quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

A Dama da Meia Noite



Pode um amor avassalador apagar as marcas de um passado sombrio?
Após anos lutando por sua vida, a doce professora de piano, Srta. Kate Taylor, encontrou um lar e amizades eternas em Spindle Cove. Mas seu coração nunca parou de buscar desesperadamente a verdade sobre o seu passado. Em seu rosto, uma mancha cor-de-vinho é a única marca que ela possui de seu nascimento. Não há documentos, pistas, e nem ao menos lembranças…
Depois de uma visita desanimadora para sua ex-professora, que se recusa a dizer qualquer coisa para Kate, ela conta apenas com a bondade de um morador de Spindle Cove, o misterioso, frio e brutalmente lindo, Cabo Thorne, para voltar para casa em segurança. Embora Kate inicialmente sinta-se intimidada por sua escolta, uma atração mútua faísca entre os dois durante a viagem. Ao chegar de volta à pensão onde mora, Kate fica surpresa ao encontrar um grupo de aristocratas que afirma ser sua família.
Extremamente desconfiado, Thorne propõe um noivado fictício à Kate, permitindo-lhe ficar ao seu lado para protegê-la e descobrir as reais intenções daquela família. Mas o noivado falso traz à tona sentimentos genuínos, assim como respostas às perguntas de Kate.
Acostumado com combates e campos de batalhas, Thorne se vê na pior guerra que poderia imaginar. Ele guarda um segredo sobre Kate e fará de tudo para protegê-la de qualquer mal que se atreva atravessar seu caminho, seja uma suposta família oportunista… ou até ele mesmo.
Título: A Dama da Meia Noite
Autor (a): Tessa Dare
Editora: Gutenberg
Número de páginas: 288



Sempre tive vontade de ler os livros da Tessa Dare por conta dos inúmeros comentários positivos que lia a respeito dela e de sua escrita fantástica. Mas nunca aparecia a oportunidade, até que pintou a chance de ler o terceiro livro. Podem me chamar de louca que eu nem vou ligar! Eu já sabia que as histórias, apesar de se passarem no mesmo lugar e com personagens próximas, podiam ser lidas separadamente. Com isso em mente, me joguei na leitura e não me decepcionei!
Em A Dama da Meia Noite conhecemos Kate, uma jovem professora de música que vive em Spindle Cove. A vida na vila é bem tranquila, ela gosta de seu trabalho e de suas alunas, mas há algo no fundo de seu coração que a atormenta: a falta que sente de uma família.
Kate viveu desde os 4 anos em um orfanato e sua memória antes desse tempo foi, simplesmente, apagada. Ela sempre teve curiosidade para saber quem eram seus pais, o que aconteceu para que ela tenha sido abandonada e como foi sua vida antes do orfanato. E, para obter as respostas para essas indagações, Kate decide ir atrás da diretora do orfanato em que viveu. Mas, além de ter todos os planos frustrados, ela ainda precisa lidar com a arrogância e amargura dessa mulher que passa-lhe na cara coisas que ela jamais imaginaria ser possível. Atormentada, ela por pouco não sofre um grave acidente e, a ajuda aparece na forma de uma figura alta e taciturna: o Cabo Thorne.
Cabo Thorne é um homem misterioso, que está sempre com o cenho fechado e que chegou em Spindle Cove junto com os milicianos e lá fixou moradia. O cabo não é o tipo de homem aberto a amizades e Kate sempre o achou arrogante e cheio de si. Os dois nunca trocaram muitas palavras, mas ela sempre percebeu que ele lhe enviava olhares carrancudos como se tivesse algum problema com sua presença. E foi justamente esse homem que lhe estendeu a mão quando mais precisou e se prontificou a levá-la de volta a Spindle Cove e a proximidade entre os dois vai gerar uma verdadeira tensão.
Vocês conhecem aquele ditado que diz que "onde há fumaça, há fogo"? Se aplica bem a esses dois. Apesar da aparente antipatia, é evidente que há uma atração forte e, quando ela se torna forte demais para que possam suportar, um beijo acontece. E esse beijo será o grande desencadeador de toda a história que irá se seguir. Ao chegarem na vila, visitas estão a espera de Kate. Esses visitantes podem ter a chave de tudo que ela sempre desejou: saber quem é de verdade e o que aconteceu com seus pais. E, no meio de tudo isso, ela ainda precisa lidar com essa atração explosiva, que a coloca cada dia mais perto do Cabo Thorne. Ficou curioso? Então você precisa conferir esse livro para poder descobrir tudo que vai acontecer.
Sen-sa-cio-nal! Eu simplesmente me apaixonei pela história e pelos personagens marcantes. Impossível não me encantar pelo Cabo Thorne e seu jeito mais rabugento de ser. Apesar da aparente falta de simpatia, ele é um personagem que vai ganhando terreno com o tempo e quando percebi, já estava completamente apaixonada por ele e sua forma protetora de tratar Kate. Em muitas partes ele soou mais como um ogro do que como homem, mas se formos levar em consideração tudo pelo qual passou, veremos que é algo aceitável. A vida deste homem nunca foi fácil e desde pequeno ele teve que aprender a se virar em meio a dureza e injustiças.
Kate, por sua vez, é delicada, sensível e forte. Apesar de tudo que já passou, ela não se tornou uma mulher amarga. Pelo contrário, está sempre tentando mostrar o lado bom das coisas, levando suas alunas a acreditarem mais em si mesma. Desenvolvi uma profunda admiração por ela e torci para que tudo pudesse ocorrer da melhor forma e ela tivesse o seu tão esperado final feliz.
A escrita de Tessa é maravilhosa. Ela transporta o leitor para dentro da história e faz com que cada sensação ali vivida seja sentida também por quem está lendo. A trama é delicada, mas ela conseguiu inserir humor e suavidade de forma a não tornar a história pesada ou difícil de engatar. A leitura é rápida e flui de uma forma que quando você menos espera terminou o livro e está querendo mais. Eu, como fã dos romances de época, fiquei apaixonada e pretendo ler todos os livros que ela lançar (além dos que já lançou).
Se você também gosta de romances bem escritos e com história encantadora, precisa conhecer A Dama da Meia Noite. Com toda certeza vai entrar para sua lista dos queridinhos.

17 comentários:

  1. Adoro personagens rabugentos. Mostra que a gente não precisa de razão para amar alguém.

    Gostei da sua resenha.

    beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oie Neyla,
    nossa não tinha visto este livro ainda, mas parece ser fofo.
    vai para a lista de desejados agora mesmo.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Neyla! Eu também comecei e ler a série por este e não senti dificuldades para me conectar. Eu amei. Tessa escreve super bem e criou personagens maravilhosos. Eu adorei a Kate por seu alto astral e o cabo pela dedicação. Agora vamos ler os outros.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  4. Gente eu amo romances de época! Pensem numa pessoa que devorava romances de banca e todos históricos, sim esta sou eu. Já li alguma coisa da Tessa, mas com certeza que vc me deixou doida de vontade de ler mais este.

    Bjin e até mais...

    http://reinoliterariobr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?

    Eu nunca li um romance de época, mas acho que se eu pegar um para ler, não conseguirei finalizar. Apesar disso, sua resenha chamou MUITO a minha atenção, não tenho certeza, mas futuramente pretendo ler, se eu ler compartilho minha opinião com você!

    http://desencaixados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bom?
    Nunca li algum livro de época, mas conheço vários (apesar de essa série ai ainda não ser do meu conhecimento). A capa me lembrou um pouco os livros da arqueiro.
    Gostei da resenha e fico feliz que tenha gostado da leitura. Beijos,
    http://www.quinzeinvernos.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Tenho ouvido falar bastante sobre essa série, e são comentários ótimos. Já coloquei ela na minha lista para 2016, leria agora se possível, mas pretendo terminar as séries que já tenho aqui primeiro. Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Andy!
    http://quotesperdidos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Saudações literárias! Gostei da sua resenha e tudo mais, porém esse livro não é do meu estilo. Fora isso você caprichou muito bem na resenha.

    ResponderExcluir
  9. Neyla, amei a pegada do livro.
    Tenho muita curiosidade de ler essa série da Tessa, tenho quase certeza de que amarei.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  10. Eu fico meio assim de me jogar logo no terceiro livro que nem você fez... mesmo podendo ler separadamente... um toc interior não me deixa kkkkk Adorei da sua resenha, mas a história ainda não me encantou tanto assim.
    -Mari

    ResponderExcluir
  11. Oi Neyla, acabei de comprar os dois primeiros volumes desta série, e estou super empolgada para começar a ler. Assim como você, estou curiosa para conhecer o trabalho da autora, diante de tantos elogios recebidos. Espero gostar como você.
    bjs, Rose

    ResponderExcluir
  12. Mais uma série para minha lista, tomara que alguma alma bondosa diminua no meu niver, kkkkkk

    ResponderExcluir
  13. Olha sinceramente estou fugindo um pouco de romance agora, pois ando bem enjoada sabe? Eu li tanto romance esse ano que quero agora mudar os gêneros, mas mesmo assim tenho que confessar que o livro me chamou atenção e acho que iria gostar dessa série. Mas vou ver se compro mais pra frente, porque ainda tenho várias outras para ler e diminuir a pilha. hehehehe....Mas espero poder gostar. Talvez eu até pegue eles em EBOOK.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/caixinha-de-correio-parte-6.html

    ResponderExcluir
  14. Eu estou entrando nesse mundo de leitora de romance de época aos poucos... Mas fico super feliz em ver as editoras apostando nesse estilo já que os poucos que li me encantaram. As capas dos livros da Tessa são lindas e eu só vejo elogios à autora. E se esse livro pode entrar na lista dos queridinhos, acho que preciso colocar ele (e os dois primeiros) na lista de preciso ler logo :)
    Adorei sua resenha, ela me deixou bem empolgada para ler o livro :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  15. Oieeee, tudo bom? Gosto de séries em que os livros podem ser lidos separadamente! Achei interessante a premissa do livro, não posso dizer que é cliché, assim como não posso dizer que é 100% original! Só sei que já estou curiosa pra saber o que esconde o passado de Kate e porque essas memórias foram apagadas da mente dela. Quanto ao cabo Thorne sou suspeita: curto esse estilo ogro kkkkkkkk Bjosssss


    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi! Não curto muito romances de época, mas estou aprendendo a me abrir mais, e esse é provavelmente um livro que eu leria. Adorei a sua resenha!!! Beijos.

    http://eicarolleia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Ai como eu quero ler essa série, apesar de ser história independentes que sou problemática e tenho que ler na ordem hahaha... gostei de saber mais sobre a história. Adoro esses personagens rabugentos, brigões, sempre me divirto muito com eles. Espero ler em breve!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir