes mesmo de ingressar no programa de Au Pair. Como a própria Gisella explica no livro, Au Pair é um programa de intercâmbio cultural destinado a pessoas que querem trabalhar, estudar e, obviamente, conviver com pessoas de outros países. A Au Pair é uma espécie de ajudante da casa e elas trabalham cuidando das crianças e realizando tarefas simples de casa.
A família para a qual Gisella foi trabalhar era formada pela mãe (Patrice), o pai (Chris) e um casal de gêmeos de 6 anos (Rachel e Jake), e moravam em New Jersey. De imediato eles pareciam ser tudo com que Gisella sempre sonhou, mas a convivência foi mostrando que as coisas não seriam das mais fáceis.
Além de lidar com as crianças, que por vezes se tornam difíceis de lidar, Gisella ainda precisa suportar as inconstâncias de Patrice e seu jeito frio, e por vezes grosseiro, de tratá-la. Não foram poucas as vezes em que ela pensou em trocar de família, mas com muita persistência e força de vontade, ela conseguiu superar.
O livro é dividido em doze capítulos, um para cada mês que ela passou nos Estados Unidos. Além de narrar sua rotina diária, Gisella também nos dá informações sobre as cidades que visitou e os pontos turísticos das mesmas. Outra coisa que achei super legal foram as descrições do funcionamento de algumas coisas na cidade em que ela morou. A organização no trânsito e na saída das crianças da escola, a limpeza das ruas, são alguns exemplos que me fizeram desejar ardentemente viver essa realidade (um dia, quem sabe?). Cada capítulo se inicia com o depoimento de uma Au Pair ou de uma família que já passou pelo programa e achei muito interessante poder perceber como as experiências são diferentes para cada pessoa.
Eu gostei muito de O Diário de Gisella. A leitura foi rápida e me envolvi muito com a história, já que é um relato super envolvente. Foi uma experiência super prazerosa e indico o livro a todos.

6 comentários:

  1. Dica de leitura já anotada aqui, não conhecia o livro ainda RSrs É bom as vezes uma leitura rápida assim.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Convenhamos que essa capa não é nada chamativa e se eu tivesse que ler o livro apenas julgando pela aparência, bom... Eu não leria em hipótese alguma.
    Mas pelo menos a história tem um Q diferente e chamativo pela questão de fazer intercâmbio. Embora tenha gostado da resenha, não me senti com vontade de ler a obra. A história em si não é tão chamativa.

    Ah, você esqueceu a foto, né? :D

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 4 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
  3. Dica pra lá de anotada para indicar para uma pessoa que está entrando nessa de Au pair em Nova York esse ano!!!!
    Não conhecia o livro e veio na hora certa!!!

    Adorei a resenha!!!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Neyla!

    Que bacana. Nunca vi um livro que abordasse o Au Pair, deve ser uma boa experiência lê-lo, pois mostra os prós e os contras desse tipo de intercâmbio.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie Neyla,
    achei o livro meio bobinho pela sinopse e capa, mas gostei da sua resenha.
    Vou anota a dica

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, Neyla!
    Eu, sinceramente, não leria este livro no momento.
    Não me convenceu, sabe? Mas você indicou e como costumo dar relevância a opiniões, possivelmente posso dar uma chance a ele em outro momento. Sem falar que não o conhecia.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir