quinta-feira, 28 de maio de 2015

Mice and Mystics







Em Mice & Mystics, os jogadores assumem o papel de heróis que se mantêm leais ao bom Rei Andon, mas, para escapar das garras de Vanestra, foram transformados em ratos! Assuma o controle dos espertos ratos de campo, que devem atravessar um castelo que agora é vinte vezes maior do que antes. O castelo já era um lugar perigoso com os lacaios de Vanestra no controle, mas agora outros inúmeros terrores também aguardam os heróis, que têm um tamanhico de nada. Cada Jogador terá um papel vital na missão para avisar o rei, que exigirá um planejamento cuidadoso para descobrir a fraqueza de Vanestra e derrotá-la.
Titulo: Mice and Mystics
Produtora: Plaid Hat Games (Americana)/ Galápagos Jogos (Nacional)
Criação: Jerry Hawthorne - Arte: John Ariosa e Dave Richards
Tipo: Dungeon Crowler - Exploração de Masmorra (Tabletop)


Há muito tempo atrás o Reino dos Homens viveu tempos sombrios quando seu rei se apaixonou por uma malvada rainha chamada Vanestra, e logo adoeceu deixando-a no controle de tudo. Os soldados do Rei Andon logo foram substituídos por guardas leais a rainha, sob o comando do Capitão Vurst, e em seguida a maior parte de seus servos deixou o castelo. O Príncipe Collin reuniu-se com o mago Magínos, a curandeira Tilda e o ferreiro Nez - os mais leais servos de seu pai - para encontrar uma forma de livrar o reino da vil Vanestra, mas não esperava pelo que estava por vir. Aprisionados, precisaram a recorrer a magia para conseguir fugir, e junto com o ladino Filch transformaram-se em pequenos camundongos. Mesmo com um tamanho diminuto a coragem se mantem grande, e nossos heróis não se intimidarão e lutarão até o fim para salvar o Rei e o Reino dos Homens...
Essa introdução, poderia ser de uma boa fábula infantil, mas na verdade essa é a trama de um divertido e lúdico jogo de tabuleiro. Mice and Mystics é um jogo cooperativo onde de um (sim, é possível jogar sozinho) a quatro jogadores, a partir de 8 anos, assumem o papel de bravos heróis transformados em ratos para combater a cruel feiticeira Vanestra e seus lacaios. Trabalhando em equipe, os jogadores deverão explorar os capítulos de um livro interativo que acompanha a caixa básica - Tristeza e Lembrança - e avançar no jogo conforme desvendam a história. Cada um dos onze diferentes capítulos contam com suas próprias aventuras únicas e regras especiais, que podem ser jogados isoladamente ou em sequência, no Modo Campanha.  Conforme a narrativa se desenrola, os jogadores deverão encontrar itens e novos companheiros, descobrir e se aventurar pelos caminhos do castelo, agora 20 vezes maior do que fora anteriormente, e enfrentar os enormes perigos da vida como uma criatura pequenina: lacraias, baratas, ratazanas enfeitiçadas, Brodie, o gato do castelo e, é claro, a terrível rainha.
Mais do que apenas um jogo divertido, Mice and Mystics é um jogo de grande qualidade de componentes, ilustrações e história, com uma boa capacidade de imersão. Cada um dos seis personagens - Collin, Nez, Magínos, Tilda, Filch e Lily - possuem personalidade, motivações e habilidades distintas, tornando até difícil escolher qual deles é seu favorito. Além disso ele é muito bonito visualmente, as miniaturas detalhadas são um charme a parte e para os mais habilidosos (ou ousados, como eu) pintá-las se torna uma atrativo a mais.

A jogabilidade, como dita é bem simples, embora as vezes exija um pouco de estratégia. Com os personagens escolhidos, os jogadores irão seguir a história e regras especiais daquele capítulo, usando os Blocos que representam as partes do castelo por onde os ratinhos se aventuram. As cozinhas, tuneis subterrâneos, sala de jantar, calabouço, são diversos ambientes disponíveis. Em alguns Blocos a história é tão importante que alguns personagens  não podem ser escolhidos por não terem ainda aparecido na cronologia, assim como alguns itens importantes. E por falar na história os textos que devem ser lidos em voz alta são bem trabalhados (apesar de algumas falhas na tradução envolvendo gramática) e vocês podem conferir um exemplo que gravei e sonorizei logo abaixo.
Enquanto exploram os ambientes, os ratos devem decidir executar algumas ações com resultados definidos por rolagens de dados. Mas, não estamos aqui para falar de mecânica - até porque não sou especialista nisso, também estou começando nessa - mas sim para fala de forma geral sobre o jogo. Quem quiser mais informações sobre as regras e sobre a história pode fazer o download do Manual de Regras e do Primeiro Capítulo do Livro de Histórias clicando nos links. Caso queiram conferir o jogo em ação confiram a série de vídeos do Jack O Explicador, onde ele explica o jogo e mostra por completo o primeiro capítulo. 
Mais do que apenas um simples jogo, o lúdico Mice and Mystics é entretenimento de qualidade capaz de agradar o mais variado público com suas fábulas e contos de aventura. Perfeito para reunir amigos ou familiares (de qualquer gênero e idade) sob um nobre objetivo, e ainda melhor para introduzir novos jogadores no universos dos jogos de tabuleiros modernos. Não digo isso de brincadeira, pois foi testado e aprovado em mesa justamente por pessoas que só aceitaram jogar por conta desse jeito lúdico que possui.
O jogo possui ainda alguns "capítulos perdidos", aventuras especiais que são encontradas no site oficial da Plaid Hat Games (ainda sem tradução oficial) para comprar e imprimir, dando um novo gás após explorar todo o livro básico. Além disso o jogo já ganhou duas outras expansões, Heart of Glorm – Coração de Glorm e Downwood Tales – Contos da Baixa Floresta (também sem previsão para versão nacional), que acrescentam novas histórias, heróis e vilões (e miniaturas \o/). E cá entre nós, duvido muito que isso seja tudo que veremos sobre os pequenos camundongos. Esse fabuloso universo ainda tem muito a ser contado...





6 comentários:

  1. Considerando que eu tenho primos e irmão altamente viciados, mais os encontros onde sempre levam jogos estou impressionada por não ter ficado sabendo desse jogo até o momento! Mas confesso que me interessei e muito, adoro esse tipo de jogo ao mesmo tempo que proporciona aventura, pena que ainda são poucos os que conhecem e se aventuram nesses jogos e não vejo a hora de jogar e descobrir as estratégias, e é claro vencer u.u kk Brincadeira, o melhor são os momentos de diversão ao jogar com os amigos, irei procurar! Obriiiiigada pela dica <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oie Ace,
    nossa que mto loko o jogo, gostei bastante.
    Pena que meu marido não tem a menor paciência para isso rsrsrs

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  3. Adorei esse jogo, vou te que ter para quando os meus primos veem visitar, eles ama esse tipo de jogo

    ResponderExcluir
  4. Veiii que demais, adoro jogos assim principalmente quando estão relacionados a mistérios, estratégias, descobrir é meu estilo de jogo favorito. Sei que vou gostar e obrigada pela indicação haha.

    ResponderExcluir
  5. Ace!
    Fico imaginando para quem gosta das novidades em termos de jogos o quanto esse é bom.
    Infelizmente hoje não tenho mais com quem jogar...Gosto dos jogos de estratégicas que exigem nosso raciocínio e dessa vez ficarei apenas na vontade...
    “Os homens não desejam aquilo que fazem, mas os objetivos que os levam a fazer aquilo que fazem.”(Platão)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Ace.
    Como comentei lá no Multiverso, esse jogo me interessou. A jogabilidade parece ser bem simples e descomplicada, sem falar que a premissa é bem interessante.
    E eu ainda quero um desses ratos para colocar na minha estante. haha

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir