terça-feira, 22 de setembro de 2015

Homem-Formiga: Inimigo Natural

Conheça Scott Lang. Ex-vigarista, pai solteiro e Homem-Formiga nas horas vagas. Ao lado de sua filha, Cassie, Scott encara uma nova vida em Nova York e está determinado a fazer com que tudo dê certo: Cassie estuda numa boa escola, ele tem um emprego estável e, finalmente, sente-se pronto para engatar um novo relacionamento. Apesar de ter as melhores intenções, Scott não consegue manter-se longe dos holofotes – ou das lentes de aumento –, e não vai demorar muito para que sua nova vida desmorone. Quando um antigo cúmplice da época de crimes vai a julgamento, pai e filha veem-se às voltas com guarda-costas enviados pelo governo a fim de protegê-los. Scott acha isso desnecessário, mas ele desconsidera algo de fundamental importância: o fator adolescência. Quando a situação aperta para o lado de Cassie, Scott não hesita em trazer à tona o poderoso Homem-Formiga (sem ironia). Mas o que esse vilão realmente deseja? Scott e Cassie talvez estejam lutando contra algo muito maior do que eles imaginam. O premiado autor Jason Starr traz aos fãs uma história inédita, repleta de desespero, segredos e grandes aventuras de proporções microscópicas!
Título: Homem-Formiga - Inimigo Natural
Série: Coleção Marvel
Autor (a): Jason Starr
Editora: Novo Século
Número de Páginas: 256


A Marvel está mesmo determinada a dissiminar seu conteúdo em todas as mídias. Entregar seus personagens a escritores da literatura americana e deixá-los trabalhar em histórias prórpias tem dado tão certo quando a transposição de sagas de quadrinhos para as páginas dos livros, e até agora rendeu bons resultados. Então por que não apostar em personagens fora de seu grupo principal, já que até o universo cinematográfico já os adotou? Sendo assim, melhor "começar pequeno".
Scott Lang tenta viver uma vida "normal" em Nova York com sua filha, embora também use parte do seu tempo livro para fazer boas ações com o Homem-Formiga. Porém as coisas fogem do controle quando um antigo colega dos tempos de crime foge da prisão e agentes do FBI colocam Scott e sua família sob vigilância, para assim protegê-los de um fim trágico como o das outras pessoas que ajudaram a pô-lo na cadeia. Como se não bastasse ter que lidar com a vigilância, e até certa desconfiança por parte do FBI, Lang precisa lidar com a preocupada e irritada Ex-Mulher e inconstância da adolescência de Cassie.
Em capítulos rápidos que acompanham ora Scott, ora Cassie, Jason Starr nos leva por um pequeno triller de ação, com detalhes de comédia e drama. Pode parecer ironico o que vou falar, mas os maiores problemas de Scott são menores se comparados ao que outros heróis precisam enfrentar. Eles são problemas mais humanos, como nós, e talvez por isso bastante palpáveis. Não é fácil educar uma filha adolescente, uma ex te culpando por tudo de ruim que acontece, ter seu passado jogada na cara quando você apenas busca se redimir de seus erros, manter uma estabilidade profissional e ainda ter tempo para encontrar uma namorada. A preocupação de Scott Lang não é apenas deter uma ameaça, mas manter sua família segura, firme e ter uma vida afinal. Portanto não se surpeenda ao encontrar um homem adulto preocupado em manter sua vida nos eixos, e principalmente, sendo um bom pai para a filha adolescente, pois é disso que se trata boa parte da história. Outo pronto importante é a forma como ele aborda o relacionamento entre pai e filha, a rebeldia de uma adolescente que tem que lidar com o bullying, o primeiro amor, a tecnologia e os problemas causados pelo passado do pai. É claro, ainda temos o mistério e a ação, mas essas questões circundam essa relação primária do héroi preso em seu pequeno universo.
Não, Gigante e Vespa não estão no livro. É que não tenho action figure do Scott Lang ainda.

Homem-Formiga - Inimigo Natural é até o momento o livro mais leve - apesar da ameaça à família do herói - e também o que possui a leitura mais ágil entre os livros da Série Marvel Novo Século que li até agora (Homem-Aranha: Entre Trovões, Guerra Civil, Vingadores: Todos Querem Dominar o Mundo e X-Men: Espelho Negro). Não é apenas pelo menor número de páginas, mas o conjunto criado pela narrativa, trama e diagramação dão velocidade à leitura. Como o livro não possui uma profundidade que exija do leitor algumas pausas para a compreensão das informações apresentadas, se torna fácil de ser lido em uma única sentada mesmo para leitores com ritmo mais vagaroso como eu.
Apesar de trabalhar com um personagem já apresentado no cinema, Starr toma como base referências vindas do universo dos quadrinhos para dar mais vida a sua história: o fato de já ter estado nos Vingadores, o relacionamento com outros heróis, etc. Contudo há também muita informação criada especificamente para a história. Então novamente digo ao amigo leitor que ao ler este livro não se apegue ao que julga conhecer (por uma mídia ou outra), apenas aproveite a leitura.
Falar isso é quase como "chover no molhado", mas a versão nacional recebeu um trabalho muito bom desde a capa ilustrada pelo Will Conrad à diagramação. Aliás, essa última vale pequena nota à parte: em várias páginas existem pequenas formigas em espaços aleatórios que ornam o livro e brincam ainda mais com o tema. Confesso que em alguns momentos esqueci desse fato e achei que tinha uma formiga viva na página. =D
Inimigo Natural é um daqueles livros perfeitos para ser lido entre outras leitras mais pesadas, ou mesmo em uma tarde de domingo, por todas as características anteriormente citadas. Com certeza vai agradar ao leitor que lê-lo procurando uma leitura leve, agradável e divertida, tal qual um bom filme, um seriado (animado ou não) e/ou arco de histórias em quadrinhos. Não importa onde tenha conhecido o personagem, a trama não cobra de você NENHUM conhecimento prévio, não importa se você já leu quadrinho alguma vez na vida ou não. Esse argumento é totalmente inválido, é um LIVRO ora bolas! Ao fim da leitura duvido você não estar entretido e pronto para encarar dos menores aos maiores desafios. ;)




6 comentários:

  1. Ace!
    Como boa fã da Marvel, estou encantada com esse livro e gostaria demais de ler e assistir o filme.
    Adorei a resenha que me deixou mais inteirada do que poderei encontrar.
    “A alegria está na luta, na tentativa, no sofrimento envolvido e não na vitória propriamente dita.”(Mahatma Gandhi)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  2. Este livro, assim como os outros do universo Marvel, parece muito bom. Ainda não assisti ao filme, e pra falar a verdade não conheço muito o Homem - Formiga. Creio que a Novo Século deu uma grande bola dentro com esses livros, tenho muita vontade de ler, só aguardo alguma oportunidade.

    ResponderExcluir
  3. Esse livro vai fazer muito sucesso com meu filho. Desde que ele assistiu o filme se tornou fã de carteirinha.
    E lendo a resenha também fiquei interessada em conhecer esse personagem diferente.

    ResponderExcluir
  4. Amei a resenha, e o livro me parece muito bom, a Marvel sempre surpreendendo.

    ResponderExcluir
  5. Ace, concordo com você que a Marvel determinou-se em espalhar seu conteúdo por todos os mundos. E, confesso que estou adorando isto. Agora, juntamente às séries, os livros são meus companheiros fiéis para acompanhar a saga dos heróis. Estou bem curioso para ler O Homem Formiga e saber como o livro consegue ser bem ágil e leve ao mesmo tempo. Com certeza este livro me agradará.

    ResponderExcluir
  6. Bom, não curto nem um pouco livros com histórias relacionadas a super heróis, então por esse motivo não me interessei nem um pouco por O Homem Formiga, mas sua resenha está muito boa e vou indicar para meus amigos leitores que gostam desse gênero.

    ResponderExcluir