segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Tormenta RPG


Tormenta é o cenário de RPG mais popular do país. Nascido em 1999 nas páginas da revista Dragão Brasil, esta terra de espada e magia cresceu. Tormenta agora é um jogo completo, e está de volta em uma nova edição — revisada, expandida e aprimorada!
Com este livro básico, você poderá criar seus próprios personagens e aventuras, e embarcar em infinitas sagas com os grandes heróis e vilões deste mundo. A chegada da Tormenta. A busca pelos Rubis da Virtude. O retorno do Terceiro Deus. O ataque de Mestre Arsenal. As Guerras Táuricas. Agora essas histórias podem ser suas.
Tormenta RPG — Edição Revisada contém tudo de que você precisa para jogar: Arton precisa de heróis. Seja um deles!
Título: Tormenta RPG
Roteiro: Gustavo Brauner, Leonel Caldela, Marcelo Cassaro, Rogério Saladino, Guilherme Dei Svaldi e J.M. Trevisan.
Editora: Jambô
Páginas: 320 - Capa Dura



Já contei a história do cenário de fantasia mais amado do Brasil lá no Multiverso X, mas é sempre bom relembrar um pouco para os que estão chegando agora ( . Tormenta foi lançado em 1999 como brinde nas páginas da falecida Dragão Brasil, revista especializada em RPG. Tormenta é o mais bem sucedido cenário de RPG no Brasil, tendo dezenas de cópias e tornando-se um universo muito além do RPG com várias histórias em quadrinhos e romances publicados ao longo de seus 16 anos. Sobre alguns desses nós já comentamos, como Holy Avenger, Crônicas da Tormenta, e Dungeon Crowlers.
Durante muito tempo Tormenta foi um cenário que usava as regras de outros sistemas (GURPS, AD&D e 3D&T), até que com a chegada da Licensa Aberta pôde concentrar suas publicações no sistema d20, que permitia que as regras fossem compatíveis com as do mais famoso jogo de RPG do mundo: Dungeons and Drangons. Mas em 2008 a Wizards of the Coast lançou a 4ª edição de D&D com um novo sistema de jogo, e alterou as regras da Licença limitando a criação de novos materiais compatíveis com o sistema. Isso fez com que os autores de Tormenta tomassem uma decisão: criar um sistema próprio. Assim nascia Tormenta RPG.
Tormenta RPG é um manual básico de regras de RPG e apresentação do cenário. Com ele você não precisa de nenhum outro livro pra jogar e se divertir, seja você um jogador experiente ou um novato. E logo de cara o primeiro capítulo apresenta o mundo de Arton, seus principais reinos e acontecimentos, características mais importantes de Arton, além da sempre presente explicação sobre o que é RPG caso você seja novato.
Aliás, por falar em introdução, o inicio de cada capítulo é marcado por uma parte de um conto que traz a história de um homem que acorda sem memória em Vectora e então vai descobrindo as maravilhas de Arton ao longo do livro. Este conto, escrito por Leonel Caldela, serve para introduzir o leitor e apresentá-lo ao cenário de maneira mais lúdica e envolvente do que simplesmente apresentar regras e mais regras.
Daí em diante começam a ser apresentas as regras, todas elas fáceis de se compreender com a leitura atenta do livro. Apesar de assustar os menos acostumados, não há complicações graves; acredite existem sistemas muito mais complexos. Os capítulos seguintes à introdução apresentam o básico da criação de personagens - Habilidades, Raças e Classes - todos com texto fluido e bem descrito para que as dúvidas que venham a surgir se tornem mínimas. 
E não faltam opções aos jogadores para que possam criar os mais variados personagens com as possíveis combinações. São onze raças - Anão, Elfo, Goblin, Humano, Lefou (seres tocados pela Tormenta), Minotauro, Qareen (meio gênios), Gnomos (não existem no cenário), Meio-elfos e Meio orcs - e mais treze classes - Bárbaros, Bardos, Clérigos, Druidas, Feiticeiros, Guerreiros, Ladinos, Magos, Monges, Paladinos, Rangers, Samurai e Swachbukler - as profissões que seu aventureiro pode ter.
Os capítulos seguintes adentram um pouco mais nas regras e apresentam as pequenas minucias da construção de um personagem como escolha de nome, criação de histórico, características físicas e mentais. Temos explicações para o uso de perícias e de talentos, descrição dos deuses de Arton, descrições e listas de equipamentos, regras que envolvem o combate. Além disso os capítulos finais trazem uma extensa lista de magia, informações voltadas para o Mestre/Narrador - com todas as informações necessárias para conduzir uma aventura de maneira justa e divertida - e um breve e funcional bestiário com criaturas suficientes para a maioria das aventuras.
Fechando o livro temos um capítulo dedicado à cidade de Malpetrim, uma das principais (e primeiras) cidades do cenário, ponto ideal para o inicio de aventuras. O capítulo é perfeito em sua descrição sobre uma típica cidade do cenário e deixa o leitor mais intimo do clima que permeia o cenário.
Além de tudo isso o livro é visualmente muito bonito, desde o projeto gráfico feito pelo ilustrador Dan Ramos até o acabamento das páginas e as ilustrações que complementam as descrições. Vale a pena reforçar mais uma vez a qualidade do texto do livro, tornando-o gostoso de se ler, mesmo quando você está lendo uma regra. Existem muitos exemplos que poderiam ser descritos de forma enfadonha, mas são feitos de forma simples, através de exemplos lúdicos, mais fáceis e prazerosos. 
Aquele que não se contentar em ficar apenas com o básico não irá sofrer, pois Tormenta RPG é constantemente implementado através de novos livros - NÃO OBRIGATÓRIOS, mas muito bem vindos - que tornam o jogo ainda mais interessante. E a maior parte deles está disponível em formato físico e digital!
Livros sobre raças com mais opções para construção de personagem, livros sobre o mundo de Arton e outros sobre localidades mais específicas como a cidade de Valkaria, manuais sobre os monstros e sobre grupos específicos de heróis, além de aventuras prontas para facilitar a vida de mestres e jogadores. Para falar a verdade há muito mais pronto e ainda por vir, além de conteúdo exclusivo disponíveis através do site da Jambô.
Tormenta RPG é um passo importante na história desse que é o mais longevo cenário de RPG publicado no país e não deixa nada a dever a nenhum produto importado. Leia o Tormentão, arme-se com dados multifacetados, lápis e papel, junte os amigos, coca-cola e muita imaginação e voi lá! Em instantes todos estarão desbravando aquele mundo, explorando seus reinos, mistérios, tesouros, vencendo vilões, monstros e tudo mais que a sua imaginação puder criar. RPG é um jogo sobre contar histórias, porque não contar a sua em Arton?





Um comentário:

  1. Oi Ace, desta vez não me interessei muito, apesar de achar que meus filhos iriam gostar de conhecer estes livros
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir