segunda-feira, 30 de março de 2015

Clara e a Garota do Espelho

A menina que reside no espelho de Clara carrega muitos sonhos dentro do coração – como a de uma bailarina em um conto de fadas, esperando um grande amor –, mas a insegurança a faz se sentir cada vez mais triste, e nada que ela faça parece ser o suficiente para vê-la feliz.
Esta emocionante narrativa, repleta de fantasias, nos conduz a um conflito que pode ocorrer com qualquer um: a insatisfação que nos leva a trilhar caminhos como o da anorexia e o da bulimia. De forma secreta e silenciosa, nossa imagem passa a não ser mais refletida de forma íntegra, e sim distorcida, e os sonhos parecem se esvair. O que acontecerá quando Clara reconhecer a própria imagem?

Título: Clara e a Garota do Espelho
Autor(a): 
Parla de Paula
Editora: Novo Século

Páginas: 408


Eu simplesmente adoro um livro nacional. Não sei se já notaram, mas todo mês sempre tem resenha de algum livro ou conto de autores nacionais aqui no blog. Acho super importante divulgar o que temos de bom aqui em nosso país e fico mega feliz quando começo a ler um livro nacional e ele me cativa. Clara e a Garota do Espelho foi uma grata surpresa, ainda mais por a autora ser aqui da Bahia e, apesar de algumas ressalvas, eu fui conquistada pela história e pelos personagens fofos.
Clara é uma jovem garota de 17 anos, que mora em uma pequena cidade do interior da Bahia com seus avós, tios e o primo, que é como um irmão. Sua mãe engravidou muito nova, seu pai sempre foi muito distante e desde muito pequena seus avós cuidaram, educaram e fizeram o possível para que nada lhe faltasse. O sonho da vida dela é ser bailarina. Dançar sempre foi sua vida, quando calça suas sapatilhas e ouve os primeiros acordes de uma melodia esquece do mundo ao seu redor e se deixa levar pelos passos que fluem de forma natural. 
Apesar de ser uma garota bonita, inteligente e amorosa, Clara se acha feia e desinteressante. Muito tímida, possui poucos amigos e sempre se acha inferior aos outros. A tristeza, infelizmente, é algo com que ela aprendeu a conviver e, apesar de ser muito sonhadora, é também melancólica e um tanto depressiva. Como se não bastasse não ter uma boa impressão sobre si, ainda tem sua ex-amiga Lorena que está sempre disposta a lhe colocar para baixo e fazê-la se sentir a pior de todas as garotas da face da Terra. Lorena é a vilãzinha da história, venenosa, falsa e linda! Seu esporte preferido é humilhar Clara e consegue fazer isso com maestria. As vezes que eu tive vontade de dar uns tabefes nela foram incontáveis.
Por ser o último ano da escola, Clara sonha que as coisas finalmente vão tomar um rumo diferente. E logo de cara ela já recebe uma novidade: esse ano se matricularam três novos alunos estrangeiros na escola em que estuda. Acostumada a ter sempre os mesmos colegas, ela fica ansiosa por conhecer os garotos. Não só ela como todas as garotas. E quando ela finalmente os conhece, um deles chama sua atenção. Phelipe é tudo aquilo que um dia Clarinha sonhou: bonito, dono de um sorriso capaz de derreter uma montanha de gelo e dono de belos olhos azuis. Só há uma única mancha no "currículo" do moço: ele namora Lorena!
A história de amor entre o garoto novo na escola e a garota que se sente o patinho feio é um dos maiores clichês de livros e filmes, mas cativa e encanta. Clara, apesar de ser uma personagem que muitas vezes nos faz passar raiva (ai gente, ela é muito passiva, engole todos os sapos e nunca tem coragem pra externalizar aquilo que sente), é de uma doçura incrível. Está longe de ser um personagem que eu ame (vocês estão carecas de saber que eu gosto das mocinhas de iniciativa. duronas e de língua afiada), mas em muitas partes me deu uma dó dela. Se formos analisar todo o contexto, sua história de vida e seus sentimentos confusos em relação a várias coisas, conseguimos entender como ela se sente e ser compreensivo. Ela só tem 17 anos e quem nunca se sentiu um nada nessa idade? Phelipe, por sua vez, é adorável e divertido do início ao fim. Um pouco impulsivo e dramático, mas nem por isso menos fofo.
A trama aborda temas mais fortes, como a depressão, bulimia e anorexia. Através do ponto de vista de Clara, vamos acompanhando sua trajetória, suas quedas, erros (que são muitos) e acertos. Confesso que em muitas partes passei raiva, queria pegar a protagonista pelos cabelos e dizer umas boas verdades. Mas a história me prendeu e, muito embora tenha tido algumas coisas que não curti tanto, no geral foi uma boa leitura.
A escrita de Parla é boa, mas me incomodou o excesso de descrições contidas no texto, muitas destas que poderiam ser descartadas e que não prejudicariam em nada a história (muito pelo contrário, daria mais agilidade ao texto). Mas busquei entender, afinal é seu primeiro romance e ela é ainda muito jovem (não sei a idade, mas creio que deve estar entre os 18/19 anos), com certeza em seu próximo livro já poderemos notar a evolução em sua escrita. E eu realmente acredito que ela consegue melhorar muito. Talento ela já mostrou que tem, o restante consegue praticando.
A leitura é rápida e quando terminei passei um bom tempinho lembrando com carinho de cada personagem, das minhas partes preferidas. A narrativa é bem gostosa e a história, embora seja clichê, é romântica e feita sob medida para garotas sonhadoras que um dia sonham em realizar seus desejos e encontrar o tão sonhado príncipe encantado. <3

8 comentários:

  1. Adorei a resenha, dica anotada!!!1
    Beijão;
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
  2. É super bacana livros que abordam temas como este, de "complexo de inferioridade", que é bastante comum na adolescência. Nada melhor discutir este assunto com um bom toque de romance e intriga (risos). Acho que o livro da Parla vai fazer um enorme sucesso!

    ResponderExcluir
  3. Realmente não é o tipo de livro que leio, mas é uma história interessante, deu pra perceber na resenha...

    www.malfeitofeito.com

    ResponderExcluir
  4. Você falou depressão? Já quero ♡ Haha, me atraío por histórias a este estilo, amei sua resenha e eu também valorizo bastante a nossa literatura nacional ♥

    Vou procurar mais algumas resenhas desse livro pra poder incluí-lo a lista :3

    Bjs!

    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Também estou tentando ler mais nacionais, tem muitos livros bons por aqui que merecem serem lidos. Adorei a resenha e já vou procurar esse livro, achei interessante a história. Gosto de livros com esse tema, e espero não me irritar muito com a protagonista, rs.
    Beijos, Gabi
    www.reinodaloucura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi oi!
    Que legal, ainda não conhecia o livro e gostei de saber que é nacional.
    Não curto muito quando tem rostos de pessoas nas capas, mas achei essa linda.
    Gostei bastante da tua resenha e fiquei curiosa pelo livro, já anotei na wishlist e espero muito poder ler em breve!
    Beijo beijo!

    ResponderExcluir
  7. Adoro narrativas leves e gostosas, fiquei com vontade de ler! Nunca vi esse livro antes o.o Acho que não foi muito divulgado.
    Adorei a resenha.
    Beijos!

    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá Neyla,

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog, mas apesar da sua recomendação o livro não me despertou interesse, além de não gostar da capa.....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir