segunda-feira, 14 de setembro de 2015

A Odisseia de Tibor Lobato - O Oitavo Vilarejo



A Odisseia de Tibor Lobato - Depois de perder os pais num terrível incêndio no acampamento cigano onde moravam e passar dois anos num orfanato, Tibor Lobato e sua irmã Sátir são encontrados pela avó e vão morar no seu sítio. Ali fazem amizade com Rurique, um garoto conhecedor das lendas e histórias de assombração do lugar.
Durante a quaresma, coisas muito estranhas começam a acontecer na região e seres fantásticos do folclore - como a Mula Sem Cabeça, o Boitatá e a Cuca -, ganham vida e começam a assombrar os habitantes dos Sete Vilarejos. Os três começam a correr perigo quando descobrem segredos que ligam a família dos irmãos a esses seres fantásticos e a um lendário Oitavo Vilarejo. A partir daí inicia-se uma odisseia cheia de magia, que levará os três amigos a reconhecerem e valorizarem virtudes como lealdade, coragem, esperança e amizade.
Título:  A Odisseia de Tibor Lobato
Autor (a): Gustavo Rosseb
Editora: Jangada
Número de páginas: 224



Essa vai ser uma daquelas resenha difíceis de escrever. Sabe quando você gosta tanto de um livro que acha que não vai conseguir falar tudo que achou dele em uma resenha? É o que eu estou sentindo neste momento. A Odisseia de Tibor Lobato foi uma das melhores surpresas de 2015 e conto a vocês agora o motivo.
Tibor Lobato é um garoto de 13 anos, que perdeu os pais em um incêndio. Ele e a irmã Sátir, que é um ano mais velha, viveram por cerca de dois anos em um orfanato até, finalmente, serem encontrados pela avó paterna, D. Gailde. Levados para morar com ela em um sítio bem afastado da cidade, eles logo se adaptam à nova rotina. A vida no sítio é mais leve e logo eles fazem amizade com um garoto chamado Rurique, que ajuda D. Gailde nos afazeres no sítio.
A avó dos meninos é uma doçura, sempre gentil e preocupada com os netos. Em uma das muitas conversas, ela explica aos netos que está chegando a época da quaresma e que, por conta disso, muitas coisas estranhas acontecem. Avisa-os também dos perigos de sair a noite, eles devem estar sempre dentro de casa ao anoitecer para evitar encontros indesejados com entidades que podem ser neutras ou não.
Mas vocês acham mesmo que as crianças ouviram os conselhos da avó? Claro que não! E logo de cara já se metem em uma aventura pra lá de arrepiante, que envolve um gorro desenfreado, que sopra vento para tudo quanto é lado, e uma velhinha esquisita, dos pés grandes que irá caçá-los por algum motivo. E esse é só o começo de tudo, pois coisas ainda mais estranhas irão acontecer e cada vez mais segredos vão sendo revelados. E um fato fica cada vez mais forte: a ligação da família de Tibor com tudo que está acontecendo.
Quando comecei a ler esse livro não imaginava que fosse me apaixonar tanto por ele. A trama leve e divertida foi apenas um dos motivos que me fizeram amar a história. O que encontramos aqui, além de uma gama de personagens interessantes e cativantes, é um trama muito bem escrita que nos remete a todas aquelas histórias eternizadas em forma de lendas. Para mim, que sou extremamente apaixonada pelo nosso folclore, foi uma leitura edificante. Gustavo nos conduz, com verdadeira maestria, pelo mundo encantado das lendas brasileiras, nos envolvendo em uma trama inteligente e cheia de mistérios. Comecei a leitura a noite e terminei no outro dia pela manhã bem cedo, afinal eu precisava saber o que iria acontecer.
Cada um dos personagens me ganhou de alguma forma. Rurique pelo seu jeito divertido e medroso de ser ( parecidíssimo comigo que sou medrosa e não vou nem na cozinha sozinha a noite - hahaha), Sátir por ser decidida e racional, e Tibor, por ser um garoto inteligente e obstinado, um verdadeiro líder. Os vilões são marcantes e por mais que eu quisesse dar uma boa lição neles, não deixei de me encantar com suas histórias. O autor construiu bons personagens principais, de personalidades marcantes e com um senso de caráter muito forte.
A Odisseia de Tibor Lobato se transformou em um verdadeiro vício. Passei o dia todo falando dele, do quanto me encantou e me envolveu, do quanto os personagens são incríveis e, principalmente, que ele precisava de uma continuação. E não é que eu descobri que tem? Pois é, gente! Não sei quando será lançado, mas podem ter certeza que estou em cólicas de ansiedade.
No final do livro temos um bônus com alguns contos bem curtinhos, mas que são uma delícia de leitura. Achei a escrita de Gustavo muito dinâmica, a leitura flui de uma forma intensa e quando você dá por si... terminou de ler o livro! E está pedindo mais!
Acho que nunca fui tão incisiva em uma resenha como serei hoje (sempre há uma primeira vez para tudo, né?): vocês precisam ler esse livro. Livro nacional de excelente qualidade, com uma história encantadora que vai te surpreender.

20 comentários:

  1. Aí Neyla, que capa linda. ❤❤❤
    Eu achei a premissa incrível e me empolguei com a sua empolgação, é um tipo de livro que você enfia na sua lista que não entraria mais nada, e tem que comprar. Mas só mês que vem, esse mês tá osso.

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    O livro parece ser muito bacana, sempre fui apaixonada e curiosa pelo folclore brasileiro e andava dizendo que faltavam livros que os explorassem verdadeiramente, agora não tenho mais do que reclamar.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?

    Cara... Que livro legal! Pelo menos ele parece ser legal. E imagino que seja, considerando que você gostou bastante. Acho bem bacana quando os autores nacionais se propõem a escrever algo utilizando do material histórico que existe no país; o resultado acaba sendo sensacional na maioria das vezes. Muitíssimo obrigada por essa dica!

    Fernanda Oliveira | Meraki

    ResponderExcluir
  4. Oláá´!

    É a segunda resenha que li para esse livro, e todas são extremamente positivas. Eu achei o enredo muito rico e fofo! O mais legal é que enriqueceram o livro com nossa propria história. É tão dificil ver um livro com esses elementos hoje em dia que ultilizam desses elementos.

    Gostei da resenha!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  5. Olha estou doida para comprar esse livro já tem um tempinho pra te falar a verdade, mas eu ainda não comprei por falta de grana mesmo. Mas pela sua resenha me parece ser uma estória bastante envolvente e interessante. Espero poder compra-lo assim que puder, porque o livro me parece ser ótimo. Amei a capa que eles fizeram. É muito linda xD

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/09/resenha-quando-o-amor-e-o-destino-se.html

    ResponderExcluir
  6. Oi Neyla, eu já ouvi falar um pouco desse livro mas confesso que ele não tem o gênero que costumo ler, não sei mas acho que não leria ele no momento, mas quem sabe mais para frente eu tento e gosto, né?

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  7. Nossa que legal, até que em fim uma aventura usando o nosso folclore, o pessoal prefere criar toda uma outra cultura e esquece que já temos uma.
    Interessante que a pessoa que mais representou nosso folclore foi o Monteiro Lobato, será que o Tibor é 'parente' dele XD

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Não conhecia o livro, mas achei a premissa bem legal. Por ora não pretendo ler, mas quem sabe em outra oportunidade? Achei uma boa sugestão pra sair da zona de conforto...

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Neyla, o livro parece ser bem encantador mesmo.
    Confesso que sei e li pouca coisa envolvendo folclore, mas seria bem interessante aprender um pouco com essa leitura.
    Gostei dos personagens, pelo jeito que você descreveu cada um eles são bem cativantes.
    Leria fácil.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  10. Poxa, sua animação me contagiou! Excelente resenha, fiquei muito curiosa pra ler esse livro, parece muito bom!

    ResponderExcluir
  11. Olá Neyla, tudo bom?

    Aqui é o Gustavo Rosseb, autor do Tibor Lobato.

    Queria dizer que você me emocionou com sua resenha. Deixo aqui um "muito obrigado" do tamanho dos pés da Pisadeira. :)

    Bom, já que você falou tão bem do livro, vou dizer algumas novidades:

    O livro 2 vem aí. Está previsto para a quaresma de 2016. Ele se chama A Odisseia de Tibor Lobato - A Guardiã de Muiraquitãs.

    Ah, o livro também vai virar filme pela Parakino Filmes. A promessa é pra 2018.

    E aqui vai um book trailer: https://www.youtube.com/watch?v=hBHRUdtYm1M

    Queria deixar um grande beijo a todos que comentaram sua resenha também!

    :) :) :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gustavoooo!
      Fico muito feliz que tenha gostado da resenha! E fiquei ainda mais feliz por saber que não vou precisar esperar tanto pela continuação. Estou super ansiosa!!!!!!!! *-*
      Eu que agradeço pela história incrível que vc escreveu. E fico na torcida para que novos livros venham logo também!
      Beijos

      Excluir
  12. Oi oi!
    Tenho me surpreendido cada vez mais com os incríveis livros nacionais que temos.
    Ainda não conhecia esse e fiquei bem curiosa.
    Gosto muito do nosso folclore, e ver ele sendo retratado em um livro de uma forma leve e descontraída deve ser uma experiência incrível.
    Muito bom saber que os personagens são cativantes e a trama bem bolada.
    Espero muito poder ler em breve e desejo muito sucesso ao autor.
    Beijos e obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Gostei bastante da história, parece ser realmente bem legal. Mas livros desse tipo não chamam muito minha atenção. Entretanto leria apenas por ser um nacional, rs.
    Ótima resenha!

    Bjs,
    Fernanda
    http://blogimaginacaoliteraria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Oie..
    Gostei da sinopse, e a capa está lindíssima.
    A história parece ser muito boa, os livros nacionais estão demais não é mesmo, acho que deveria ter mais divulgação, para todos conhecerem.

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  15. Neyla!
    Os infantos carregados de aventuras e mistério sempre me conquistam.
    Sou como você: quando gosto de um livro, fico falando dele o tempo todo...kkk
    “O pior dos problemas da gente é que ninguém tem nada com isso.”(Mario Quintana)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  16. Neyla, o livro A Odisseia de Tibor Lobato me encantou por diferentes motivos, sendo eles: a estória da perda dos pais tão cedo, o incêndio, a escrita do autor, a obra nacional e a capa maravilhosa do livro. Gustavo Rosseb é um autor que está na minha lista dos queridinhos, me encantei pelo livro apenas por sua resenha. Ansioso para leitura.

    ResponderExcluir
  17. Oi Neyla, tudo bem?
    Essa foi a primeira resenha que leio sobre o livro e posso dizer que fiquei apaixonada. Acho que nunca li nada que incluísse o nosso folclore. Fiquei super curiosa e já estou anotando a dica. Parabéns pela resenha.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  18. Adorei ficar sabendo um pouco da história dessas crianças cheia de aventuras e ação.
    Sem contar que o autor incluiu no enredo um pouco do nosso folclore.
    Como não gostar de um livro assim?! :)

    ResponderExcluir
  19. Nossa depois de ler seus tantos comentários positivos sobre esse livro acredito que não tem como não ter se interessado pela história e adicionado na lista de leituras haha.
    Sua resenha está muito boa, e sua empolgação referente ao livro me empolgou também e me deixou interessada pela história do livro.

    ResponderExcluir