quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

O Peão



As aventuras de Patrick Bowers ao longo de cinco livros nos levam por um mundo de violência psicopata. Com uma inteligência acima da média, o agente especial do FBI chega, nessa série, ao limite de suas capacidades, enfrentando criminosos cada vez mais habilidosos.
Trazido da Carolina do Norte para ajudar num caso de um serial killer, o agente especial do FBI Patrick Bowers se vê no meio de um jogo de gato e rato.
Astuto e letal, o assassino está sempre um passo à frente da lei e está prestes a marcar mais um ponto novamente.
Bowers vai ter que usar todos os seus instintos, habilidades e suas modernas e controversas técnicas de criminologia ambiental para deter o homem que se autodenomina o Ilusionista.
Título: O Peão
Autor(a): Steven James
Editora: Companhia Editora Nacional
Páginas: 416



Arrepiante e emocionante, você não vai conseguir parar de ler O Peão até a última página.
E assim fui apresentada ao livro O Peão, da Companhia Editora Nacional. 
O Peão, como já foi dito, é o primeiro livro de uma série de cinco livros já lançados, mas com previsão de mais dois, onde cada um tem como título o nome de uma peça de xadrez. Motivo suficiente para despertar o meu interesse. Mas o livro vai muito, muito mais além.
A série de espionagem Arquivos Bowers, de Steven James, teve os dois primeiros livros: O Peão e A Torre, lançados este mês no Brasil, pela Companhia Editora Nacional. 
Em O Peão, vamos conhecer Patrick Bowers, agente especial do FBI, homem charmoso e muito inteligente, que perdeu a esposa de câncer há alguns meses e ‘herdou’ uma enteada de 17 anos. Criminologista especializado em geolocalização, técnica que permite localizar assassinos a partir de dados geográficos, ele é chamado por seu amigo Ralph para ajudar na captura do ‘Estrangulador da Fita Amarela’, um serial killer que até então se acreditava ter matado 5 mulheres em três estados diferentes. 
O livro tem uma narração eletrizante. A história é contada pelo agente Pat e por outros personagens, além de um narrador onisciente, o que possibilita que você entre na cabeça de cada personagem e consiga entender seus sentimentos e motivações. Eu disse entender, não, aceitar. Faz também com que você antecipe algumas coisas que o Pat ainda não descobriu, mas nada que tire o suspense da história. Aliás, ponto para o autor Steven James, ele consegue manter o clima da história sempre em alta, e ai você não quer largar enquanto não acabar.
Mais um ponto para a descrição fantástica dos personagens, principalmente do(s) assassino(s) (???). A história te leva a uma viagem por dentro da mente de um psicopata inteligentíssimo, de uma psicóloga que será o braço direito de Pat e lhe ensinará a traçar perfis psicológicos de assassinos, e pela mente do atormentado agente Patrick que, em muitos momentos me fez lembrar o Robert Langdon, do Dan Brown.
Como se o suspense não fosse suficiente para prender o leitor, o autor nos presenteia com o lado sentimental do agente do FBI durão, que prende assassinos cruéis e sanguinários. Pat terá que superar a morte de sua amada esposa que ainda o machuca, terá que aprender a viver com a enteada que tanto ama, mas com que tem uma relação difícil e terá a oportunidade viver um pequeno romance.
Nunca fui muito fã de livros policiais, mas tenho uma queda por psicopatas, vai entender... Devo dizer que essa foi uma das resenhas mais difíceis de ser escrita. Sempre achei que é difícil escrever sobre o que você não gosta, mas percebi que escrever sobre o que você gosta muito também não é muito fácil. Então vou resumir: O LIVRO É APENAS FANTÁSTICO!!! Tive ânsias em vários momentos, dava vontade de pegar um avião e me juntar à equipe de Bowers para ajudar a elucidar o caso. Tive principio de infarto em vários momentos quando o cerco apertava e eles eram enganados. Mas sobrevivi para ver, claro, a vitória de Bowers e sua equipe. 
Gostaria de poder contar a história toda, mas não acho justo acabar com o suspense. Portanto, está SUPER recomendado. 
Espero, em muito breve, poder resenhar os outros livros da série.
Arquivos Bowers vendeu cerca de 400 mil exemplares somente nos Estados Unidos. Além disso, Steven James coleciona quatro prêmios Storytelling World Honor e três Christy Awards, na categoria suspense, ao longo da carreira.


12 comentários:

  1. Ahhhhhhhhhhhh menina, que demais.
    Essa série é perfeita. Espera só até você ler O CAVALO foi o melhor livro da série até o momento. Ai quero tanto os outros livros que qualquer dia eu piro rsrsr

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  2. Oie,
    nossa gostou mesmo do livro hein!!
    Confesso que não é muito meu estilo

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Adriana, tudo bem?
    Nossa, fiquei muito animada com sua resenha! Adoro livros policiais e esse deve ser muito bom pra ter agradado até você que não gosta muito do gênero!
    A história pareceu super envolvente e eletrizante! Do jeito que eu gosto!

    Beijão :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  4. Oie Adri =)

    Não conhecia o livro e nem o autor, mas achei bem interessante isso de ligar a história com as peças de xadrez.

    Desanima o fato de ser uma série longa, porém acho que vale a pena arriscar.

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  5. Mulher que resenha foi essa ?
    fiquei piradinha na história, louca pra le-la, faz isso comigo não kkkk
    corri pra comprar, fiquei curiosa.

    http://www.morenaemoderna.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Adriana! Oi, Neyla!

    Como adoro romances policiais e xadrez (gostei dos títulos), fiquei mais do que curiosa para ler essa série. Parece ser bem interessante.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá Neyla,

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog e já vai para a minha lista, se não é o seu estilo e você gostou não tenho dúvidas da qualidade da obra, dica anotada...abraço.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Menina, eu li O Peão e achei que fosse mais um erótico, rsrs. Tipo romance com o peão da fazenda e tal. kkkkkkkkkkkkkkkk

    Me enganei absurdamente e amei o que vi aqui!!!

    E vc me diz que não gosta do gênero, gente!! Eu amo!!! Dica pra lá de anotada, com estrelinha metalizada do lado :)

    Bjkssssssss

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, não conhecia o livro nem a obra, mas tenho que confessar que fiquei bastante curioso em relação a obra e deu ate vontade de lê-lo, e sua resenha, que está ótima, aguçou ainda mais minha curiosidade.

    Beijos!

    www.marcasliterarias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Esse livro parece ser super bacana pra quem curte o gênero. Eu não vou mentir, não costumo ler esse tipo de obra, mas pela sua resenha recomendaria o livro pra alguém. E mais de 400 mil livros vendidos não é pouca coisa O.o!
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia esse livro antes, mas me parece ser interessante. Vou ver se leio ele.
    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Oi Adriana. Tudo bem???

    Adorei a resenha. Realmente resenhar algo que a gente gostou muito é difícil mesmo! Tenho esse livro aqui, mas ainda não tinha pego para ler nem a sinopse. Ganhei e ele ficou encalhado na estante. Agora vou correr e colocá-lo na lista de leituras! kkkkk
    Bjoks da Gica.

    Uma Leitora Aquariana

    ResponderExcluir