quinta-feira, 7 de maio de 2015

Tony Moon: está tudo fora de controle, cara!



Tony Moon: está tudo fora de controle, cara! - Essa é a história de um ano não tão comum na vida de Tony Moon, um sujeito bacana de 12 anos, que lancha sanduíche de ricota quase todos os dias e que acaba vítima de uma conspiração gigantesca, cheia de suspeitos, bom humor, imaginação fértil e sacadas sobre a vida moderna, sobre escolhas e até sobre o que passa na TV.
Um garoto metódico, prático, que faz o que tem que ser feito, mesmo que tenha que assumir a identidade imaginária de um agente secreto treinado, um mestre ninja ou até um justiceiro.
Sanduíche e suco de caixinha na mochila, Tony vai descobrir que todos os dias podem ser planejados, mas serão inevitavelmente surpreendentes! E que às vezes pode até ser legal que as coisas fiquem fora de controle.
Título: Tony Moon - Está Tudo Fora de, Controle Cara!
Editora: Bacanudo Livros
Autor (a): Pedro Duarte
Número de Páginas: 256


Alguns de vocês - os leitores mais antigos em especial - devem estar com a sensação de dejavú neste momento, pensando que já me viu falar sobre esse livro. E é verdade. Contudo quando falei sobre ele ainda estava em campanha de financiamento coletivo no Catarse, lá em novembro, precisando de apoio para tomar forma. Eu fui um dos apoiadores  - a oitava pessoa a contribuir, para ser mais preciso - e quando o projeto alcançou a meta já estava alegre, afinal tínhamos conseguido. Contudo faltava o principal, aguardar a produção do livro para conferir se o dinheiro investido em Tony Moon tinha valido a pena...
Que bom que valeu! :)
Esse é o primeiro livro escrito pelo jornalista, blogueiro e podcaster no Bacanudo, Pedro Duarte, mas nem por isso o autor estreante deixou a peteca cair. Tony Moon é um daqueles livros infanto-juvenis que são perfeitos para todas as idades e gêneros, sem distinção. Uma  daquelas obras que contam histórias leves e agradáveis que nos garantem uma boa distração por algumas horas sem compromisso, nos levando a um mundo infantil onde as soluções são fantásticas e os planos são sempre "infalíveis". Perfeito uma leitura direta em uma tarde calma, e também para quebrar um ritmo de uma sequência de leitura pesada.
O livro conta a história de um ano atípico na vida de Tony Moon, um garoto de 12 anos um tanto metódico, que tem todos seus dias planejados e esquematizados, e possui sua visão peculiar sobre o mundo. Tony sabe quando acordar, quando pegar o ônibus, a hora exata de chegar na escola sem estar adiantado de mais ou atrasado, tem seu material sempre organizado com sua essencial caneta azul de reserva para eventualidades, também sabe dividir como ninguém suas horas livres entre estudar, estar na internet, ver TV e muito mais. O que o pequeno morador da cidade de Bom Chance não sabia era que algumas de sua ações, baseadas em seus ideias e senso de justiça, iriam torná-lo vítima de uma conspiração que tiraria sua vida do controle. Tony vai descobrir que por mais que seus dias sejam planejados, surpresas são inevitáveis e que o efeito de suas ações vão além do que aparenta. E claro, vai aprontar altas confusões!

Pedro Duarte nos trás uma história leve e cativante, que mistura diversos elementos narrativos - como o mistério, aventura, e até um pouquinho de romance - recheada de humor e reflexões sobre o ser humano e o cotidiano, sempre mantendo a inocência da infância e inicio da adolescência. Sua "pouca experiência" como escritor - que não é tão pouca já que Pedro é jornalista e publicou artigos em diversos sites e revistas como Superinteressante - não é demérito, e  passa desapercebida ao leitor. A narrativa construída por ele é simples, acessível, dinâmica e participativa, e se torna um elemento a mais na trama por toda interatividade e mediação entre o texto e o leitor, facilitando essa aproximação. Ingredientes com bastante propensão a agradar crianças de todas as idades, tanto as de corpo quanto as de alma, e garantir uma leitura divertida e bem agradável.
As personagens são aprofundadas na medida certa, nem muito rasas, nem poços de carga psicológica, apenas o suficiente para que conheçamos os personagens e nos identificarmos com eles. Tony é aquele tipo de chato adorável (as vezes nem tanto assim), que é difícil odiar. Cabelo, seu fiel amigo, nos faz lembrar daquele amigo divertido, pouco preocupado com os estudos até a hora das provas finais chegarem e o desespero bater a porta. Manu Blue, a garota antenada com suas canetas coloridas e cabelos tingidos, fã de desenhos e animes. Anna Amora, a doce e meiga garota que enxerga algo mais no menino metódico devorador de sanduíches de ricota. Mas não só o "elenco principal" move a trama. Temos o Zelador misterioso que parece nunca deixar a escola, o vizinho Barbudo e Barulhento que ainda promete dar muita dor de cabeça ao "Tony Justiça", e outros mais que dão vida ao cenário e abrem espaço para novos ganchos.
Na parte gráfica, Tony Moon chega com uma diagramação leve, bem simples, e recheado com as ilustrações de Brão Barbosa, criador de Jesus Rocks e Feliz Aniversário, Minha Amada. Mesmo sendo uma obra independente, Tony Moon: Está Tudo Fora de Controle, Cara!, não deixa nada a desejar para as publicações de grandes editoras no quesito qualidade. E isso inclui a revisão textual, que apresenta falhas ínfimas (eu mesmo só identifiquei duas palavras faltando em todo o livro, mas nenhuma falha gramatical).
Pedro já afirmou que essa é a primeira de muitas aventuras do jovem Tony Moon, e muitas surpresas e mistérios ainda aguardam nosso agente secreto, ninja nas horas vagas, e justiceiro por destino. É bom ficar de olho, pois ouso apostar em Tony Moon como um potencial sucesso infanto-juvenil nacional!




7 comentários:

  1. Oi Ace,
    não conhecia, mas achei bem legal, mesmo não sendo realmente o que costumo ler rsrsr

    bjs
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem?
    Não conhecia também esse livro, mas adorei a indicação
    Beijos.
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
  3. Parabéns por ter ajudado nessa conquista e feito com que o sonho desse autor se tornasse realidade e ainda bem que valeu a pena! O que mais me chamou a atenção foram os nomes completamente diferentes dos que eu estou acostumada a ver e achei incrível essa criatividade, mostra que será uma história bem diferente das comuns! Sem falar que sua resenha e o jeito de Tony de ter tudo programado me deixaram bastante intrigadas, afinal como é ter a vida assim e o que acontece se algo dá errado? Fiquei bem curiosa para saber o que irá acontecer <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Achei o livro muito legal, livros para o publico mais jovem tem que ser assim colorido e com uma leitura mais facil.
    Eu confesso que não leio livros assim, mas sou uma consumidora ja que tenho filhos que amam ler e são o publico da faixa etaria rs,
    vou deixar anotado aqui e assim que ver trago para casa,
    beijos.

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito de livros infanto-juvenis (histórias em quadrinhos então.. amo de paixão), comecei o gosto pela leitura com eles haha e parabéns por ter ajudado a um pessoa a realizar seu sonho. Livros com capas coloridas e desenhos sempre me atraiu e quando vc citou na resenha humor (achei muito criativo e engraçado os nomes dos personagens kk) e aventura me interessou mais ainda rsrs Assim que tiver a oportunidade vou ler com certeza. :D

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia, e eu adoro livros infanto-juvenis, com certeza irei gostar desse, adorei a resenha e muito obrigado por me apresentar a esse livro que tenho certeza que sera uma otima leitura.

    ResponderExcluir
  7. Ace!
    Impressionada por um menino de 12 anos ser tão organizado e bem feliz que aprontaram com ele e descobriu que a vida nem sempre é preto no branco.
    Adoro aventuras infanto juvenis, descontraídas e cheia de surpresas.
    “Tudo na vida acontece em função do melhor!Acredite, a sua amargura de hoje é, com certeza, a sementinha da sua alegria de amanhã!”(Mariluci Carvalho)
    Semaninha cheia de luz e paz!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir