terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Quissama: O Império dos Capoeiras - O Jogo


Rio de Janeiro, 1868. Quissama é um escravo foragido que conta com a ajuda do detetive inglês Woodruff para encontrar Bernardina, a mãe desaparecida. Ao mesmo tempo, precisa fugir do Alemão Mueller e sua malta, que quer capturá-lo. Outros personagens têm objetivos variados no desenrolar do jogo. Nas praças, você enfrentará as lutas de capoeira entre Nagoas e Guaiamuns, que dividem o Rio de Janeiro da época. Enquanto o comércio floresce, no Ministério os políticos tentam se manter no poder apesar dos inevitáveis escândalos de corrupção. Escolha seus personagens e tome parte nessa trama!
Titulo: Quissama: O Império dos Capoeiras
Produtora: Independente
Criação: Ricardo Spinelli (Inspirado no livro homônimo de Maicon Teffen)
Tipo: Gerenciamento de mão, Influência em área, Poderes variáveis dos jogadores (Tabletop)


Poucas sensações no mundo são tão gratificantes quanto ajudar outras pessoas a realizarem seus projetos, ainda mais quando há interesse no sucesso dos mesmos. Quando o resultado é de qualidade a sensação é ainda melhor. Isso aconteceu recentemente comigo em relação a produção do jogo o qual falaremos nessa postagem; sua publicação foi possível graças a um financiamento coletivo através do Catarse.
Quissama - O Império dos Capoeiras é um jogo de tabuleiro com temática brasileira e mecânica europeia, para 2 a 4 (expansível para 5!) jogadores, ambientado no Rio de Janeiro de 1868, inspirado no livro homônimo, escrito por Maicon Teffen e ilustrado por Rubens Belli, lançado em 2014 pela Editora Biruta. 
A primeira vista a jogabilidade pode parecer complicada, mas a verdade é que tudo é bem claro e didático em Quissama. Trata-se de um belo jogo competitivo com bastante interação e relativa presença de sorte, em que você precisa muitas vezes atacar outros jogadores e travar suas jogadas para se defender. 
Foto: Moisés Pacheco

Nele os jogadores assumem o papel de personagens fictícios ou históricos para cumprir seus objetivos, que podem ter facetas variadas: política (influenciando o Ministério), financeira (dominando os comércios), ideológica (libertando os capoeiras das senzalas), de busca (encontrando uma escrava foragida) ou mesmo um tanto suspeita (liderando uma malta de capoeiras). Cada um dos personagens tem custos variados, habilidades especiais e critérios de vitória diferentes. Isso mesmo que você entendeu: a maneira de vencer é determinada de acordo com os personagens conquistados durante o jogo e cada jogador pode influenciar quantos personagens quiser/puder e, quem primeiro atingir o objetivo do personagem escolhido, será o vencedor. 
A arte produzida pelo Belli Studios é muito bonita e só tornou o jogo ainda mais atrativo. Não digo apenas pelas ilustrações dos personagens, mas pela composição de todo matérial do jogo: cartas, tabuleiro, caixa e manual. Por falar nisso, apesar de se tratar de um primeiro projeto de uma autor independente a participação da Ludens Spirit foi fundamental para garantir um material de qualidade par as peças do jogo, tão resistentes quanto a de empresas que estão há anos no mercado. Dá gosto de ver o jogo na mesa.
Foto: Moisés Pacheco

É importante ressaltar que, embora inspirado na trama e personagens da obra escrita, não é necessário ler o livro para jogar Quissama, pois o jogo é totalmente independente do livro. Mas se me permite dizer: se eu fosse você iria conferir o livro também. Se antes ou depois de conhecer o jogo pouco importa, pois não a experiência com de um não irá interferir na experiência com o outro.
Para quem quiser saber mais sobre o jogo e como ele funciona na prática, o Marcelo Pegado - mais conhecido pela alcunha que nomeia seu canal: Jack Explicador - preparou um preview detalhado com informação sobre as mecânicas do jogo, como elas funcionam, e muito mais (o vídeo está disponível logo abaixo ao fim da postagem). A versão utilizada no vídeo não é a versão final do jogo - e por isso não possui todas as regas atualizadas - mas um protótipo produzida antes do jogo ficar pronto apenas para ilustrar e auxiliar a gerar interessados na campanha.
Apesar de não ganhar nada com isso aproveito para deixar aqui a recomendação: quem tiver interesse em adquirir futuramente o jogo, opte por fazer a compra na Ludeka (link no topo da postagem).  A loja possui ligação com a empresa responsável pela produção do jogo e dispõe para a venda exemplares de Quissama  - O Império dos Capoeiras, e também alguns extras como peças para um quinto jogador, organizador de área de jogo e exemplares do livro homônimo que deu origem ao jogo (o qual você pode conferir a resenha aqui) que podem ser adquiridos de forma individual ou em pacotes especiais. Além de  confiável a Ludeka oferece frete grátis para TODO O BRASIL em compras a partir de R$ 150.
Ao fim, digo sem a menor sombra de dúvidas que Quissama é um excelente jogo e vai agradar até mesmo aqueles não acostumados com jogos modernos; sua simplicidade e os detalhes didáticos utilizados no design do tabuleiro e cartas o tornam fácil ensinar, e com duas rodadas é possível sair fazendo estratégias para vencer e barrar o avanço dos adversários. E fala sério: quem não gosta de competir com o coleguinha?  Um jogo barato, de qualidade acima da média, com uma arte lindíssima e muito divertido, que prova que o mercado nacional tem ainda muitas pérolas para mostrar. Indicação certa!



26 comentários:

  1. Que jogo maneiro :D !
    Nunca ouvi falar sobre, mas me pareceu interessante.

    ResponderExcluir
  2. MEU DEUS que jogo maravilhoso! Estou aqui loucamente querendo meu jogo de tabuleiro, muito legal a ideia do jogo.


    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. Esse jogo parece ser ótimo pra jogas na praia com os primos ahahahahah

    Abraços, Pâm

    ResponderExcluir
  4. Amei o jogo, a ideia que se constrói ao redor dele, tudo. Adorei a resenha também, muito bom mesmo.
    http://palavrasdelucidez.com.br
    Lucas Castelo Viana

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante, não é bem meu estilo mas tenho vários amigos que amariam esse jogo.

    ResponderExcluir
  6. Muito bacana a resenha, fico feliz que tenham curtido o jogo! :)
    Apesar do subtítulo "um toque masculino", permita-me comentar que esse tipo de jogo vem conquistando rapidamente também um público feminino ;)

    ResponderExcluir
  7. Uma dica... a estratégia de utilizar as habilidades da princesa Isabel é uma das preferidas pela galera! A Katniss brasileira! rsrsrs

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Nunca ouvi falar deste jogo :-/ mas adoro jogar xadrez, War, Banco Imobiliário e outros. Mais um jogo para minha listinha rs.
    Beijos, Maisa.
    Reino Literário Br

    ResponderExcluir
  9. Achei demais a ideia do jogo. Eu amo jogos de tabuleiro, mas tem uns que são muito caros e nem tenho com quem jogar. :(
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  10. OMG!!!

    QUE JOGO INTERESSANTE! JÁ QUERO. ESTOU DIGITANDO EM CAPSLOCK PARA DEMONSTRAR MEU AMOR POR ESSE JOGO MESMO SEM TÊ-LO.

    BEIJOS
    www.falandoemlivros.com

    ResponderExcluir
  11. Oie,

    Não sou habituada a esses jogos, quase não os vejo por onde eu moro, mas a curiosidade falou mais alto. Eu com certeza jogaria esse jogo e ser inspirado em um livro já me faz querê-lo ainda mais, já está na minha listinha de presentes.

    Bjs
    Mayla

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Esse jogo parece ser bem legal, faz muito tempo que não jogo um jogo de tabuleiro, quem sabe faço a compra de um jogo desse ^~^

    http://desencaixados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi :D
    Nossaaaaaaaa!! Amo Jogos de tabuleiro, aqui em casa somos meio viciados.
    Por isso adorei essa dica e já vou conversar com o marido para adquirirmos.
    Como você falou, a qualidade está incrível pelo o que dá para ver pelas imagens.
    Por vir de um livro acho mais fantástico ainda, desejo muito sucesso nesse trabalho :D

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Jogos de tabuleiro são o máximo! Eles animam qualquer reunião com amigos ou parentes. Nunca havia ouvido falar desse e amei conhecê-lo. Parece ser muito bem feito.

    Abraços

    https://tudoqueeuli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Olá, nossa amei esse jogo, eu sempre gostei de jogos de tabuleiros e achei a temática desse muito interessante. Com certeza já estou querendo!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?
    Já tem bastante tempo que não brinco com jogos assim, mas curto bastante. O Catarse é uma mão na roda de muitos gênios que querem expandir suas histórias, tem muito projeto bom lá. Eu conhecia o livro, mas não sabia da existência do jogo.
    Fiquei bem curioso, beijos!

    http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Adoro jogos de tabuleiro, e esse particularmente me chamou a atenção pela temática. Eu sou professora de História e achei incrível que o jogo represente os negros capoeiras do século XIX e toda a sociedade escravagista da época. É uma ótima dica para se usar em sala de aula com os alunos, caso o jogo não seja muito complicado.
    Bjs!
    Quem Lê, Sabe Porquê

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Ficou muito lindo! Eu não sabia que no Catarse também dava para colocar jogo de tabuleiro, pelo visto eu tenho que aparecer mais por lá. Gostei muito da iniciativa, principalmente por ser algo cultural. Não tinha ouvido falar do livro :o então vou dar uma olhadinha. Pelo que entendi, o jogo tem um pouco de estratégia, o que o torna mais interessante. As ilustrações também estão ótimas! É bom ver o cuidado que tiveram com o projeto.
    Bjs
    Www.horadaleitur.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bom?
    Eu ainda não conhecia o jogo, muito menos a obra em que foi inspirado. Confesso que nunca li nada do tipo, muito menos joguei algum jogo parecido com este, mas é algo que me chamou atenção, principalmente por ser algo nacional (e também por esse design que, como tu mesma ressaltou, é maravilhoso!).
    Beijos,
    http://www.quinzeinvernos.com/

    ResponderExcluir
  20. Que legal que o jogo foi resultado de um projeto de financiamento coletivo! Não me interessei porque sou uma ET e não gosto de jogos... pois é... eu era a anti-social que sempre arrumava desculpas pra não jogar... hehe... Esse então, com cada personagem tendo um objetivo diferente, me interessa ainda menos, embora eu acredite que isso o torne um passatempo ainda mais atrativo para pessoas de todas as idades. E o jogo ficou muito bem feito mesmo, lindo! Vou pesquisar mais sobre o livro.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  21. A única coisa que eu jogo é Uno e no máximo Banco Imobiliário haha.
    De fato é um trabalho bem feito e bonito, mas não me chamou atenção até por que não costumo jogar.
    Beijos,
    Blog ABCD dos Livros.

    ResponderExcluir
  22. Nossa, interessante esse lance de fazer um jogo baseado em um livro, e acredito que eu fosse jogar com certeza leria também porque??? Acho que entenderia melhor o jogo se lesse antes, porém ficaria curiosa para saber a historia se jogasse antes. rs
    Seu post foi um dos mais diferentes que vi...Parabéns!
    Beijos
    Viviana
    Blog Mães Perfeitas e Imperfeitas

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Bem legal o jogo, infelizmente não tenho tempo para jogos :/
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Oieee, tudo bem!?
    Eu adoro jogos de tabuleiro, só falta os amigos pra jogar junto hahaha
    Gostei bastante dessa coisa de assumir o papel dos personagens *-*
    O jogo ficou lindo mesmo na mesa, adoraria jogar ele T___T Eita, ainda tem frete gratis a partir de 150? Tô gostando cada vez mais!!

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  25. Jogos de tabuleiro não é muito a minha praia, mas fiquei super empolgada com a ideia desse e que ele tenha dado certo, afinal adoro o trabalho do Maicon e acho que ele merece esse destaque de um jogo inspirado em seu livro. É tão lindo ver um livro de um autor da sua cidade ganhando destaque e alcançado vários públicos - que é o que me parece que o jogo fará :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir