segunda-feira, 16 de março de 2015

Lonely Hearts Club



Lonely Hearts Club - Penny Lane Bloom cansou de tentar, cansou de ser magoada e decidiu: homens são o inimigo. Exceto, claro, os únicos quatro caras que nunca decepcionam uma garota — John, Paul, George e Ringo.
E foi justamente nos Beatles que ela encontrou uma resposta à altura de sua indignação: Penny é fundadora e única afiliada do Lonely Hearts Club — o lugar certo para uma mulher que não precisa de namorados idiotas para ser feliz. Lá, ela sempre estará em primeiro lugar, e eles não são nem um pouco bem-vindos.
O clube, é claro, vira o centro das atenções na escola McKinley. Penny, ao que tudo indica, não é a única aluna farta de ver as amigas mudarem completamente (quase sempre, para pior) só para agradar aos namorados, e de constatar que eles, na verdade, não estão nem aí.
Agora, todas querem fazer parte do Lonely Hearts Club, e Penny é idolatrada por dezenas de meninas que não querem enxergar um namorado nem a quilômetros de distância. Jamais. Seja quem for. Mas será, realmente, que nenhum carinha vale a pena?
Título: Lonely Hearts Club
Autor(a): 
Elizabeth Eulberg
Editora: Intrínseca

Páginas: 238


Eu amo um livro infanto juvenil, principalmente quando a história é fofa e promete boas risadas. Me vi fisgada por Lonely Hearts Club logo quando bati os olhos na sinopse. A história, que parecia ser leve e descontraída, ainda tinha uma trilha sonora própria: Beatles. Era tudo que eu precisava para mergulhar de cabeça nessa história deliciosa!
Penny Lane sempre foi apaixonada por Nate. Ambos se conhecem desde pequenos e todos sempre falavam que um dia eles se casariam, afinal formavam um casal perfeito! Como os pais de ambos eram amigos, todo verão a família de Nate e de Penny estavam juntos e foi com ele que ela viveu muitas experiências, inclusive a do primeiro beijo. Ela sempre esperou ansiosa pelo verão e dessa vez ela tinha algo a mais em mente: ela perderia a virgindade com Nate, afinal ele era o homem de sua vida! Só que as coisas não saíram do jeito que ela esperava e a surpresa que Penny estava preparando para Nate acabou se transformando em uma baita decepção. O motivo? O bonitão estava em altos amassos com outra no porão da casa de Penny.
Imagine você encontrar o cara dos seus sonhos com outra? Eu me sentiria péssima e com Penny não foi diferente. A garota ficou arrasada, destruída, com o coração em pedacinhos. Por mais que ela saiba que ele não merece seu sofrimento, não consegue superar a dor da humilhação e, de certa forma, traição. Para aliviar a dor ela buscou consolo em quatro caras incríveis e que nunca lhe partiram o coração: Ringo, Paul, John e George. <3 E é através da inspiração deles que ela decide criar o Lonely Hearts Club (Clube dos Corações Solitários)  para todas aquelas que já sofreram por causa de garotos e que não pretendem namorar tão cedo.
Claro que de imediato a ideia parece ser um fiasco total. Qual garota em seu juízo perfeito iria querer abrir mão de namorar? Aparentemente nenhuma. Só que Penny não é a única garota que já foi esnobada ou humilhada por um garoto na vida e logo o clube vira um sucesso! A cada dia mais e mais garotas entram para o clube e todas estão dispostas a não se envolverem com garotos até terminarem o colegial.
Tudo iria continuar perfeito se não aparecesse um garoto para mexer com os sentimentos justamente com os sentimentos de Penny. O que ela deve fazer? Ir de encontro às regras do clube, e com isso trair a confiança de tantas garotas que se identificaram e confiaram naquilo que ela dizia? Ou guardar para si o sentimento e manter firme seu propósito de não namorar ninguém? Isso é o que você vai descobrir lendo.
Lonelly Hearts Club foi uma deliciosa surpresa. Apesar da curiosidade, não tinha grandes expectativas a respeito da história. Esperava uma trama ágil e de leitura rápida. E realmente encontrei isso. A história é leve, super divertida, fofa e a narrativa é bem dinâmica, do tipo que você lê em uma tarde bem preguiçosa. Foram os personagens que fizeram toda a diferença na hora da leitura. Os personagens são uma graça, bem construídos e dotados de muita simpatia. Penny é uma das mais fofas. No início fiquei meio sem saber o que pensar dela, mas bastou algumas viradas de páginas para rolar aquela identificação. Já fui adolescente, né gente? Já sofri por amor (hahaha, falando assim é até engraçado), chorei, tive o coração partido em mais de mil pedacinhos e jurei que nunca mais na vida iria me apaixonar, Creio que a maioria das mulheres já passou (e algumas ainda passam) por tudo isso e é o que torna a leitura ainda mais bacana,afinal todo mundo um dia já teve o coração em frangalhos por um amor.
Outra coisa que eu adorei foram os vários trechos de músicas dos Beatles. Na verdade, há várias referências a eles no livro. Os pais da protagonista eram fãs da banda e batizaram as três filhas com nomes retirados de títulos de músicas dos Beatles (Lucy in The Sky, Lovely Rita e Penny Lane). Em cada início de capítulo há um trecho de uma música deles e achei isso muito legal! Impossível não se deixar envolver por essa Beatlemania tão presente no livro!
Minha dica é preparar a sua playlist e se jogar na leitura sem medo de ser feliz! Tenho certeza de que não irão se decepcionar.

13 comentários:

  1. Eu li esse livro logo que foi lançado. Como adorei!!!
    Claro que comprei por causa da referência dos Beatles na capa e no título, mas me surpreendi com a delicinha que foi!!

    Amei a resenha! Amei relembrar essa história!!!!

    Bjksssssssss

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!!

    Eu acho que sou uma das poucas que não é tão fã de Beatles, mas adoro musica então adoraria ler esse livro por isso.
    Achei o enredo muito interessante, gostei de saber mais um pouco sobre o livro e que ele te conquistou.
    Vou deixar bem anotado aqui :D


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Quero MUITO ler esse livro, parece ser uma obra super gostosa de ser lida, sem falar que amo histórias desse tipo e as referências aos Beatles me ganharam!
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oie Neyla,
    não conhecia o livro, mas amei sua trilha sonora, então claro que pretendo ler rsrsr
    dica anotadissima.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. É olhar a capa é pensar nos Beatles hehe. Gostei muito do enredo e já fiquei do lado dela. Imagine você decidir dar um passo tão importante na sua vida e dar de cara com uma enorme decepção? Fiquei muito curiosa com o livro e se der vou ler.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Oi Nely tudo bem? eu adoro referencias em livros, acho que super bacana os autores que apostam nisso e aqui estamos falando de Beatles né?! Já adorei! ótima resenha.

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  7. Ownnn...amo os Beatles! <3 Já amei o livro por causa disso, rs, mas também por essa questão de se identificar com a personagem...
    Super adorei!

    ResponderExcluir
  8. Oi Neyla!

    Menina eu já li o livro e adorei a trama. Quando li, lá em 2011 ou 2012, foi uma leitura que deu uma fugida dos típicos YA. E com os Beatles no meio, como não amar?

    Beijos,
    Bibliotecando com a Cris

    ResponderExcluir
  9. Olá :) Gostei muito da resenha! ;) Ainda não tinha ouvido falar nesse livro, mas gostei bastante do assunto, acredito que é uma leitura muito agradável, quero ler. *-*
    Nossa, coitadinha da Penny, :/ sem dúvida, ela sofreu uma grande decepção, acho que ela não esperava que isso acontecesse.
    Adorei essa ideia de formar esse "Lonely Hearts Club", vai ser um sucesso. rsrs
    Mas, acho que um novo amor poderá mudar os planos dela. kkkk :3
    Beijos! *-*
    Blog: http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/
    Página: https://www.facebook.com/BlogWonderfulBooks

    ResponderExcluir
  10. Nossa como sou louca pra ler esse livro! E acredita que nunca nem li a sinopse? Sempre pensei que fosse um chick lit mais adulto, e não um YA. Sempre quis ler por conta da capa mas agora, depois dessa sua resenha maravilhosa, quero demais conhecer esse clube!
    BEIJOS

    http://umaleitoravoraz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Tirando o detalhe dos trechos das músicas dos Beatles, o livro em si não me interessou muito.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  12. Olá =)

    Adorei a sua resenha! Tinha lido apenas a sinopse e acabei ganhando de aniversário da minha melhor amiga. Mas ainda não tive tempo de lê-lo. Uma pena. Quero muito. Ainda mais depois da sua resenha, fiquei ainda mais curiosa!!! Beatles <3

    Beijos, Rob
    http://www.estantedarob.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olha, até que achei legal a proposta do livro, mas o achei meio muito feminino '~'

    Amo as publicações da Intrínseca, gostei da sua resenha, mas eu não leria esse livro.

    Abs!

    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir