quarta-feira, 23 de março de 2016

Arma de Vingança

Arma de Vingança é um suspense que já figurou na lista dos e-books mais vendidos do país. O que você seria capaz de fazer por vingança? Suportaria uma vida cercada de mentiras, traições, dores, crime e morte? Ana sobreviveu e pagou o preço com marcas que o tempo nunca será capaz de apagar. Deixou para trás a inocência infantil para dar lugar a uma mulher fria e calculista, disposta a ser a perfeita arma de execução contra aqueles que tentaram destruí-la. Para atingir seus objetivos, não terá limites: irá mentir, enganar, seduzir e trair… Sem remorsos ou pena daquele que um dia julgou amar. Junto a Ana, caminhe na tênue linha entre a paixão e a obsessão e veja que até os príncipes encantados têm seu lado sombrio. Afinal, esta não é uma história de amor. "Arma de Vingança o levará ao extremo. Você ouvirá a voz do autor como um sussurro, guiando-o pelas trevas, através de situações monstruosas, a caminho de uma frieza que congelará seus ossos." – Vanessa Bosso, autora dos best-sellers A aposta e O homem perfeito.
Título: Arma de Vingança
Autor: Danilo Barbosa
Editora: Universo dos Livros
Número de páginas: 240



Antes de ser blogueira, eu já acompanhava assiduamente alguns blogs e um dos meus preferidos da época era o Literatura de Cabeça, do Danilo Barbosa. Comentava todos os dias, anotava mil dicas e ganhei muito top comentarista por lá (bons tempos aqueles). E foi nessa época que conheci Arma de Vingança, livro que entrou para minha lista de desejados e permaneceu lá até o ano passado, quando recebi ele de cortesia da Universo dos Livros (obrigada, vocês quase me fizeram infartar de felicidade).
Ana é uma bela jovem sonhadora que passou por muita coisa nessa vida, principalmente quando o assunto é o coração. Seu antigo relacionamento deixou marcas dolorosas e ela viveu momentos que nunca conseguiu esquecer. Rambo, o homem com quem namorou, era uma pessoa difícil de lidar e ao lado dele ela se sentia em uma montanha russa de emoções. Mesmo com todo perigo que a rondava, ela continuava com ele já que entre os dois havia uma química forte e selvagem. Até que um dia as coisas passaram dos limites e ela decidiu dar um ponto final na história.
Um relacionamento não é algo que ela esteja procurando, contudo, o destino coloca a sua frente um homem que aparenta ser tudo que o ex não foi, um verdadeiro cavalheiro. Ricardo é educado, gentil e a trata como uma princesa. Sempre muito compreensivo, ele vai aos poucos quebrando as barreiras de Ana e estabelecendo uma relação de confiança entre os dois. Carente, ela se entrega a ele, mal sabendo que está entrando em uma situação ainda pior do que a que tivera com Rambo.
Ricardo é um homem de mente perturbada, que só encontra o verdadeiro prazer na dor que consegue infligir ao outro. Ele viu em Ana um alvo fácil, se aproximou, ganhou sua confiança, até mesmo a pediu em casamento, tudo isso apenas para poder fazer dela seu brinquedinho, sua boneca. Aos poucos, vamos vendo o castelo de cartas de Ana se dissolvendo e dando lugar a um verdadeiro pesadelo, daqueles que tudo que a gente deseja é acordar e descobrir que tudo não passou de um sonho. 
Eu, definitivamente, não estava preparada para o que encontrei ao longo dessas 240 páginas. Não que eu estivesse esperando uma história com romances fofos e adocicados, longe disso. Mas não esperava uma história tão intensa, cruel... e real!
Logo de cara eu me deixei iludir por Ricardo, acreditei que ele fosse uma boa pessoa e que a pobre da Ana tinha, enfim, encontrado um homem que a valorizasse. Quando a revelação veio, meu queixo foi no chão. Enquanto a máscara de Ricardo ia caindo, eu pensava nas muitas Ana's que sofrem nas mãos de homens como ele. Sim, porque a história que encontramos em Arma de Vingança pode ser muito bem encontrada na vida real e isso foi o que mais me deixou chocada.
Ana, por sua vez, não me agradou de imediato e inicialmente achei uma personagem fraca e sem iniciativa. Contudo, ela mostrou a que veio e sua reviravolta fez tudo valer a pena. Gente, o que essa mulher sofreu foi algo indescritível. Em determinados momentos meu coração ficou apertado, faz tempo que não pego uma história com uma mocinha que passou por tantas judiações e injustiças na vida. Ana passou por muitas humilhações e situações de extrema violência. E quando ela mais precisou da justiça, essa se mostrou falha deixando-a a ver navios. E é aí que ela decide fazer as coisas acontecerem e colocar seus planos de vingança em prática.
Apesar da história ter um foco maior em Ana, todo narrado em primeira pessoa. Contudo, os outros personagens também têm vez e podemos acompanhar algumas situações pelo ponto de vista deles também. Achei a narrativa super simples e envolvente, do tipo que só dá vontade de parar a leitura quando o livro termina. E foi basicamente isso que aconteceu comigo. Comecei a ler em um dia, parei para dormir e retomei a leitura no outro dia pela manhã.
A ação está presente em todos os capítulos, o que fez com que a leitura se tornasse ainda mais dinâmica. Não tem nada melhor que um livro que vai "direto ao ponto", sem recorrer àquelas maçantes descrições que acabam por tornar a leitura arrastada e enfadonha. Arma de Vingança proporciona ao leitor uma leitura rápida, com agilidade nos capítulos e uma trama inteligente e muito bem escrita. Já havia lido anteriormente um conto do Danilo (e acompanhava suas resenhas belíssimas), portanto já sabia que ele escrevia muitíssimo bem e não foi surpresa alguma me ver encantada por essa obra.
Sem sombra de dúvida, um talento enorme que deve ser conhecido. Para quem gosta de um livro recheado de emoções fortes, aqui está uma história que você não pode deixar de ler.

2 comentários:

  1. Esse livro também me surpreendeu, abalou minhas emoções e me fez perceber o quanto as pessoas podem ser ruins e passei a olhar a vingança com outros olhos. Com certeza uma história marcante e inesquecível. A escrita do Danilo é mesmo muito boa e o leitor não consegue parar de ler. Também fiz resenha lá no blog (acho que em janeiro) sobre esse livro, passa lá e deixa sua opinião sobre minhas impressões.
    Parabéns pela leitura. Abração!!!

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  2. Gostei da premissa do livro, mas não sei se o Rambo é um nome que eu aceitaria para um personagem... quem chama Rambo?... além do Rambo? Enfim, ri. Mas foi só nessa parte. Quando li a sinopse, achei que o livro seria sobre uma coisa; enquanto lia sua resenha, vi que minha ideia inicial não estava muito certa. Gostaria muito de ler a história da Ana e saber como foi que ela se vingou de Ricardo!

    Beijos, Iza
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir