terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Guerras Secretas

DESTRUAM SEUS INIMIGOS E TODOS OS SEUS DESEJOS SERÃO REALIZADOS!
Vingadores, X-Men, Quarteto Fantástico, Homem-Aranha: os maiores heróis do universo. Magneto, Doutor Destino, Ultron, Galactus: os maiores vilões. Convocados pelo onipotente Beyonder para um desafio interestelar, heróis e vilões deverão se confrontar no Mundo de Batalha, visando conquistar o maior prêmio que alguém jamais poderia cobiçar.
A HISTÓRIA ÉPICA QUE REDEFINIU O UNIVERSO MARVEL
Publicada em quadrinhos pela primeira vez em 1984, 'Guerras Secretas' foi um divisor de águas para a Casa das Ideias, reunindo pela primeira vez seus principais personagens numa grande saga. Alex Irvine, autor de 'Homem de Ferro: vírus', apresenta esta adaptação integral em romance, editada com exclusividade no Brasil pela Novo Século. Deixe-se perder além das estrelas nesta aventura irreverente, intensa e, sobretudo, nostálgica. 'Guerras Secretas' é um marco na história dos super-heróis, e também símbolo de sua época e da consolidação da cultura geek.
Título: Guerras Secretas
Série: Coleção Marvel
Autor (a): Alex Irvine

Adaptado dos Quadrinhos de Jim Shooter, Mike Zeck e Bob Layton
Editora: Novo Século
Número de Páginas: 352


SKOOB - COMPARE & COMPRE - LOJA RECOMENDADA

O Universo Marvel é imenso, talvez você já tenha notado isso. X-Men, Quarteto Fantástico, Vingadores, Homem-Aranha e tantos outros se encontrando em histórias e mega-sagas é algo totalmente habitual e natural nos dias de hoje em diversas mídias (embora ainda seja um sonho para os que esperam algo parecido nos cinemas). No entanto as coisas nem sempre foram assim: apesar de compartilharem o mesmo o universo poucas vezes esses personagens se cruzavam. Existiam pequenas participações e encontros, mas nada que reunisse a todos eles em torno de uma história. Isso até as Guerras Secretas!
No "longínquo" ano de 1984 a Marvel preparou uma saga épica que reuniria pela primeira vez múltiplos personagens de seus grupos mais em um ambicioso feito com grandes riscos, mas com um resultado além das expectativas. Guerras Secretas foi inicialmente elaborada como ferramenta de marketing para uma linha de brinquedos, mas graças ao roteiro de Jim Shooter e a arte de Mike Zeck e Bob Layton, ela se tornou algo bem maior. A saga trouxe mudanças significativas para universo Marvel e seus personagens, mas também foi um marco para o mercado de quadrinhos inspirando outras editoras e abrindo a porta para outros eventos de crossover como foi a já falada Guerra Civil
É claro, uma saga dessa importância não ficaria restrita ao universo dos quadrinhos. Em 2015 a saga foi adaptada à literatura por Alex Irvine, mesmo autor responsável pelo livro Homem de Ferro - Vírus, e trazido ao Brasil rapidamente pela Editora Novo Século.
A história começa com todos os personagens já transportados através de dois construtos enormes, estruturas colossais que lembram naves, um levando os heróis e outro os vilões. Apesar de estarem espantados e alarmados, ambos os grupos começam a estudar a situação. No lado dos heróis, Reed Richards (Sr. Fantástico) começa imediatamente a acalmar o seu grupo: X-Men, Vingadores, Quarteto Fantástico, Homem-Aranha e Magneto (???); do outro lado, Victor Von Doom (Dr. Destino) faz o mesmo com Ultron, Gangue da Demolição, Encantor, Homem Absorvente, Dr. Octopus, Lagarto, Kang - O Conquistador, Homem-Molecular e Galactus, o Devorador de Mundos. 
Momentos após serem transportados eles presenciam algo incrível: bem em sua frente uma galáxia inteira é destruída por um poder desconhecido e descomunal para logo em seguida um imenso mundo ser criado a partir de pedaços de outros mundos, deixando a todos perplexos, menos Galactus. Após presenciarem tais acontecimentos uma luz forte surge no universo, uma poderosa voz ecoa nas mentes de todos: Eu sou do além... Destruam seus inimigos e todos os seus desejos serão realizados... Nenhum de seus sonhos é impossível para mim...
A voz misteriosa vem de um ser chamado Beyonder, logo reconhecido por Galactus, que imediatamente voa em direção a luz com a intenção de acabar com seus planos, mas é repelido como uma mosca. Todos presenciam o poderoso Galactus ser jogado no planeta como um inseto e logo percebem que terão que lutar em uma guerra onde eles não sabem quem é o verdadeiro inimigo... 
Adaptar a trama de um Quadrinho (uma saga de doze edições, na verdade) para prosa não é algo simples. Como bem falei em outras resenhas da Série Marvel: o reforço visual é elemento essencial para o funcionamento da narrativa nas HQs, e perdê-lo torna mais difícil o trabalho do autor. Como cada mídia possui sua vantagem, evidentemente, um livro possui mais espaço para o descritivo e o psicológico, e tal qual acontece em Guerra Civil
Com uma narrativa simples e ágil, segmentada em pequenos capítulos, Alex Irvine aproveita o espaço das páginas para trazer diferentes pontos de visão sobre a situação que afeta heróis e vilões. Essa divisão permite que entendamos as motivações e desejos que movem os personagens que conduzem os pontos mais importantes da trama como o Capitão América, Reed Richard e Doutor Destino. Como deve ter percebido, pelo grande número de personagens envolvidos, muitos personagens envolvidos não recebem tanta projeção ou o foco da trama se perderia, mas a essência de todos eles é respeitada e suas participações fazem diferença (pelo menos para alguns isso é verdade). Embora falhe um pouco na descrição visual dos personagens - certos uniformes são quase impossíveis de descrever, tal qual uma alegoria carnavalesca - o autor consegue trabalhar de forma satisfatória os ambientes e cenas de ação, que são partes tão importantes quanto o psicológico para a imersão na trama. Mesmo assim ainda temos alguns momentos um tanto confusos.

A parte gráfica do livro merece destaque: as ilustrações, desde a capa às reticuladas que permeiam o miolo conferem ao livro um ar de quadrinho clássico e remetem ao clima da época. O Projeto Gráfico e Editoração realizado na edição da Novo Século está, com certeza, muito bonito. 
Guerras Secretas é com certeza uma obra que sintetiza a essência da saga e trás a um público mais amplo este que foi um evento que mudou o mundo dos Super-Heróis da Marvel. Uma história repleta de ação, a cada capítulo uma surpresa e um novo desafio, o livro traz uma aventura que merece ser lida por fãs de quadrinhos no geral, e também para todo entusiasta que passou a gostar mais desse universo a partir dos filmes, pela importância que ela viria a ter no futuro da cronologia, permanecendo, até hoje, como uma das mais importantes da editora.



5 comentários:

  1. Oie Ace,
    adorei!! Acho que meu cunhado vai gostar. Vou indicar para ele.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. já quero! já tinha muita vontade de adquirir esses livros da coleção Marvel da novo século e depois dessa resenha fiquei com mais vontade, de fato ainda é um sonho ver todos juntos em um filme, mais um livro com esse episódio já é algo marcante.

    abrçs Anderson
    Blog Geek Reader
    geek-reader.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Ace, babando aqui pelo livro! Ainda não li nada da Novo Século referente ao universo Marvel, quem sabe começo de cara por este?
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Olá Ace,

    Como já mencionei, um dia quero também ter uma coleção de HQ's da Marvel, são ótimos....abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ace!
    A vontade de ler quadrinhos não bate ainda minha vontade de focar nos livros. Eu escolhi meu vício e quero permanecer com ele hahaha
    No entanto, minha curiosidade aumenta cada vez mais por conta dos filmes. Eu sei que estou começando pela mídia errada, porém o que posso fazer? Como já havia comentado, as versões das histórias em livro seriam minha melhor opção, portanto, obrigada pela indicação!

    Beijos, Iza
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir