terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Seraphina

Décadas de paz pouco fizeram para diminuir a desconfiança entre seres humanos e dragões no reino medieval de Goredd. Criaturas extremamente inteligentes que podem assumir a forma humana, os dragões frequentam a corte como embaixadores e usam sua mente racional e matemática em universidades, como estudiosos e professores. No entanto, à medida que o aniversário do Tratado de Paz se aproxima, o clima começa a ficar perigosamente tenso. Seraphina Dombergh, uma garota de 16 anos com grande talento para a música, tem um terrível segredo e razões para temer humanos e dragões. Ela se torna assistente do compositor da corte justo quando um membro da família real é encontrado morto, devido a um ataque muito ao estilo dos dragões, isto é, com a cabeça arrancada a mordidas. Seraphina, com sua inteligência e senso de humor ácido e feroz, passa a colaborar com as investigações, ao lado do capitão da Guarda da Rainha, o sagaz e encantador Príncipe Lucian Kiggs. Enquanto eles começam a encontrar pistas de uma trama sinistra para destruir a paz, a fachada cuidadosamente construída por Seraphina começa a desmoronar, tornando cada vez mais difícil manter seu segredo, cuja revelação seria catastrófica em sua vida.
Título: Seraphina - A Garota Com Coração de Dragão
Autor (a): Rachel Hartman
Editora: Jangada
Número de páginas: 384


Devo iniciar essa resenha com uma confissão: dificilmente acredito naqueles elogios e destaques que estampam a quarta-capa de uma publicação. Independente de quem os assine. No entanto devo afirmar que o que encontrei em Seraphina vale muito mais do que os elogios ali estampados conseguem dizer.
A história se passa no reino medieval de Goredd, onde seres humanos e dragões convivem em aparente harmonia há décadas, desde a assinatura do Tratado de Cormont que garantiu a paz entre as espécies. Os Dragões se assemelham fisicamente àqueles apresentados em nossos contos de fantasia, mas são extremamente racionais - consideram emoções dispensáveis (o que torna o caso de Seraphina ainda mais especial) - e conseguem tomar a forma de homens e viver juntos em sociedade. Nos reinos humanos são identificados pelo uso de um sino e não devem voltar à sua forma de dragão, a menos que autorizados.
Neste livro você vai conhecer Seraphina Dombergh, uma talentosa garota que aos 16 anos é a Assistente de Mestre de Música do castelo e Tutora da Princesa Glisselda, mas que possui um terrível segredo e razões para temer humanos e dragões.
Às portas da comemoração pelos 40 anos de paz entre os dois seres e chegada do Ardmagar (chefe de Estado dos Dragões), o Príncipe Rufus é encontrado morto com a cabeça arrancada de maneira misteriosa. A harmonia é desequilibrada e a tensão entre os povos se torna mais evidente. O clima começa a ficar perigosamente tenso e Seraphina passa a colaborar com as investigações, ao lado do capitão da Guarda da Rainha, o Príncipe Lucian Kiggs. Durante essa jornada que pode destruir a paz entre humanos e dragões, a fachada cuidadosamente construída por Seraphina começa a desmoronar, tornando cada vez mais difícil manter seu segredo, cuja revelação seria catastrófica em sua vida.
Em seu primeiro romance Rachel Hartman nos apresenta um cenário fantástico rico e encantador, recheado de personagens fortes e carismáticos, com uma trama envolvente e prazerosa. Não se trata apenas de uma história de fantasia com mistérios e intrigas, mas sobre aceitação e evolução pessoal de uma jovem perdida em meio a um mundo dividido. Existe traição, segredos, intrigas e falsidade, mas também existe espaço para amor, amizade e lealdade.
A narrativa, muito bem construída pela autora, é conduzida em primeira pessoa pela personagem protagonista tornando-a o nosso vínculo maior com aquela nova realidade. A autora faz um excelente uso das caraterísticas da personagem, como uma visão bastante racional das coisa para entrar nos detalhes que cercam a sociedade, os reinos e as pessoas de seu mundo fantástico. Mas mesmo se assim não o fosse, seria muito difícil não se apegar a Seraphina e esperar por cada passo nessa jornada de autodescoberta e crescimento. Existem outros personagens tão cativantes e interessantes quanto na trama, é claro, mas sua inteligência, senso de humor ácido e língua afiada roubam a cena na maior parte do tempo.
Dentre os personagens que conhecemos mais a fundo alguns se destacam por personalidade, importância e presença como a vívida Princesa Glisselda, o apaixonante Principe Kiggs, e o reservado, porém encantador, Tio Orna. Um outro grupo se destaca por uma característica peculiar. Por conta de sua natureza, Seraphina precisa lidar com seres estranhos que povoam seus pensamentos, e através de meditação constrói um lugar em sua mente para mantê-los longe. Contudo o Jardim dos Grotescos precisa ser visitado todos os dias, para evitar dores de cabeça e ataques epiléticos. E nessas visitas conhecemos o simpático Morcego das Frutas, a Senhora Exigente e inventivo Sujeito Barulhento.
Como nem tudo é perfeito, confesso que a princípio o livro demorou a prender muito minha atenção. As primeiras páginas logo entregam que há muita história a ser contada e o ritmo da leitura se torna meio lento, mas conforme as páginas avançam, se estabelece um ritmo mais ágil e gostoso de se lidar. Portanto não desista ao primeiro percalço, a recompensa aguarda logo em seguida.
A Editora Jangada re-publicou recentemente o livro com um novo trabalho gráfico e arte ainda mais bonita que o anterior. Além disso a edição traz um glossário de termos, um "cast" dos personagens  e um capítulo extra (que é basicamente um conto) que traz a história da Audição de Seraphina ao cargo de Assistente de Mestre de Música o e Tutora da Princesa.
Por fim, ouso voltar a quarta-capa deste livro e parafrasear a citação do autor Christopher Paolini dizendo: Seraphina é um romance de estreia impressionante e mal posso esperar para ver o que Rachel Hartman tem a escrever. Uma leitura mais que recomendada para os amantes de histórias envolventes, independente de que gênero ela pertença!



11 comentários:

  1. Oi Ace!!!
    Essa história também me encantou, achei as descrições utilizadas pela autora extremamente vívidas, pude visualizar perfeitamente todas as cenas em minha mente, como num filme. E o Jardim dos Grotescos é genial!
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  2. Olá, poxa eu não conhecia o livro e mesmo sendo de um gênero que não me agrada tanto, essa história me agradou e me despertou interesse. Achei muito fantasiosa e fiquei curiosa com o desenrolar da obra. Gostei da premissa e espero poder ler em breve

    ResponderExcluir
  3. OIEEE!!
    Gente gostei da premissa do livro, amo dragões e ainda não li um livro que dragões fosse o centro da narrativa, mas fiquei ainda mais curioso para descobrir quem é Seraphina?! Sera que ela é uma hibridade de humana com dragão hahaha
    Vou procurar por essa edição nova que você falou e se eu encontrar de um preço legal talvez eu compre

    Xo
    Alisson
    Re.View

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ace, tudo bem?
    Antes de mais nada: que resenha espetacular foi essa? Amei, e já fiquei intrigada por fazer essa leitura! Já conhecia o livro pela primeira edição há alguns anos, mas só agora percebi nunca ter procurado antes saber mais a fundo sobre o que se tratava a história e, nossa, realmente parece ser uma leitura muito intrínseca, cheia de ligações e detalhes que farão toda a diferença no final. Mas confesso que fico um pouco receosa de lê-lo pela sua ressalva a lentidão da leitura para engrenar. Tenho tido alguns problemas ultimamente com leituras que não me prenderam como eu esperava, e fico meio reticente de começar a lê-lo e abandonar por falta de envolvimento. A quantidade de coisas acontecendo no desenrolar do enredo também me deixam um pouco insegura se serei capaz de acompanhar bem toda a situação, mas ainda assim o interesse permanece. Senão uma leitura para esse momento, mas quem sabe para o futuro? Se surgir uma oportunidade, talvez lhe dê uma chance, sim. =D
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Me interessei demais por esse livro! Há tempos estou me cobrando ler livros com dragões e acho que esse livro pode ser um excelente começo.
    Vou colocar na minha lista de desejados :D
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Ace.

    Gostei da sua resenha, pois não conhecia o livro e nem a autora. Mas sua resenha junto com a capa que achei linda e uma sinopse bem interessante conseguiu chamar minha atenção e vou colocar na lista de desejados.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu fiquei apaixonada quando vi que a editora relançou o primeiro livro com a capa original, acho ela linda, e agora combina com a do segundo, rs. Eu li essa obra há bastante tempo, e amei! Eu adoro histórias com dragões e tudo mais, e achei incrível esse universo que a autora criou. Realmente o início também não me prendeu no início, custei um pouco a pegar o ritmo, mas depois disso, a leitura se tornou muito empolgante!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  8. Olá! Eu não sou fã de livros que envolvam dragões, então sempre evito esse tipo de leitura pois sei que vou acabar enrolando para ler e etc. A premissa desse é bem legal e achei interessante a historia em si pelo modo como você comentou no texto.
    Também não sou de acreditar nos elogios que tem nos livros mas às vezes vale a pena acreditar neles.
    Beijos
    SIL ~ Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  9. Oi Ace!
    Você conseguiu me deixar muito, muito curiosa com o que a Seraphina esconde!! Fora que, adoro fantasias e adoro seres mágicos assim. Nunca li uma história em que dragões fossem os seres em destaque e adoraria ler esse livro depois de todos esses elogios.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. É uma otima resenha e o livro é muito bom, pelo menos eu achei e percebi, mas tenho que ser sincera, mesmo percebendo isso não me senti atraida pelo livro
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Muito top esse livro, não conhecia!!
    Assim eu venho ficando pobre kkkk
    Quero ler esse livro já que amo fantasia e ainda parece ter uma trama bem instigante que te prendo do inicio ao fim!!!
    Excelente resenha!!!


    Nathália Bastos// Biblioteca Lecture

    ResponderExcluir