segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Madrugadas de Desejo



A Inglaterra do século XIX é elegante, charmosa e aventureira. Um lugar onde é difícil não se deixar levar pelos deliciosos (e perigosos) jogos que lords e ladies libertinamente experimentam. Não poderia ser diferente na bela Brighton, o lar de Ellie Vyne e James Hartley: inimigos declarados desde a infância. Ellie sempre foi uma mulher de ideias a frente de seu tempo, temperamento forte, ousada e, principalmente, avessa a todas as tentativas de suas irmãs para lhe arrumarem um marido. Afinal, com 27 anos era um absurdo ainda perambular sozinha por aí. E é claro que James, um dos solteiros mais cobiçados da cidade, fazia questão de deixar clara sua desaprovação. Durante suas misteriosas escapadas, Ellie rouba algo muito precioso de James, que não terá paz até descobrir a identidade do ladrão. Querendo ou não, eles estão cada vez mais próximos. Como resistir ao charme de James e levar sua mentira adiante? Nesse jogo de perdição, Ellie arriscará tudo, inclusive seu coração. Enquanto James tenta desvendar o segredo da jovem, o desejo proibido que surge entre os dois será capaz de romper com todas as regras da alta sociedade inglesa.
Título: Madrugadas de Desejo
Autor (a): Jayne Fresina
Editora: Única
Número de páginas: 288

SKOOB - COMPARE & COMPRE - LOJA RECOMENDADA

Uma das coisas que me deixa mais feliz é perceber o quanto os romances de época tem ganhado seu espaço junto às editoras e conquistado leitores. Imaginem só o tamanho da minha felicidade ao ver Madrugada de Desejos no catálogo da Única. Comecei a leitura contendo a expectativa e logo me vi surpreendida com a história divertida e sensual.
James é aquele tipo de homem que acha que o amor é uma verdadeira droga! Há algum tempo ele sofreu desse mal e, por não ter o sentimento retribuído, decidiu que nunca mais iria deixar florescer esse tipo de sentimento por mais ninguém. Seus relacionamentos com as mulheres são furtivos e duram apenas uma noite. Ele é considerado um bom partido já que, além de incrível beleza, possui uma imensa fortuna e é de uma família tradicional. Com um currículo desses, como não ter várias mulheres sonhando em ser aquela que conquistará seu coração?
Muito embora não deseje mais o amor, ele sabe que precisa se casar e, em um baile de máscaras, conhece uma mulher misteriosa. O tempo que passam juntos é mínimo, mas ele se vê encantado por seu jeito e ela passa a ser sua obsessão. O que ele nem imagina é que essa mulher misteriosa é Ellie Vyne, uma verdadeira criadora de confusão.
Não pensem vocês que Ellie é daquelas mulheres que ama o bonitão do James em silêncio. A relação de ambas é bem tumultuosa e ela guarda um rancor imenso por ele que certa vez a humilhou falando de sua falta de beleza. Mas a jovem cresceu, desabrochou e se tornou uma mulher independente e forte. Sua mãe morreu quando era pequena, restando-lhe apenas o padrasto e duas irmãs. 
Com as duas irmãs casadas, a pressão para que ela também consiga um bom marido é grande. Mas, apesar de todas as dificuldades financeiras, ela não se sente pronta para casar. Tudo que ela mais queria era um local para ela, seus livros e um cachorro. Enquanto isso não acontece, Ellie segue sua vida usando de sua esperteza para poder pagar as suas contas e as do padrasto. E, em um desses seus servicinhos ela irá se apoderar, de forma inusitada e não intencional, de uma valioso colar de diamantes que mais tarde irá descobrir que pertence a James. Devolver o colar é algo que poderia complicá-la, afinal como ela poderia explicar a forma como o conseguiu? Além do mais, se todos descobrissem o seu segredo isso poderia deixá-la em maus lençóis. Manter-se segura e longe de James certamente seria a melhor solução.
Mas o destino é uma coisa engraçada e vai tratar de colocá-los frente a frente, em uma situação bem inusitada. E, o que antes era uma antipatia e puro rancor, vai tomar um caminho diferente. A imagem que um fazia do outro vai sendo desnudada e os dois irão se entregar ao mais puro desejo, que com o tempo irá tomar uma forma totalmente diferente transformando-se em uma louca paixão.
Para os fãs dos romances de época, este é um prato cheio. Com uma escrita dinâmica e uma história levemente picante, a autora nos apresenta um casal que é puro charme e sensualidade. Ellie é o tipo de personagem que aprecio, cheia de garra e esperteza, com um forte senso de caráter e um bom humor admirável. James, por sua vez, é galante até mesmo quando não pretende fazer uso do seu charme para conseguir algo. A generosidade, o senso de humor, a forma protetora com que trata Ellie é algo que marcou. Ambos possuem personalidade forte, portanto não esperem um romance meloso e juras de amor eterno. O que encontramos nas páginas desse livro é um divertidíssimo e encantador jogo de gato e rato. 
Gostei muito da história, que é leve e bem agradável. Existem cenas mais quentes, que são muito bem escritas e possuem sensualidade na medida certa. A única coisa que me desagradou foi a utilização de um termo mais chulo em algumas cenas hots. Não sou o tipo de pessoa que acha desagradável ler determinadas palavras inseridas num contexto mais erótico, porém em um romance de época me incomodou. Se fosse um romance contemporâneo não teria visto nenhum problema, mas por se passar em um período histórico bem diferente do que vivemos achei um pouco exagerado. Nada que tire o brilho do livro, mas é algo que pode ser visto posteriormente pela editora.
Um dos fatores que mais me agradou na trama foi a interação entre James e seu empregado Greeves. Os diálogos inteligentes e extremamente divertidos me fizeram gargalhar o tempo inteiro, impossível não se deixar contagiar por essa dupla. O bom humor é uma característica marcante em toda leitura e deu toda leveza a história. É o primeiro livro da autora que leio e fiquei apaixonada pelo que encontrei. Com toda certeza farei questão de ler outros livros dela.
Para quem curte romances de época temos mais uma opção de peso. Com um enredo agradável e personagens marcantes, Madrugadas de Desejo vai te surpreender e fazer suspirar. Um livro que você não pode deixar de ler.


2 comentários:

  1. Neyla!
    Apaixona pelos romances de época, principalmente os ambientados no século XIX que tem toda uma aura especial.
    Bom saber que os diálogos são inteligentes, facilita a leitura.
    “Qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos você tem?”(Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  2. Oi Neyla, adoro romances de época, uma pena que ainda não li este. Bom saber que a autora tem uma trama e que ainda trás humor.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir