sexta-feira, 24 de julho de 2015

Homem-Formiga


Dr. Hank Pym (Michael Douglas), o inventor da fórmula/ traje que permite o encolhimento, anos depois da descoberta, precisa impedir que seu ex-pupilo Darren Cross (Corey Stoll), consiga replicar o feito e vender a tecnologia para uma organização do mal. Depois de sair da cadeia, o trambiqueiro Scott Lang (Paul Rudd) está disposto a reconquistar o respeito da ex-mulher, Maggie (Judy Greer) e, principalmente, da filha. Com dificuldades de arrumar um emprego honesto, ele aceita praticar um último golpe. O que ele não sabia era que tudo não passava de um plano do Dr. Pym que, depois de anos observando o hábil ladrão, o escolhe para vestir o traje do Homem-Formiga.
Título: Homem-Formiga
Título Original: Ant-Man
Lançamento/Duração: 2015 - 117 minutos
Gênero: Ação/Aventura/Ficção Científica 
Direção: Peyton Reed
Roteiro: Edgar Wright, Joe Cornish, Adam McKay, Paul Rudd
Elenco: Paul Rudd, Michael Douglas, Evangeline Lilly, Corey Stoll, Bobby Cannavale, Anthony Mackie, Judy Greer, Abby Ryder Fortson, Michael Peña, David Dastmalchian, T.I., Hayley Atwell, Wood Harris, John Slattery, Martin Donovan


Um personagem desconhecido por muitos, mas muito importante para a história do Universo Marvel nos quadrinhos. Membro Fundador d'Os Heróis Mais Poderosos da Terra - Os Vingadores - o Homem-Formiga ficou de fora da primeira fase de filmes das Marvel devida a uma série de atrasos, relações contratuais, divergência de ideias e até mudança de diretor. Contudo apesar de todas dificuldades e alterações o personagem chega aos cinemas, e protagonizado por duas de suas personificações: Hank Pym e Scott Lang.
Pois é! Tal qual acontecido com Guardiões da Galáxia, a Marvel apostou em um personagem com pouco ou nenhum apelo para o público não consumidor de quadrinhos e provou que, além de possuir um público fidelizado a partir de suas obras anteriores, consegue fazer filmes divertidos com qualquer um de seus personagens...
Respeitando o roteiro criado por Edgar Wright, mas acrescentando seu toque pessoal à obra, o diretor Peyton Reed, nos entrega mais um filme com um Padrão Marvel de diversão, ao mesmo tempo que apresenta algo novo, contido e diferente. Tudo que vemos e sempre gostamos nos filmes da Marvel estão lá - uma boa dose de ação e humor, as referências aos outros filmes - mas de uma forma nova até certo ponto. Respeitando ao máximo o conceito e histórico dos personagens, e alterando-o para melhor se enquadrar na proposta de universo unificado que Marvel construiu e solidificou, Reed cria um filme imerso algo muito maior, mas cheio de vida própria. Homem-Formiga funciona muito bem independente de qualquer conhecimento sobre super-heróis, e não precisa se apoiar em outras produções.
Apesar das modificações as personagens presentes na trama são construídos e aprofundados (fazendo sentido no contexto da história e não apenas jogados lá por necessidade), e muito bem interpretados pelo elenco. Mesmo focando no núcleo principal formado pelo Dr. Hank Pym (Michael Douglas), Scott Lang (Paul Rudd) e Hope Van Dyne (Evangeline Lily), todos os personagens presentes tem papel de fundamental destaque na trama e são bem utilizados, e isso inclui os coadjuvantes. Dentre eles o maior destaque vai para Luís (Michael Penã), o amigo de Lang com total incapacidade para síntese e principal ponto de humor no filme.
O elemento filme de assalto e todo foco nas habilidades do Homem-Formiga à la Querida Encolhi as Crianças casam perfeitamente e as coisas fluem naturalmente. O que para muitos poderia parecer um poder bobo, infantil, é levado a sério e apresentado de forma adulta dentro da trama destacando o quão perigoso pode ser. 
Como já é de esperar, os efeitos visuais do filme são extremamente bem trabalhados e isso inclui toda a parte física e digital chegando ao ponto de realizarem um rejuvenescimento de forma natural em Michael Douglas no inicio do filme. O trabalho desenvolvido em torno das habilidades de encolhimento do herói e do mundo ao seu redor em conjunto com as cenas de ação acertadas, transformam o filme em um deleite aos olhos. O 3D bem aplicado é um dos mais agradáveis que tive o prazer de assistir.
Talvez um dos pontos mais baixos (o trocadilho não foi intencional) seja a trilha sonora, que apesar de não ser ruim não se destaca. É claro, existem outros defeitos no filme, mas não influenciam em nada a experiência e diversão.
Homem-Formiga é para mim um dos mais divertidos e completos filmes da Marvel (desculpa aí Era de Ultron) por ir além do óbvio e trabalhar melhor as tramas e subtramas que envolvem os personagens, sem abandonar a ação e diversão que se tornaram marca da franquia. Com certeza este filme vai pegar você com pequenas expectativas e garantir grandes surpresas.


5 comentários:

  1. Vou assistir amanhã, e já com uma boa expectativa, porque você é um bom conhecedor dos quadrinhos, espero amar e ser filme, ansiosa.

    ResponderExcluir
  2. Nao vejo a hora de poder assistir tbm! nao conheço quase nada da historia desse heroi e pelo que vi do post, deve ser realmente muito bom!
    Espero dar boas risadas tbm!

    ResponderExcluir
  3. Tadinho (Era de Ultron) kkk.. Mas estou contigo sobre esse ser um filme que nem lançou e já está sendo mega falado e elogiado, e arrasa nos efeitos visuais. Quero assistir logo, pois sou mega fan de super-heróis.
    Abçs Ace!!

    ResponderExcluir
  4. Estava um pouco de receosa, acho que é pela quantidade de super-heróis que estão surgindo. Mas já é a segunda pessoa que elogia, vou dar uma chance!!

    ResponderExcluir
  5. Ace!
    Nem conhecia o Homem-formiga, só agora depois que ele anda abalando o mundo Marvel.
    Adorei e quero ir assistir o filme.
    Além de super herói o filme me parece engraçado e é sempre boa essa mistura.
    “A vida é maravilhosa se não se tem medo dela.”(Charles Chaplin)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir