quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Adorável Cretino



Jason Hoffman é um empresário bem sucedido do ramo hoteleiro em Las Vegas. Sua vida se divide entre reuniões de trabalho e festas luxuosas à caça de belas mulheres que possam lhe proporcionar inebriantes noites de prazer. Com uma personalidade atraente e sedutora, ele sabe exatamente o que causa nas mulheres e, por isso, consegue seguir à risca uma de suas regras primordiais: jamais ficar com a mesma mulher por muito tempo.
E, apesar de ser um grande cretino, Jason terá que reconsiderar suas regras, visto que uma única mulher parece não ceder a elas. Hellen Jayne é inteligente, segura de si e sabe se valorizar no que diz respeito ao seu trabalho no meio turístico e aos homens, por isso não se deixa inebriar pelos jogos de sedução de homens tal qual Jason Hoffman. Após se conhecerem em uma festa e o flerte terminar no fundo da piscina, ambos terão de lidar com uma ironia do destino ao se reencontrarem no meio corporativo.
Título: Adorável Cretino
Autor (a): Camila Ferreira
Editora: Universo dos Livros
Número de páginas: 252



E 2015 tem sido o ano das surpresas agradáveis em relação aos livros (e eu fico imensamente feliz por isso, já que 2014 tive inúmeras decepções literárias). Tenho descoberto novos autores nacionais e me surpreendido com livros que mostram ser algo e se revelam algo totalmente diferentes do que eu imaginava. Foi isso que aconteceu com Adorável Cretino, lançamento da Universo dos Livros.
Jason Hoffman é aquele tipo de homem que faz um verdadeiro sucesso com a mulherada. Bem sucedido, bonito, rico, sexy e dono de um sorriso pra lá de sedutor, ele sabe que pode ter a mulher que quiser a seus pés. Ou, melhor dizendo, em sua cama. Ele não está acostumado a tomar foras de mulheres, elas praticamente se atiram para cima dele, dispostas a ter uma noite incrível ao lado desse monumento em forma de homem. Mas tudo isso muda quando ele conhece Hellen Jayne.
Hellen é uma mulher linda, adorável e dona de uma personalidade bem forte. Ela não admite ser tratada como mercadoria por nenhum homem e, ao ser abordada em uma festa por Jason, não pensa duas vezes: dá-lhe um bom chute em suas partes íntimas e o derruba na piscina. Por mais lindo que ele fosse, ela jamais deixaria que ele a tratasse como se fosse descartável, quem ele pensava que era?
Mas em seu primeiro dia no novo emprego, eis que uma surpresa acontece: ela reencontra Jason. E quer saber o que mais? Ela acaba descobrindo que ele é seu chefe. Medo e preocupação passam a rondar-lhe a mente, afinal a lembrança do que fizera a ele está bem viva em sua memória. Mas como ela poderia imaginar quem era aquele cretino arrogante? Já Jason, por sua vez, quer se vingar dela por tê-lo feito fazer papel de bobo no meio de uma festa. O que eles não imaginavam é que seriam fisgados por uma intensa paixão. 
Quando comecei a ler, imaginava que fosse encontrar um livro erótico, mas me surpreendi. A história é recheada de passagens um pouco mais hots, mas não há nenhum tipo de descrição dos atos, apenas menções de que aconteceram. Não que eu tenha algum tipo de problema em ler algo mais picante, pelo contrário. Sempre fui fã dos eróticos, leio faz tempo e não me incomoda em nada descrições mais precisas. Porém, achei que a autora foi bem feliz em sua escolha, mostrando que um livro pode ser sensual sem necessariamente ser sexual. 
Outra ponto que me fez adorar a história foi o bom humor embutido em cada capítulo. Os capítulos, narrados em primeira pessoa e mesclados entre os dois personagens principais, são divertidíssimos. Cada personagem tem um tom único e, muito embora tenha sentido um pouco de dificuldade em aceitar a narração de Jason inicialmente, acabei me adaptando e curtindo. Enquanto Hellen tem um jeito mais sério e centrado, ele tem uma forma mais escrachada de falar.
Os personagens são uma graça total. Apesar do jeito mais debochado e por vezes arrogante, eu adorei Jason. Logo no início algumas de suas atitudes me incomodaram e não conseguia entender como um homem com 30 anos poderia ter atitudes tão imaturas. Mas com o desenvolvimento da história vamos conhecendo-o melhor e entendo a forma insegura com que lida com relacionamentos amorosos. Já Hellen tem outro tipo de comportamento, é uma mulher que já se decepcionou, mas nem por isso se tornou um poço de insegurança ou de ressentimentos. O que mais gostei nela foi da forma decidida e honesta com que lida com as coisas, foi sem dúvidas minha personagem preferida.
Toda narração é construída de forma que a história soe como uma conversa entre o personagem e o leitor, o que torna a leitura ágil e agradável. O foco do livro é o romance e o joguinho de gato e rato entre Hellen e Jason, portanto não esperem algo além disso. Não há grandes surpresas, é um livro que você sabe como vai terminar, mas que nem por isso ele deixa de te cativar. É tudo tão gostoso de ler, me apeguei aos personagens de tal forma que me despedir deles foi algo difícil. 
Adorável Cretino é um romance divertido, com tudo que uma boa história deve ter. Se você, assim como eu, é fã de histórias divertidas e com um romance agradável, com certeza tem que conhecer esse cretino.

3 comentários:

  1. Oii Paulinha! Tudo bom?
    Menina que título desse livro: "Adorável Cafajeste! Super sugestivo! rs. Pena que não curto ler esse gênero de livro. Q bom Que apesar de ser uma história previsivel não deixa de cativar o leitor. Isso é importante.

    Boas leituras.
    Bjux!
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Neyla, nao conhecia o livro e só pelo título eu gostaria de ler kkkkk
    Claro que sua resenha me deixou com mais vontade...
    Bjs Rose.

    ResponderExcluir
  3. Oi Neyla! Estou com muita vontade de conferir o livro e gostei de saber que as cenas hot são mais sensuais, também não tenho problema com descrições mais apuradas, mas ainda prefiro as mais sutis. Eu acredito que seja muito bom e torço para ganhar de Natal.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir