quinta-feira, 23 de julho de 2015

Noites – Nascidos Para Morrer



Oi pessoal!
Se liguem na novidade que vou contar agora para vocês: o autor Jhone Amaral está lançando seu primeiro livro, Noites - Nascidos Para Morrer. Se você gosta de vampiros essa pode ser a dica que estava procurando. Vamos conhecer?

A história de Noites apresenta o romance da humana Giulia Valentim com o vampiro Miguel. O livro é dividido em capítulos narrados por ambos protagonistas, alguns por ele e outros por ela. Dessa forma os acontecimentos se coincidirão dando um ritmo frenético a história.
Miguel é um vampiro do clã dos "livres", que perdeu a memória, não se recordando de grande parte da sua vida imortal. Giulia aparentemente é uma pessoa comum, até se envolver com um vampiro e descobrir que é descendente de uma linhagem sagrada: os puros.

Apaixonado pela leitura desde a infância, o estudante de jornalismo Jhone Amaral, 23 anos, se aventura na literatura escrevendo seu primeiro livro com a temática que o fascina: vampiros. O livro “Noites – Nascidos para morrer” conta a história do romance entre o vampiro Miguel e a garota Giulia. Ambientada no Brasil, a obra se divide entre o amor e o medo.
A narrativa tem como palco a cidade fictícia de Corúnea, no estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Vivendo uma típica rotina de cidade do interior, Giulia vê sua vida mudar quando encontra o misterioso Miguel. Encantada pelo homem de olhos cinzas, a protagonista se vê apaixonada, até que descobre que ele não é humano, mas um vampiro. Cheia de dúvidas e com medo de se envolver com um assassino, a história passa por vários conflitos e dramas.
O escritor explica que sempre imaginou finais diferentes para livros e filmes, além de pensar na continuação das histórias, por isso foi resolveu escrever um livro. “Minha mente ficava borbulhando em pensamentos e ideias, mas não colocava nada no papel. Quando comecei a fazer anotações, a história começou a se formar, então passei a escrever e ligar os pontos”, explica Jhone Amaral.
Segundo o autor, o diferencial da obra são os capítulos, contados pelos dois protagonistas.
“Normalmente uma história é contata na perspectiva de um personagem. Eu quis apresentar aos leitores a diferença entre as experiências vividas pelos dois protagonistas, os dois lados da moeda, pois mesmo estando na mesma cena, em alguns momentos, são olhares e valores totalmente diferentes para cada personagem, já que ela é humana e ele um vampiro”, explica.



7 comentários:

  1. Acho legal estar aumentando a quantidade de autores jovens no Brasil, porém, não é um gênero literário que eu lerei, ou gostaria de ler.

    ResponderExcluir
  2. Adoro vampiros, e amo literatura nacional! Não vejo a hora de ler "Noites"! Parabéns Jhone!!

    ResponderExcluir
  3. Amo vampiros, mas em séries, pois não consigo imaginá-los em livros. Esse gênero realmente não me atrai ;/
    Abçs Neyla!!

    ResponderExcluir
  4. Neyla!
    Como boa fissurada em vampiros, claro que vou querer conferir.
    Tomara que seja mais um daqueles livros revolucionários sobre o tema.
    “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena.”(Fernando Pessoa)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  5. Achei a sinopse bem promissora, me deixou ate um pouco curiosa para conhecer mais do livro, no entanto eu nao sou fa da tematica vampiresca :/

    ResponderExcluir
  6. Acho que ja li livros sobre vampiros para uma vida toda rsrs.. mas se encontrar alguma resenha sobre ele que me agradar, quem sabe!

    ResponderExcluir
  7. Olá Neyla,

    Não conhecia o livro e nem o autor, achei interessante, mas a capa poderia ser melhor, aguardarei a resenha...bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir