segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Uma Chance Para Recomeçar

Victoria morreu em um trágico acidente, deixando sua filha Holly sob a responsabilidade do seu irmão, o solteiro convicto Mark. O tio Mark não se sentia muito preparado para cuidar da menina, mas assumiu o compromisso de devolver o sorriso aos seus lábios. No entanto, ele descon fia de que não esteja fazendo um bom trabalho, uma vez que Holly nunca mais falou desde que ficou órfã. Uma cartinha para o Papai Noel revela um desejo que pode ser a chave da felicidade de Holly: ela só quer ter uma mãe.
Maggie perdeu o marido em uma batalha contra o câncer e não quer jamais - passar por tudo isso de novo. Por isso, ela fechou seu coração e prometeu a si mesma dedicar-se somente a sua nova loja de brinquedos em Friday Harbor, que permite às crianças viajar um pouco nas asas da imaginação. A amizade entre Maggie e Holly (que até passou a acreditar em fadas!) ao mesmo tempo comove e preocupa o tio Mark. Ele tem certeza de que a nova amiga fará bem a sua sobrinha, mas precisa decidir se a deixará entrar em sua própria vida...
Nós também torcemos, do fundo do coração, para que Holly tenha uma linda noite de Natal.
Título: Uma Chance Para Recomeçar
Editora: Novo Conceito
Autor (a): Lisa Kleypas
Número de Páginas: 176


Uma Chance Para Recomeçar foi um dos últimos livros que li em 2014 e não estava esperando muito dele. Já tinha lido algumas críticas a respeito da trama, portanto já fui com um pé atrás, imaginando que se tivesse expectativas altas demais em relação ao livro poderia me decepcionar. Para minha sorte, ele foi além das minhas expectativas eme conquistou logo nas primeiras páginas.
Com a morte prematura da irmã, Mark Nolan se vê com uma baita responsabilidade nas mãos: cuidar de sua sobrinha de 6 anos, Holly. Mark fica meio sem saber o que fazer, afinal nunca antes cuidou de uma criança, ainda mais de uma que perdeu a mãe recentemente e não fala nada desde então. e sente que pode estragar tudo. A tarefa não é fácil, ainda mais por Holly ter parado de falar desde a morte da mãe. Por ter sido criado em uma família com pais desestruturados, Mark não se sente preparado para essa tarefa e acha que pode estragar tudo. 
Como entregar a garotinha para adoção não é algo que ele deseje, Mark assume seu lado paternal junto com o irmão caçula, Sam. E eles formam uma boa dupla, já que fazem o possível para criar a menina com todo amor e carinho possível. Eles só não esperavam que Molly fosse fazer um pedido tão inesperado em uma cartinha para o Papai Noel. Ela queria uma mãe.
E é aí que Maggie aparece. Dona da loja de brinquedos e ainda se recuperando da morte do marido, ela é uma mulher jovem, cheia de vida e dotada de grande sensibilidade. Em uma das visitas de Mark à sua loja, ela logo se afeiçoa a Holly e se encanta por aquele homem que emana testosterona em sua loja (desculpa gente, não resisti - hahahaha). A aproximação é inevitável, mas cada um deles tem seus motivos para não querer se envolver. Resta saber se eles ainda irão ficar imunes quando o fogo da paixão arder em seus corações.
Esse foi um dos livros mais doces e fofos que já li. Foi a minha primeira experiência com a escrita da Lisa e gostei muito do que encontrei. A narrativa é ágil, bem dinâmica e a autora escreve sem floreios, algo que apreciei demais. A trama não tem nada de surpreendente, pelo contrário, é bem clichê. Mas os personagens cativam tanto e as situações são tão gostosas que é difícil não se envolver e empolgar.
Uma das coisas que mais gostei na história foi que o romance entre os personagens não se deu de forma automática. Houve a atração primordial, uma evolução para a amizade e só depois um passo para a paixão. Ou seja, não há aquela paixão instantânea que somos muitas vezes obrigadas a engolir, tudo acontece no tempo certo e isso me fez cair de amores pelo livro.
Apesar do foco principal ser em Mark e Maggie, temos vislumbres de Sam e Alex, os outros dois irmãos e gostei bastante de ambos. Estou ansiosa pelo livro dos dois, principalmente pelo de Alex que foi o grande ponto de interrogação da história. Espero que as continuações não demorem muito a serem lançadas.
Para os amantes de um bom romance eu só posso recomendar Uma Chance Para Recomeçar. Uma história levem romântica e divertida que vai agradar em cheio. Você não pode deixar de ler!

9 comentários:

  1. Oie,
    nossa pensei que o livro era bem trágico, mas parece ser bom, tirando o fato de ser uma série rsrsrsr

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esqueci de avisar, tem TAG para vocês lá no blog

      bjos

      Excluir
  2. Conheço um pouco dos outros livros da autora e gosto, apesar de não achar maravilhoso. Por conhecer um pouco do estilo dela imaginei que encontraria algo bacana, com um romance do tipo que ainda vale a pena ler. Tenho ele aqui e pretendo ler em breve.

    Beijos,
    Kim.

    http://www.ultimoromance.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Neyla.
    Adorei esse livro, simples, direto e agradável.
    Incrível a mudança que a pequena Holly trouxe aos cacos do que era pra ser uma família.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  4. Oi Neyla!

    Não gosto de livros do gênero romance, especialmente os clichês. Mas algo sutilmente me atraiu para este. Fiquei curiosa para conhecer a Holly e ver como o romance desses dois possíveis pais dela irá se desenrolar, já que ambos estão meio relutantes.
    Tem post novo no Me Livrando. Aguardo com prazer sua visitinha. Pensei que já estava seguindo o blog, mas vi que não. Erro corrigido!

    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. nunca li nada da autora, mas sempre tive vontade. Esse livro parece ser daqueles bem fofo, já gostei! Acho que vi alguém comentar que tem até filme baseado nesse livro.... ou será que fiz confusão? rsrs...

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vi esse comentário também, mas não assisti ao filme (nem sei qual é - rs).

      Excluir
  6. Lisa pelo visto veio pra ficar, arrasou nos históricos e no contemporâneo também, eu quero muito este livro, planejo comprá-lo em breve e me deliciar com a trama que tem tudo para agradar o ano todo e não só no natal como foi a proposta de lançamento da NC
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Neyla! Eu amei o livro, se esta autora escrever bula de remédio eu leio, foi uma história singela e tocante e a presença da garotinha deu um toque de ternura.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir